Superliga Feminina 2019/2020: CBV encerra temporada

0
Foto: Dentil Praia Clube
Foto: Dentil Praia Clube

Clubes votaram também pelo fim do ranking e aumento de estrangeiras.

A CBV (Confederação Brasileira de Voleibol), em reunião virtual realizada nesta quinta-feira (19) definiu pelo encerramento da Superliga Feminina, além do fim do ranking e aumento de estrangeiras no time.

 A entidade se reuniu com os participantes da Superliga Banco do Brasil feminina e decidiram, por meio de votação, que a competição está finalizada em virtude do coronavírus (COVID-19). Seis clubes e a Comissão de Atletas votaram pelo fim do campeonato, contra dois votos contrários.

Sem campeão, devido à situação, a classificação final respeita a de momento. Após o fim da reunião, a temporada 2019/2020 termina desta forma: Dentil/Praia Clube (MG), da atleta agenciada Pro Sports Brayelin Martinez em primeiro lugar, seguido pelo Sesc RJ e Itambé/Minas (MG).

O Sesi Vôlei Bauru (SP) das agenciadas Tiffany Abreu, Tássia Sthael, a azeri Polina Rahimova e a norte-americana Sarah Wilhite, na quarta colocação seguido pelo  Osasco Audax São Cristóvão Saúde (SP), de Vanessa Janke e Fernanda Tomé.

Depois delas, a classificação é seguida por São Paulo/Barueri (SP), Fluminense (RJ) e Curitiba (PR). O Pinheiros (SP) de Isabela Paquiardi vem logo depois, assim como o  Flamengo (RJ), da agenciada Beatriz Flávio. Valinhos Vôlei (SP) e São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) das agenciadas Bruna Moraes, Natália Silva, Maria Eduarda, Ana Flávia e Fernanda Batista encerram a classificação.

Na reunião ficou definido também que a Superliga do próximo ano não terá ranking (sete votos contra quatro), e, ainda, que os clubes terão a possibilidade de contratar até três estrangeiras (seis votos contra cinco).

 “Mais uma vez colocamos nossa opinião, pelo fim do campeonato visando o bem de todos os envolvidos, e demos direto de voto aos clubes. A maioria demonstrou pensar como a CBV e está decretado o fim desta temporada. Em relação a decisão pelo ranking e pelas estrangeiras, houve um equilíbrio maior na votação, mas também está tudo definido. Sentimos muito por ver a Superliga Banco do Brasil terminar dessa forma, mas sabemos que é absolutamente necessário”, declarou o Superintendente de Competições Quadra da CBV, Renato D´Avila.

A última das quatro reuniões virtuais será realizada ainda nesta quinta-feira, com os clubes participantes da Superliga Banco do Brasil masculina.

———————–

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Katarine Monteiro

📧 katarine@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net

📱+55 11 99217-6474