Samir Barel pronto para fazer bonito na última etapa do GP de Maratona Aquática

Em Nápoles, na Itália, nadador brasileiro busca ajudar o País a ficar entre os melhores países na modalidade

0

Motivação. É esse o sentimento de Samir Barel pouco antes de disputar a sétima e última etapa do Grand Prix de Maratona Aquática da FINA, marcada para este domingo (7), em Nápoles, na Itália. O circuito, que passou ainda por Argentina, Canadá, México, Macedônia, reúne cerca de 30 atletas de 17 países e 3 continentes. Com a Ilha de Capri como plano de fundo, além de disputar uma das provas de águas abertas mais charmosas do mundo, o nadador brasileiro espera ter uma performance consistente e assim ajudar a manter o Brasil entre os melhores países do ranking na modalidade.

“O nível dos competidores é bem elevado, mas com base nas experiências anteriores pude para definir melhor minha estratégia final, que será marcar as meninas do primeiro pelotão. Percebi que meu ritmo está bem parecido com o delas e desta forma consigo me manter junto a um grupo e poupar energia”, explica o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

No Mar Tirreno, a temperatura da água deve ficar entre 22 e 25 graus, considerada bastante agradável para competir. Três opções de percurso são sugeridos pela organização aos nadadores. Segundo Samir Barel, a escolha pelo melhor trajeto varia de acordo com as correntes e ventos no momento da prova.

“Como todos nadam muito próximos no início, o primeiro grupo definirá qual o melhor caminho, porém a estratégia de alguns pode mudar em certos momentos. Mas, o importante será me manter próximo das meninas e garantir um bom resultado nesta que é a última e mais esperada etapa do ano para mim”, finaliza o nadador.

Samir Barel é natural de São José dos Campos (SP), mas reside em Campinas (SP), onde mantém sua base de treinamento na ELO Academia. Praticante de maratona aquática desde 2007, Barel já foi campeão e recordista brasileiro nas provas 50 e 100 m livre e 200 m medley no final da década de 1990. É o atual líder do Circuito Paulista de Maratona Aquática, tendo vencido cinco etapas, e recentemente foi o campeão da famosa Volta na Ilha de Manhattan, tradicional percurso de 45 quilômetros pelos rios East e Hudson, nos Estados Unidos.