Rei e Rainha do Mar: Samir Barel supera adversidades e é Top-5 em prova rápida no Rio de Janeiro

0

A disputa da primeira etapa do Rei e Rainha do Mar, tradicional desafio de maratona aquática do Brasil, marcada para este domingo (13), não poderia ter sido mais imprevisível. O mar mexido, com formações irregulares, ondas pequenas e visibilidade média fez com que a organização da prova encurtasse o Challenge de 3,5km entre as Praias do Leblon e o Arpoador para um percurso de 1,5km, o que tornou o desafio mais rápido e dinâmico para os competidores. Mesmo com um dia conturbado, Samir Barel caiu na água disposto a dar o seu melhor e finalizou a prova na quinta colocação geral (17min02s). O grande campeão da prova foi Matheus Evangelista, com 16min16s.
“Foi uma prova bem forte. Além do Matheus, que nada o circuito mundial de águas abertas, teve o Caique Escobar, fundista em piscina, e o Artur Pedroza, campeão em várias etapas do X-Terra, completando o pódio. Chegar atrás dessas feras não foi tão mal assim. Larguei muito bem, procurei não hiperventilar e nadar por baixo das ondas. Para mim foi um ótimo treino, estou me sentindo muito bem na água e espero que essa experiência me ajude nos próximos desafios”, contou o atleta de 32 anos, que na semana passada venceu a etapa de Ubatuba do Circuito Mares e já na próxima semana, dia 19, está confirmado para disputa dos 3k do Aloha Spirit em Ilhabela (SP).

Toda essa sequência de competições faz parte da preparação do atleta para um dos desafios mais ousados da carreira. Em outubro, Barel pretende realizar a travessia do Canal da Catalina, no norte da Califórnia, nos Estados Unidos. A prova faz parte do chamado “Desafio dos 7 mares”, que consiste nas maratonas aquáticas mais difíceis do mundo. Se conseguir concretizar o percurso de 34k entre a Ilha Santa Catalina e a costa californiana, o nadador será o primeiro brasileiro a conquistar a “Tríplice Coroa das Águas Abertas”, as três provas mais duras da maratona aquática mundial, formada também pela Volta na Ilha de Manhattan, vencida por Samir em 2014, e a travessia do Canal da Mancha, realizada pelo atleta em 2015.

Samir Barel é natural de São José dos Campos (SP), mas reside em Campinas (SP), onde mantém sua base de treinamento na ELO Academia. Praticante de maratona aquática desde 2007, Barel já concluiu algumas das provas mais longas e difíceis do circuito mundial, tais como a tradicional travessia Hernadarias-Paraná, conhecida como a maratona aquática mais longa do mundo (88k), a famosa Volta na Ilha de Manhattan, nos Estados Unidos e a temida travessia do Canal da Mancha, entre a Inglaterra e a França, considerada o “Monte Everest das águas abertas”. Seu principal objetivo é divulgar a maratona aquática e mostrar os benefícios da modalidade, como possibilidade interagir com a natureza, conhecer lugares diferentes, trocar experiências com pessoas de todas as idades, superar as adversidades, além de promover a saúde e o bem estar dos praticantes.