Nadando com Gustavo Borges amplia acesso de crianças e adolescentes ao esporte em Itu

0

O projeto social Nadando com Gustavo Borges chega à sua terceira edição em Itu, no interior paulista, consolidado como importante ferramenta de educação por meio do esporte. Graças aos resultados já alcançados, além da parceria com a Prefeitura Municipal de Itu e o patrocínio de de Takeda, ABL, Tenneco, Cereser e Castelo, por meio da Lei de Incentivo Federal ao Esporte, o projeto ampliou neste ano o número de alunos atendidos. Cerca de 320 crianças e adolescentes matriculados na rede pública, entre 6 e 17 anos, já recebem aulas de natação.

O objetivo do Nadando com Gustavo Borges é formar cidadãos por meio da natação, promovendo o acesso e aperfeiçoamento no esporte, intercâmbio entre os alunos das escolas públicas, inclusão social, educação e noções de cidadania. A garotada recebe uniformes (camiseta, boné, óculos de natação, sunga ou maiô e mochila), materiais esportivos como palmar, boias, pranchas, relógio de borda grande e cronômetros e lanche após as aulas. Mas precisa mostrar bom desempenho escolar e disciplina nas relações com familiares, professores e colegas.

A aulas do projeto, com duração de 45 minutos, são dadas pela manhã e à tarde no Complexo Aquático Fiore Marcello Amantea, de segunda a sexta-feira. Cada turma conta com um professor especializado, contratado pela prefeitura. Seguindo a Metodologia Gustavo Borges, a cada semana os alunos têm um objetivo de aprendizado, de acordo com o nível de cada um – iniciação ou aperfeiçoamento.

“Desde 2014, quando foi criado, o projeto contribuiu para a democratização da prática da natação em Itu, além de melhorar o desempenho escolar das crianças,já que as afasta dos perigos e tentações das ruas. Também pudemos verificar o desenvolvimento da saúde e condicionamento físico dos alunos, a partir da adaptação ao meio líquido e o aperfeiçoamento das técnicas de natação, por meio da Metodologia Gustavo Borges”, destaca Carlos Eduardo Ferreira, coordenador do projeto. “Além disso, está consolidando o Instituto Gustavo Borges (IGB) como referência no desenvolvimento do desporto de base na natação.”

Nadando com Gustavo Borges

O projeto social Nadando com Gustavo Borges foi criado em 2014, com aulas para 220 alunos da rede pública de Itu. A cidade foi escolhida por já ter uma infraestrutra adequada, com um complexo aquático anexado ao Estádio Noveli Júnior e professores de natação contratados pela prefeitura. A iniciativa é do Instituto Gustavo Borges, viabilizada pela Lei de Incentivo ao Esporte, e conta com a execução da Prefeitura da Estância Turística de Itu (SP). O projeto tem o patrocínio de Takeda, ABL, Tenneco, Cereser e Castelo.

Sobre Gustavo Borges e a Metodologia

Idealizador da metodologia que leva seu próprio nome, Gustavo caiu na água pela primeira vez aos cinco anos, em Ituverava, interior de São Paulo, e se destacou mundialmente com títulos, pódios e até com o Hall da Fama da modalidade. Hoje, o campeão das piscinas reforça que o método é diferenciado por unir capacitação profissional, estrutura e troca de experiência. Gustavo Borges é assessorado por uma equipe multidisciplinar que desenvolve o método de maneira profissional. Praticamente durante o ano inteiro, os especialistas credenciados apresentam pelo Brasil as ferramentas práticas e a estrutura organizada de trabalho propostas pelo método para facilitar a relação entre gestor, coordenador, professor e aluno. Além do sistema em escolas credenciadas, o medalhista olímpico é sócio em cinco academias: uma em São Paulo, no bairro do Morumbi, uma em Londrina (PR) e três em Curitiba (PR). Gustavo conquistou quatro medalhas (duas pratas e dois bronzes) em três Olimpíadas: Barcelona-92, Atlanta-96 e Sidney-2000. Com 19 pódios, é o segundo maior medalhista brasileiro em Jogos Pan-Americanos.

 

Saiba mais sobre o projeto em: http://www.academiagb.com.br/portal/gustavoborges/projetos/nadando-com-gustavo-borges/