Mundial Júnior de Snipe 2019: Baianos vencem regata e voltam à briga pelo título

0

Duelo de estratégias e de muita espera no penúltimo dia do Mundial Júnior de Snipe 2019, realizado em Ilhabela (SP).

O vento no litoral norte de São Paulo brincou de ‘esconde-esconde’ nesta sexta-feira (4) e obrigou a comissão de regatas a tentar pelo menos três procedimentos de largada na única prova do dia.

Mesmo assim foi disputada mais uma regata do calendário para atletas com até 22 anos. Após cancelar a primeira por causa dos ventos inconstantes e subir a tradicional bandeira Recon (adiamento) por duas vezes, os 15 barcos enfrentaram ventos fracos no Canal de São Sebastião.

Com ventos rondados de 5 a 7 nós, os baianos Rafael Rizzato e Gerald Wicks escolheram o lado esquerdo da raia enquanto os outros ficaram mais lentos até a primeira boia! A partir daí, os dois abriram vantagem e fecharam na liderança com ampla vantagem.

”O segredo foi manter a calma, pois a gente estava ansioso para ganhar a primeira no campeonato! Faltava essa vitória. Pegamos uma esquerdinha, acabamos acertando e abrimos em relação à flotilha”, disse o timoneiro Rafael Rizzato.

A vantagem dos baianos para os portugueses Mafalda Pires e Tomás Pires, que chegaram em segundo, foi superior a dois minutos.

Os brasileiros Pedro Pianna e Frederico Francavilla ficaram em terceiro.

”Ficamos felizes pela entrada do vento fraco. Vamos fazer o nosso melhor até o final do campeonato. Ainda dá pra ser campeão”, ressaltou o proeiro Gerald Wicks. A dupla assumiu o terceiro lugar na classificação geral, perdendo o segundo lugar para os irmãos portugueses Pires de Lima nos critérios de desempate.

A comissão até fez o procedimento de largada para a sétima regata do calendário, mas não havia condições esportivas na Ponta das Canas, que fica no leste da Ilhabela.

Campeonato será decidido no sábado

O provável título antecipado da dupla carioca Gustavo Abdulklesh e Leonardo Motta foi adiado para as regatas de sábado (5), último dia de competição em Ilhabela. Após a regata de sexta-feira, os líderes mantiveram a liderança no geral mesmo com o oitavo lugar.

A tabela de classificação já tem a entrada do descarte do pior resultado. E os cariocas somam 6 pontos perdidos contra 13 dos portugueses Mafalda Pires de Lima e Tomas Pires de Lima e dos brasileiros Rafael Rizzato e Gerald Wicks.

Participam do Mundial Júnior de Snipe 15 barcos de Argentina, Brasil, Japão, Portugal e Uruguai. As equipes permanecem para o Sênior, que começa na semana que vem.

O evento principal do Mundial de Snipe 2019 terá mais de 80 duplas de 12 países e sua cerimônia de abertura oficial será no sábado (5).

—–

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

Flavio Perez
📧 flavio@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
📱+55 11 99949-8035
🔛 www.onboardsports.net