L’Étape Brasil faz duas blitzes em Santa Catarina (SC)

0

A organização do L’Étape Brasil by Tour de France organizou duas blitzes em Santa Catarina no último final de semana (14 e 15).

As estruturas foram montadas em Florianópolis (14) e em Blumenau (15) e ofereceram todo suporte do staff da principal prova de ciclismo amador do País.

A blitz é uma ação tradicional do evento, que faz um treino supervisionado e que conta com isotônicos, águas, snacks, maças, bananas e materiais de suporte para os ciclistas, além de massagens e apoio de carros para o trajeto.

A ação contou com o apoio dos novos carros da Mitsubishi, além da ajuda da Cannondale, que cedeu uma bike para os atletas que quiseram fazer um test drive.

A Probiótica e a Frescca, que  são marcas oficiais do L’Étape Brasil,  também estavam presentes nas blitzes com seus produtos.

“A Blitz L’Étape em Santa Catarina foi sensacional. Estivemos em Florianópolis, no Mirante do Morro da Cruz, dia 14, e no topo do Morro do Serafim em Blumenau, no dia 15, e pudemos oferecer um pouco da nossa estrutura de apoio a todos os ciclistas que pedalaram pela região”, comentou Thaís Barg, gerente de marketing do L’Étape.

No ano passado, a blitz do L’Étape Brasil passou pelas cidades de Recife (PE), João Pessoa (PB), Poços de Caldas (MG), Pouso Alegre (MG), Brasília (DF), Joinville (SC), Jaraguá do Sul (SC) e Campos do Jordão (SP).

As próximas datas e cidades da blitz do L’Étape Brasil by Tour de France serão divulgadas em breve.

Os atletas já inscritos na prova já iniciaram os treinos para enfrentar os 107 ou 66 quilômetros em 27 de setembro deste ano em Campos do Jordão (SP).

Será a sexta edição do evento chancelado pelo Tour de France.

2020 

As inscrições do L’Étape Brasil 2020 seguem abertas e já ultrapassaram a marca de quase 2 mil ciclistas amadores confirmados para 27 de setembro deste ano.

O L’Étape tem o percurso principal com 107 quilômetros de distância e 2.330 metros de altimetria acumulada, o equivalente a subir um prédio residencial de 770 andares. A versão mais curta tem 66 quilômetros.

Os inscritos também recebem no kit oficial uma jersey de ciclismo com chips de cronometragem, números para bicicleta e costas, além de receberem suporte durante a corrida, como atendimento mecânico, médico e de fisioterapia.

Em 2019, a prova teve pela primeira vez a presença do alemão Didi Senft, mais conhecido como o Diabo do Tour ou Didi, the Devil. O animador que se veste de demônio nas etapas do Tour de France esteve na cidade paulista apoiando os ciclistas.

Grandes nomes do esporte, como o treinador Bernardinho Rezende, o campeão olímpico Nalbert e o piloto Ricardo Maurício da Stock Car, participaram do Tour de France. As principais assessorias esportivas do País também mandaram seus representantes.

O título de 2019 do L’Étape Brasil ficou mais uma vez com o ciclista Otávio Bulgarelli, com a marca de 3h07min02s20. O resultado foi definido praticamente no photo-finish, na disputa com Ricardo Pichetta, segundo colocado, colado na linha de chegada.

No feminino, a alemã Nadine Gill não deu chances às adversárias e completou o percurso de 107 quilômetros em 3h15min36, com mais de 15 minutos na frente segunda colocada (Taise Benato). A ciclista amadora também foi bicampeã consecutiva da prova.

 Resultados

Prova 107 KM – Feminino

1º – Nadine Gil – 3h15min36

2º – Taise Benato – 3h34min28

3º – Cristiane Silva – 3h37min08

Prova 107 KM – Masculino

1º – Otavio Bulgarelli – 3h07min02s20

2º – Ricardo Pichetta – 3h07min02s24

3º – Daniel Mendes – 3h07min02s47

Prova 66 KM – Feminino

1º – Mariana Mendes

2º – Priscila Julio

3º – Marta Lima

Prova 66 KM – Masculino

1º – Rafael Oliveira

2º – Guilherme Couto

3º – Fábio Bonaldi