Leal é destaque no Estado de São Paulo

0
Yoandy Leal no Estadão
Yoandy Leal no Estadão

Atacante da Lube Civitanova e da Seleção Brasileira contou para o Jornal O Estado de São Paulo sobre seus dias na Itália em meio ao coronavírus.

Devido ao coronavírus, atletas brasileiros têm dificuldades na Itália

Nenhum país está sofrendo tanto com a pandemia do novo coronavírus como a Itália, que já superou a China em número de mortos por causa da doença. Entre os atletas brasileiros que estão no país, três importantes nomes têm enfrentado limitações para se preparar para os Jogos de Tóquio, mesmo sem saber se a Olimpíada será de fato realizada em julho. Os jogadores de vôlei Leal e Bruninho, assim como velejador Robert Scheidt, estão morando lá.

O cubano naturalizado Yoandy Leal e Bruninho jogam no Lube Civitanova, clube da província de Macerata. Depois de ficarem impedidos de sair de casa, eles conseguiram fazer musculação na academia do clube após acordo com o governo local. A liberação, no entanto, só foi feita mediante uma série de restrições. “Tudo é cheio de precauções e medidas sanitárias. Apenas dois atletas entram na sala de musculação e têm de ficar a uma distância de quatro metros. Enfim, não está sendo fácil”, contou Leal.

Os dois até tentaram voltar para o Brasil, mas foram impedidos pelo Civitanova. “Eu e o Bruno entramos em contato com o clube para que pudéssemos sair e ir ao encontro de nossas famílias. Mas o clube não nos autorizou. Teremos de ficar aqui e enfrentar essa difícil situação diariamente. Queria ir para casa porque acredito que seria o melhor. Estar sozinho, sem poder por mais de 40 dias fazer nossas atividades regularmente, é muito difícil, principalmente por causa das incertezas do futuro”, disse o atleta.

Veja a matéria completa aqui -> https://esportes.estadao.com.br/noticias/geral,devido-ao-coronavirus-atletas-brasileiros-tem-dificuldades-na-italia,70003243846