Le Havre, uma cidade aberta ao mundo

0

Sede da Transat Jacques Vabre, regata em dupla com Salvador, na Bahia, como destino final, a cidade francesa de Le Havre é considerada o primeiro porto comercial da França.

O local será sede de grandes eventos nesta temporada, incluindo também a Copa do Mundo Feminina FIFA 2019 e uma etapa uma etapa da FISE Experience.

Le Havre é uma cidade repleta de história, com um centro da cidade listado como Patrimônio Mundial da UNESCO, uma metrópole em plena mutação. Uma parceria histórica desde a criação da Transat Jacques Vabre em 1993, se estabeleceu entre Le Havre e a marca de café francesa Jacques Vabre.

Segundo comunicado da organização da regata, ”é mais do que uma parceria, é uma verdadeira aventura compartilhada, que se reconecta com uma antiga história de Le Havre: a Compagnie de l’Orient, que estabeleceu-se no século XVII para desenvolver com as Américas o comércio de café e outros produtos tropicais”.

A francesa Le Havre tem geográfica estratégica no Canal da Mancha, com face a Inglaterra. Esse detalhe permitiu que se tornasse muito rapidamente uma terra de boas-vindas aos velejadores. Le Havre abrigou o primeiro clube de vela no continente europeu (Society of Regattas) e é a primeira cidade francesa em número de barcos licenciados.

A Transat Jacques Vabre é também uma aventura hoje que lista Le Havre como uma das principais cidades de vela da França. Com o reconhecimento internacional fornecido pela lista de Patrimônio Mundial da UNESCO, é uma cidade única, com uma forte estética que desenvolve uma estratégia de atratividade ambiciosa. Todos os anos, com o evento cultural A Summer In Le Havre, a cidade convida artistas contemporâneos a recuperar o espaço público.

De 18 a 27 de outubro, a Transat Jacques Vabre será o principal evento de vela em Le Havre. Em torno da bacia de Paul Vatine, os 55 barcos esperados celebrarão a já conhecida Rota do Café. A cidade estará por trás dos bastidores, ao leme desta prova que homenageia os velejadores, levando-os a enfrentar em dupla o Atlântico!