Groenlândia é confirmada como uma das etapas da Extreme-E

0

Competição pioneira em off-road com carros totalmente elétricos, a Extreme-E confirmou nesta semana o local de uma das etapas de sua primeira temporada em 2021.

A Groenlândia receberá a rodada destinada ao Ártico, quando a primeira temporada da Extreme E começar.

O anuncio foi feito próximo a Kangerlussuaq, oeste da Groenlândia, pelo fundador da Extreme-E Alejandro Agag, junto com Jess Svane, Ministro da Groenlândia.

“Estou incrivelmente animado por trazer o formato exclusivo de corrida elétrica do Extreme E para a linha de frente da emergência climática global, aqui na Groenlândia. Prometi que o Extreme E iria quebrar o molde no automobilismo, e isso realmente prova o que eu quis dizer”, declarou Alejandro Agag, que também é CEO e fundador da Fórmula E.

“Além de ser uma série de corridas de automóveis, o Extreme E tem um forte objetivo esportivo: de promover a adoção da mobilidade elétrica na luta para reduzir os níveis globais de emissões, uma questão que não podemos mais ignorar, especialmente aqui na Groenlândia.”

“Juntamente com o governo da Groenlândia, apoiado por especialistas em clima da Universidade de Cambridge, criaremos uma competição esportiva sensacional com um cenário natural incrível, que crucialmente, servirá de catalisador para conscientização, educação e pesquisas científicas positivas, com o objetivo de gerar um impacto positivo quando partimos”, completou Agag.

Jess Svane, Ministra da Indústria, Energia e Pesquisa da Groenlândia, disse: “Estou muito feliz que o Extreme E ocorra na Groenlândia em 2021. Isso mostra que a Groenlândia não é apenas um belo destino de viagem procurado por amantes da natureza, aventureiros que exploram a vida selvagem. É também um lugar com um futuro brilhante no desenvolvimento de negócios.”

“Também estamos muito satisfeitos com a visão da Extreme E de destacar as mudanças climáticas. Isso se correlaciona perfeitamente com nossa própria agenda verde. A Groenlândia é um país verde e hoje cerca de 70% de todo o suprimento público de energia é proveniente de fontes renováveis, e estamos firmemente comprometidos em aumentar isso ainda mais nos próximos anos.”

Inédito no mundo do automobilismo, o Extreme E terá SUVs elétricos competindo em cinco ambientes remotos, em uma missão de usar o poder do esporte para destacar as maiores ameaças climáticas que nosso planeta enfrenta atualmente.

A Groenlândia foi o primeiro de cinco cenários que serão escolhidos para a primeira temporada da Extreme-E. Todos os demais locais que serão escolhidos, foram danificados pelas mudanças climáticas ou por interferência humana. Estão sendo observados locais no Himalaia, no Deserto, na Floresta Tropical e na Ilha do Oceano Índico.

As corridas ocorrerão em três dias, em uma área não superior a 10 km². Os projetistas de pista foram encarregados de selecionar cuidadosamente as opções de percurso, que possa fornecer uma corrida mais desafiadora e emocionante, ao mesmo tempo em que não geram impactos negativos, tanto do ponto de vista ambiental quanto social.