Fórmula E tem receita recorde e aumento de audiência com a temporada 2018-19

0
Foto: Fórmula E

A Fórmula E teve receitas superiores a € 200 milhões na última temporada, e apontou um crescimento nos índices de audiência, principalmente entre o público jovem.

A Fórmula E segue acelerando e manteve o crescimento de seu público com a quinta temporada, realizada entre dezembro de 2018 e julho de 2019, principalmente entre os fãs mais jovens, com 72% de seus seguidores nas redes sociais com menos de 35 anos.

Os números de crescimento no final da temporada também refletem uma trajetória ascendente semelhante aos dados financeiros da empresa. Os números preliminares mostram uma receita recorde de mais de € 200 milhões, ou seja, mais de 50% em relação a temporada anterior.

A Fórmula E não apenas viu um aumento significativo na receita, como também experimentou mais um ano consecutivo de crescimento em suas plataformas digitais, além de uma presença maior de público durante as corridas e também de telespectadores.

A Fórmula E entrou em uma nova era na quinta temporada, introduzindo a nova geração de monopostos elétricos, o Gen 2, que mudou o jogo, lançando um formato de corrida inovador e adicionando à lista de cidades icônicas do calendário, que por sua vez criaram um espetáculo esportivo verdadeiramente único e imperdível.

Vindo de uma temporada mais competitiva e imprevisível até agora, que viu oito vencedores diferentes nas oito primeiras corridas, a emoção na pista se traduziu em crescimento em todas as áreas e voltou a ganhar mais força com o público mais jovem.

Seguindo uma tendência estabelecida nas temporadas anteriores e sem mostrar sinais de desaceleração, a Fórmula E continua a capturar um público novo e jovem, com uma quantidade crescente de seguidores, visualizações de vídeo e níveis sustentados de engajamento espalhados pelas faixas etárias mais desejáveis.

O total combinado de seguidores subiu 212% em relação à temporada passada, mais do que dobrando o número de novos fãs nas mídias sociais. Apesar de atrair mais seguidores, as taxas de engajamento não diminuíram e em vez disso, tiveram um aumento de 449% na interação com o conteúdo da Fórmula E.

A Fórmula E concentrou seus esforços em atender os fãs com as últimas notícias, histórias e conteúdos relevantes para ajudar a criar conversas, estimular o debate e comentários dos fãs.

A série também está comprometida com a produção de conteúdo original em mercados-chave, com a gestão da comunidade em vários idiomas atribuindo níveis adicionais de envolvimento.

O número de visualizações de vídeos cresceu pela segunda temporada consecutiva, chegando a 61% a mais que no ano passado e ultrapassando a marca de 850 milhões. Com 72% dos seguidores com menos de 35 anos e 42% dos vídeos sendo vistos por fãs com menos de 25 anos, a Fórmula E está entre as plataformas esportivas de melhor desempenho do planeta entre os fãs mais jovens.

A segmentação e adaptação de conteúdo para um público jovem está ligada ao objetivo mais amplo da marca e à visão de avançar para um futuro mais limpo, mais rápido – alcançando mais fãs e aproximando-os da compra de um carro elétrico.

Além de impulsionar o crescimento digital, a Fórmula E teve mais participantes do que nunca, ultrapassando mais de 400.000 espectadores e detentores de ingressos na quinta temporada. O número de fãs assistindo as provas pela televisão aumentou 24%, com uma audiência acumulada de 411 milhões de telespectadores em 13 corridas disputadas na temporada 2018-19.

Após a temporada de maior sucesso até hoje, a Fórmula E já está se preparando para seu novo desafio: a sexta temporada. Mercedes-Benz e Porsche se juntam ao grid e esperam lutar por vitórias contra as rivais a partir do fim de semana de 22 e 23 de novembro com a rodada dupla de Ad Diriyah, na Arabia Saudita.

Fundador e CEO da Fórmula E, Alejandro Agag comentou sobre o crescimento da categoria em todas as áreas nesta última temporada:

“É incrivelmente ver novamente um aumento significativo em nosso crescente público em todo o mundo, principalmente o número de jovens fãs que optam por assistir e seguir a Fórmula E. Assim como os próprios carros da próxima geração, a velocidade de crescimento da categoria é cada vez maior. O progresso que fizemos em tão pouco espaço de tempo é muito agradável e também se reflete em receitas recordes, que excedem mais de € 200 milhões pela primeira vez. Após reinvestir estrategicamente em outras áreas durante o primeiro ciclo de cinco anos e continuar a fazê-lo no futuro próximo, o aumento do nível de receita é um testemunho da saúde de nossa empresa por muitos anos. Alcançando novos fãs, em especial aos jovens, a emoção da Fórmula E está ajudando a inspirar as futuras gerações a adotarem a mobilidade elétrica, os aproximando um pouco da compra de um carro elétrico. Isso tem tudo a ver com a visão da Fórmula E de avançar em direção a um futuro mais limpo, mais rápido”.