Esquiva Falcão escreve ao Lance!

0
Esquiva Coluna

O boxeador Esquiva Falcão escreveu ao Lance! desta terça-feira (08) sobre sua viagem e período de treinamento nos Estados Unios.

O atleta se prepara para a luta que acontecerá no dia 09 de novembro.

Camp nos Estados Unidos e mais um passo para o cinturão

Por Esquiva Falcão, boxeador medalhista olímpico

Fala galera, aqui é o Esquiva Falcão. Já estou nos Estados Unidos fazendo meu camp de treinamento na Robert Garcia Academy, em Riverside, tudo visando minha próxima luta, que já tem data confirmada. No dia 9 de novembro lutarei novamente aqui nos Estados Unidos com adversário ainda não definido pela Top Rank, empresa que promove minha carreira.

Em julho, na minha última luta nocauteei o mexicano Jesus ‘La Joya’ Gutierrez, no MGM National Harbor, em Oxon Hill e acumulei 24 lutas e 24 vitórias, sendo 16 por nocaute. Foi certamente o adversário mais difícil que enfrentei. Um pugilista bastante qualificado e técnico. Ganhei muito bem e precisava desse nocaute.

Um pouco antes de viajar para os Estados Unidos, treinei em Vila Velha (ES), onde minha família mora, e fiz apresentações de sparring no SESC Pompéia, em São Paulo (SP). O sparring foi feito junto com a também medalhista olímpica Adriana Araújo, foi demais ! Pude ensinar jovens boxeadores e também aprender muito com eles.

Foi muito bom ir a São Paulo (SP) antes de embarcar, pude rever amigos, familiares e visitar locais importantes da minha carreira, como a cidade de São Caetano do Sul, onde fiz minha preparação olímpica, e a sede da seleção, no bairro de Santo Amaro.

Antes de embarcar também visitei a Coliseum Boxing Center de Guarulhos (SP), academia que meu irmão, Luciano Falcão representa. Aproveitei e treinei um tempinho com ele.

Meu foco está todo no cinturão dos médios. No camp vou ajustar todos os detalhes finais com meu treinador Robert e dar um show. Estou aqui, venha quem vier. Estou batalhando muito e acredito que serei campeão mundial.

Atualmente estou entre os 10 primeiros nas três maiores congregações do boxe, sexto pela WBC, nono pela WBA e sétimo pela IBF, além de aparecer em 15º pela WBO.

Que venha o adversário, estou preparado. Venho trabalhando muito forte para ser campeão mundial e está na hora de me darem a chance. Espero ganhar novamente por nocaute e provar que estou mais que preparado para receber a chance de lutar pelo título do mundo.