Instituto de triathlon elabora horta comunitária para crianças

Ação focada nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU busca redução das desigualdades por meio do esporte

 

Uma série de ações sociais voltadas para a redução das desigualdades está nos planos do Instituto Escolinha de Triathlon Formando Campeões para a temporada 2022. E uma delas já foi colocada em prática. Nesta semana, os alunos do núcleo Itu/SP da Escolinha começaram a criar uma horta comunitária, que será cuidada por eles ao longo do ano. O objetivo é gerar mais conhecimento, responsabilidade e consciência ambiental. De quebra, a criançada poderá consumir em casa os produtos que cultivarem.

A horta comunitária foi a forma escolhida pelo projeto para atingir o segundo Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, que estabelece a fome zero e a agricultura sustentável. Ele integra um conjunto de 17 ODS na Agenda 2030, um plano de ação global criado para erradicar a pobreza e garantir uma vida digna a todos.

“Os alunos trouxeram caixinhas de leite, usadas como vasos, e escreveram nelas seus nomes e o que escolheram plantar. Eles trouxeram alface, hortelã, cebolinha, frutas, flores. A tarefa deles é pesquisar sobre como cuidar do que plantou, e teremos um tempo reservado em todas as aulas para o cultivo da horta”, explica o professor Thiago Mantovani, do núcleo Itu da Escolinha de Triathlon. “O objetivo é dar a eles mais responsabilidade e desenvolver noções de agricultura sustentável e alimentação com produtos orgânicos.”

Todos os outros 14 núcleos da Escolinha deverão ter suas próprias hortas comunitárias. A Agenda 2030 da ONU pode ser adotada tanto por governos como pelo setor privado e a sociedade civil. E o esporte tem um papel fundamental no desenvolvimento econômico e social. As ações planejadas pelo Instituto para esta temporada têm como missão alcançar todos os 17 ODS propostos, por meio do triathlon.

 

O Instituto

Criado em 2021, surgiu como plataforma de apoio à Escolinha de Triathlon Formando Campeões. O projeto é chancelado pela Confederação Brasileira de Triathlon, entidade máxima do esporte no Brasil, como modelo de FOMENTO, e atende hoje 660 crianças e adolescentes em 15 núcleos espalhados pelo Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Distrito Federal e Ceará. O objetivo do Instituto é unificar e expandir ações dos núcleos em todo o Brasil. A entidade ainda vai apoiar outros projetos sociais focados na formação de jovens por meio do esporte.

Comprometido com a Agenda 2030 da ONU, o Instituto Escolinha de Triathlon Formando Campeões também se alinha ao ESG, do inglês Environmental, social and corporate governance, traduzida em português como Governança ambiental, social e corporativa. Trata-se de critérios para mediar ações nos âmbitos ambiental, social e a governança dentro das empresas. Eles englobam as áreas de pobreza, nutrição, saúde, educação, água e saneamento e igualdade de gênero.

 

Saiba mais no site escolinhadetriathlon.com/instituto

Compartilhe

Mais posts

Nos envie uma mensagem