Lucas Di Grassi escreve ao Lance!

0
109

Piloto da Formula E escreveu ao jornal desta terça-feira (13) sobre novo carro da temporada 2018/19 .

Lucas Di Grassi é piloto da Audi Sport ABT Schaeffler na Formula E. 

Novo carro muda tudo

Oi pessoal do Lance! O legal da próxima temporada da Formula E é que vamos estrear um novo carro que, como vocês sabem, é o mesmo para todas as equipes. Isso abre um mundo de perspectivas que, particularmente, sempre me fazem trabalhar com muita vontade. Um dos aspectos que mais me atraem no automobilismo é poder desenvolver coisas novas. Acho que em boa parte devo todo o sucesso da minha carreira a essa curiosidade e interesse em buscar alternativas que possam melhorar o desempenho. E essa característica vai ser muito importante nesta quinta temporada do ABB FIA Campeonato Mundial de Fórmula E, pois todas as equipes vão começar no mesmo patamar com a geração 2 do nosso carro.

O F-E novo trará para o campeonato uma grande mudança: a partir de agora, não faremos mais o pit stop obrigatório para troca de carro – algo que era determinado pela capacidade de armazenamento de energia da bateria. Pela primeira vez vamos fazer corridas inteiras com o mesmo carro, o que vai alterar totalmente a dinâmica das provas, envolvendo outros tipos de estratégia e raciocínio por parte das equipes e pilotos.

O carro da nossa equipe foi batizado de Audi e-tron FE05 e foi objeto de muito estudo e trabalho por parte do nosso time, a Audi Sport ABT Schaeffler.

Trabalhamos intensamente no desenvolvimento do drivetrain – como é chamado o conjunto formado pelo motor, inversor, câmbio, suspensão traseira e o software que comanda tudo isso. Esse é o coração do carro e é também onde a parceria engenheiros-piloto pode fazer mais a diferença, pois o regulamento permite que estes itens possam ser desenvolvidos para atingir a máxima performance.

O novo carro é muito bonito e acelera de 0-100 km/h em 2s8. O design é bastante futurista e ousado, a ponto de dispensar a asa traseira – coisa rara no automobilismo moderno e, também, uma prova que o pessoal da Fórmula E está sempre “pensando fora da caixa”.

A primeira etapa será disputada no dia 15 de dezembro, em Ad Diriyah, Arábia Saudita. Sensacional poder competir com a Fórmula E, que usa motores elétricos, em um grande país cuja economia está baseada na exploração do petróleo. Isso mostra que o mundo inteiro está atento para as mudanças do futuro. E é muito legal ver todos juntos nessa caminhada. Essa será mais uma grande corrida, podem apostar.