Argentino é o primeiro estrangeiro confirmado na edição 2018

0
116

A Semana de Vela de Ilhabela confirmou a primeira equipe estrangeira na edição 2018 do evento náutico. O barco argentino do Mad Max está inscrito para as regatas de 20 a 28 de julho na classe ORC. O time é figura carimbada na competição de vela oceânica com o próprio veleiro ou alugando.

Em 2017, por exemplo, o Mad Max de Julián Somodi foi campeão da HPE30 na Semana de Vela de Ilhabela usando o Phoenix de Eduardo Souza Ramos. Em edições passadas, os argentinos trouxeram a embarcação do país vizinho.

”Retornamos com um barco melhorado e muita paixão pelas regatas. A Semana de Vela de Ilhabela é um grande evento, com forte nível técnico. Mas além das profissionais, há equipes que se divertem! Vamos fazer o melhor possível nas provas”, contou Julián Somodi.

Ouça o podcast com a entrevista de Julián Somodi

O velejador Julián Somodi acredita que alugar barcos no Brasil pode ser uma solução para quem tem dificuldades de logística de trazer o veleiro de outros países sul-americanos. ”Ano passado o Eduardo Souza Ramos nos cedeu o barco. Agora vamos levar o veleiro até Ilhabela. Vamos sair da Argentina com 4 graus de temperatura – à noite com 0, é muito frio. A opção de alugar o barco é interessante para desfrutar a semana, pois tem tudo à disposição. Termina a regata, você entrega o barco e vai curtir o terceiro tempo, com a canoa de cerveja”.

O nome Mad Max é relacionado ao filme estrelado por Mel Gibson. Modificações na quilha, leme e no mastro foram feitas no modelo Mumm 36 para correr na classe ORC. A equipe foi quatro vezes campeã da categoria na Argentina.

”A gente é maluco como o cara do filme, levando o barco ao limite. No Brasil vamos correr contra equipes maiores e profissionais. Vamos fazer o melhor possível”, completou Julián Somodi.

Outros barcos de Chile, Uruguai e Argentina devem se inscrever nos próximos dias na competição de vela como nos anos anteriores. Em 2017, a Semana de Vela de Ilhabela contou com 123 barcos.