Temporada atípica da natação anima Thiago Pereira

0

Thiago Pereira saiu satisfeito do seu primeiro evento da temporada 2014 da natação. Mesmo não tendo conquistado medalhas em Perth, na Austrália, no BHP Billiton Aquatic Super Series, o atleta comemorou o fato de ganhar ritmo de competição logo no início do ano, quando a maioria começa pra valer os treinos. Geralmente, os primeiros torneios no País são marcados a partir de março. O brasileiro usou o campeonato no parque aquático VenuesWest Challenge Stadium como um grande treino, participando de duas provas na sexta-feira (31): 50 m costas (26s38) e os 200 m medley, sua favorita. Nos quatro estilos, Thiago, mesmo fora da forma ideal, mostrou boa técnica de nado e fechou em sétimo lugar com 2min02s50.

“É início de temporada e o resultado é menos importante do que a forma como o atleta nada. Certamente terei outros campeonatos em 2014 e ter sequência é o que todos querem. Esse treino de luxo competindo em alto nível é mais do que essencial, pois muitos adversários já estavam em treinamento e polidos. Nos Estados Unidos, por exemplo, eu já vi o Ryan Lochte nem pegar final B apenas para ganhar ritmo. Participar de eventos sem obrigação de resultado é fundamental na minha campanha olímpica”, disse Thiago Pereira, que nadou ao lado dos melhores da modalidade da África do Sul, Austrália, Brasil, China e Japão.

Além dos campeonatos nacionais, os nadadores brasileiros terão a chance de competir em alto nível em eventos como os Jogos Sul-Americanos, Pan-Pacífico e Mundial de Piscina Curta.

O seu treinador, Alberto Silva, também fez uma avaliação positiva da participação de Thiago Pereira no BHP Billiton Aquatic Super Series e aposta num grande ano para o nadador. “A temporada está apenas começando e o atleta teve só três semanas de treino na piscina. O resultado não muda nossa estratégia para o ano e principalmente para os Jogos Olímpicos de 2016. Esse ano eu pensei em antecipar o nosso calendário de competições, que normalmente começa em março, pois queria ver o Thiago Pereira nadando mais vezes em alto nível, mesmo em condições difíceis. Foi um bom treino o evento na Austrália”.

Thiago Pereira foi um dos líderes da seleção brasileira na Austrália. A equipe volta ao País com três medalhas: Nicholas Santos venceu os 50m borboleta (23s61), João Gomes Jr. foi prata nos 50 m peito (27s67) e Felipe Lima conquistou o bronze dos 100m peito (1min01s47). A equipe verde e amarela contou com 17 nadadores e oito nadadoras.

Thiago Pereira é patrocinado por Arena e Correios e representa o Sesi-SP desde abril de 2013. O nadador de 28 anos é natural de Volta Redonda (RJ). É dono de 18 medalhas pan-americanas, sendo 12 de ouro. Em Londres/2012, o atleta conquistou a medalha de prata na prova dos 400 m medley.