Rumo à Triplice Coroa: Samir Barel inicia temporada 2016 no Circuito Paulista de Maratona Aquática

0

Samir Barel definiu sua meta para 2016: concluir a travessia do Canal da Catalina, percurso de 34k entre a Ilha de Santa Catalina e a costa norte da Califórnia, nos Estados Unidos. O desafio está marcado para outubro e se conseguir concretizá-lo, o ultramaratonista aquático será o primeiro brasileiro a conquistar a famosa “Tríplice Coroa das Águas Abertas”, que é formada também pela Volta na Ilha de Manhattan, vencida por Samir em 2014, e a temida travessia do Canal da Mancha, realizada pelo atleta em 2015.

Para alcançar seu objetivo, Samir Barel iniciou a temporada 2016 no Circuito Paulista de Maratona Aquática. Neste domingo (31), o atleta ficou em quarto lugar na classificação geral da primeira etapa da série, disputada em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo.

“Foi uma prova rápida, 4km, que serve mais para ver como está a qualidade do meu treinamento e meu condicionamento físico para a temporada. Fiquei bem satisfeito, mas este é apenas o primeiro passo de um longo processo, que envolve muita disciplina e dedicação nos treinos. O Canal da Catalina é um dos percursos mais desafiadores do mundo já que é uma área com muitos tubarões, mas meu objetivo é mostrar para as pessoas que somos todos capazes de superar os obstáculos mais difíceis. Essa para mim é a maior conquista”, contou o nadador de 32 anos.

Samir Barel é natural de São José dos Campos (SP), mas reside em Campinas (SP), onde mantém sua base de treinamento na ELO Academia. Praticante de maratona aquática desde 2007, Barel já concluiu algumas das provas mais longas e difíceis do circuito mundial, tais como a tradicional travessia Hernadarias-Paraná, conhecida como a maratona aquática mais longa do mundo (88k), a famosa Volta na Ilha de Manhattan, nos Estados Unidos e a temida travessia do Canal da Mancha, entre a Inglaterra e a França, considerada o “Monte Everest das águas abertas”. Seu principal objetivo é divulgar a maratona aquática e mostrar os benefícios da modalidade, como possibilidade interagir com a natureza, conhecer lugares diferentes, trocar experiências com pessoas de todas as idades, superar as adversidades, além de promover a saúde e o bem estar dos praticantes.