Robenilson de Jesus escreve ao Lance!

0
Robenilson de Jesus escreve ao Lance!
Robenilson de Jesus escreve ao Lance!

Robenilson de Jesus escreveu ao Lance! deste sábado (23) sobre a transição entre o boxe amador e o boxe profissional, além de sua luta em Mangaratiba (RJ) no Boxing For You

Transição entre o boxe amador e o  profissional

Oi pessoal do Lance! Aqui é o Robenilson de Jesus, atleta profissional de boxe. Na minha carreira participei de três olimpíadas (2008, 2012 e 2016) e fiquei muito tempo na Seleção Brasileira.

Conheci o boxe por meio de um amigo que me ensinou as técnicas da nobre arte em um porão. Na minha primeira participação de Campeonato Brasileiro já me destaquei e obtive minha primeira convocação para a Seleção. Minhas primeiras lutas foram em 2004.

Entre minhas principais conquistas na Seleção estão o ouro no Campeonato Sul-americano de 2014, no Chile e o ouro nos Jogos Mundiais Militares em 2011, no Rio.

Além disso, na minha carreira amadora fui medalha de bronze no Campeonato Continental Pan-Americano 2013 em Santiago (CH), bronze também nos Jogos Pan-Americanos de Guadalaja no México  em 2011 e bronze no Campeonato Continental em 2013.

Minha transição do boxe amador para o profissional foi no ano de 2017 no Boxing For You daquele ano. A transição não foi fácil, isso porque sempre tive um estilo de luta muito olímpico de me movimentar e por ter passado muito tempo no boxe amador por conta das Olimpíadas e ciclos olímpicos. Foi um pouco mais difícil porque no profissional a potência do golpe é maior e são mais rounds.

Para essa fase de adaptação, acredito que a liga WSB de boxe e a APB conseguiram me preparar para o profissional. Essas ligas tinham um estilo bem profissional e companheiros de Seleção, como o Esquiva, o Robson, e o Yamaguchi lutavam. Ela me preparou bastante para essa transição e fez com que a adaptação acontecesse mais rápido.

No Boxing For You de 2019, que será realizado no dia 31 de março, no Portobello Resort & Safari, em Mangaratiba (RJ) vou entrar no ringue contra o curitibano Agnaldo Valerio pela categoria peso-pena (até 57.153 quilos).

Participar de um evento dessa magnitude para mim é muito importante, o evento vai contar com medalhistas olímpicos, como Esquiva Falção, Robson Conceição e Adriana Araújo. Espero fazer uma boa luta e sair de Mangaratiba com a vitória! Fiquem na torcida !