Maratona Aquática: Patrícia Farias em contagem regressiva para a Travessia Capri-Nápoles

0

Nadadora carioca será a única mulher do país a realizar o percurso solo na temporada

Faltam 30 dias para Patrícia Farias colocar seu nome em uma das travessias naturais mais prestigiadas do planeta. Dia 30 de junho, a nadadora carioca será a única mulher do Brasil a encarar solo a Travessia Capri-Nápoles, um percurso de 36k considerado um dos mais difíceis da maratona aquática. O desafio promete ser ainda maior do ponto de vista pessoal para a atleta, já que será sua primeira prova internacional em 6 anos de carreira.

“Nado desde criança, fui atleta federada na adolescência, mas desde 2011 passei a me dedicar à maratona aquática. Inspirada pelo meu colega de equipe, o Adherbal de Oliveira, recordista sul-americano na Travessia do Canal da Mancha, decidi me desafiar e encarar provas de longa distância. A meta é realizar, a médio e longo prazo, as travessias mais importantes do circuito mundial, começando pela tríplice coroa da Itália – Capri-Napoli, Estreito de Messina, Lago Di Como”, contou a atleta, que em 2016 foi a primeira mulher a concluir a travessia do Leme ao Pontal, a maior maratona aquática do Brasil, com 35k.

Além de Patrícia, outros 20 atletas, sendo 3 para a travessia solo e 17 nadadores divididos em 3 equipes de revezamento, estão inscritos para nadar o tradicional percurso no dia 30 de junho. A largada para as travessias solo será dada ao mesmo tempo, mas cada nadador terá seu barco de apoio e traçará sua estratégia e rota para chegar na cidade italiana.

“As condições físicas e psicológicas de cada nadador é que irão definir seu tempo, pace e qual o melhor trajeto. Por isso não é apenas uma competição entre atletas de países diferentes, mas também um desafio individual, de você contra você mesmo, suas limitações e seu planejamento. Estou ansiosa, mas ao mesmo tempo muito tranquila, pois sei que fiz uma preparação muito boa para chegar lá e concluir esse trajeto”, contou Paty, que trabalha com uma equipe multidisciplinar, com preparador físico, fisioterapeuta, nutricionista, comandada pelo treinador Renato Ribeiro, principal referência em ultramaratonas aquáticas no país na atualidade.

Patrícia Farias tem 35 anos e é a única mulher que realizou a Travessia Do Leme ao Pontal, a maior maratona aquática do Brasil (35k). Atleta federada em piscinas até os 16 anos, passou a se dedicar à natação em águas abertas em 2011, sob orientação do treinador Renato Ribeiro, um dos grandes especialistas na modalidade. A carioca tem no currículo um título brasileiro nos 10k (2013), foi vice-campeã da tradicional 14 Bis (2016), entre Bertioga e Santos, e medalha de bronze na ultramaratona aquática da Ilha do Mel (2016).

Curta a fan page: www.facebook.com/atletapatriciafarias
Siga também no Instagram: @atletapatriciafarias
O site é www.patriciafarias.com.br

FOTO: Luiz Frota