Maratona Aquática: Água quente e trajeto curto são os novos desafios de Samir Barel no Canadá

Após participar do Grand Prix do Lago Saint Jean, nadador disputa o Mundial Masters em Montreal

0

Nadar em águas abertas não é nada fácil. É preciso se adaptar rapidamente às mudanças no ambiente, das condições climáticas e de um componente imprescindível: a temperatura da água. A diferença de dois ou três graus pode parecer pouco em números, mas para quem nada a sensação é muito diferente. Neste sábado (9), o maratonista aquático Samir Barel irá testar toda sua versatilidade nas águas do Canadá. Logo após encarar os 16 graus do lago Saint Jean, na província de Quebec, durante a quarta etapa do Grand Prix da FINA, o nadador irá competir em Montreal, na raia de remo na Ilha de Notre Dame, com temperatura entre 24 e 26 graus, no Mundial de Masters.

“A baixa temperatura interfere diretamente na estratégia e na sensação de conforto durante a prova. No caso de Montreal, a diferença de 6 a 8 graus é muito grande e com certeza trás um conforto muito maior, pois essa temperatura não é tão baixa a ponto de sentir frio e travar a musculatura e também não é tão quente a ponto de relaxar demais e perder eficiência do nado”, relata o atleta de 31 anos, que ficou em 10º lugar no GP do Lago Saint Jean.

Além disso, o nadador terá pela frente um trajeto de 3 quilômetros, ou seja uma prova bem mais rápida e de maior intensidade do que os 32 mil metros enfrentados no lago Saint Jean.

“Terei que nadar com mais força e trabalhar a perna para que meu nado fique mais alinhado, possibilitando um desempenho melhor. Minha estratégia é me manter com o grupo principal até a metade da prova. Se tudo der certo, conseguirei aumentar o ritmo no segundo trecho e chegar bem colocado na minha categoria, 30-34 anos”, finaliza o maratonista aquático, que recentemente saiu vitorioso do continente norte-americano, vencendo os 45 quilômetros da tradicional Volta na Ilha de Manhattan.

Samir Barel é natural de São José dos Campos (SP), mas reside em Campinas (SP), onde mantém sua base de treinamento na ELO Academia. Praticante de maratona aquática desde 2007, Barel já foi campeão e recordista brasileiro nas provas 50 e 100 m livre e 200 m medley no final da década de 1990. É o atual líder do Circuito Paulista de Maratona Aquática, tendo vencido as cinco etapas, e recentemente subiu ao topo do pódio nas duas primeiras etapas da Copa do Brasil de Maratona Aquática.