Fórmula E: GEOX Dragon mantém Max Gunther no lugar de Felipe Nasr em Paris

0
Felipe Nasr (BRA), GEOX Dragon Racing, Penske EV-3

Após ter substituído o brasileiro Felipe Nasr no ePrix de Roma, Maximilian Gunther seguirá na GEOX Dragon para a próxima etapa em Paris.

O Brasil continuará com apenas dois pilotos no grid da Fórmula E para a próxima etapa em Paris. A GEOX Dragon confirmou que o alemão Maximilian Gunther seguirá na equipe, substituindo o brasileiro Felipe Nasr.

Isso já havia ocorrido no último fim de semana, quando a Fórmula E correu em Roma. Na ocasião, houve um conflito de datas entre o mundial de carros elétricos e a IMSA (campeonato de protótipo norte americano).

Justamente pelo fato do piloto brasileiro priorizar o programa da Action Express Racing no IMSA, a GEOX Dragon optou por manter Max Gunther no cockpit, para que Felipe Nasr possa manter o foco na defesa do título.

A GEOX Dragon começou a temporada com Maximilian Gunther como piloto oficial ao lado do argentino José María Lópes, porém foi substituído após três etapas pelo brasileiro Felipe Nasr.

Por sua vez, Felipe Nasr não teve um desempenho que chamasse a atenção: após um 19º lugar em Santiago, sua etapa de estreia na Fórmula E, o brasileiro não conseguiu terminar as duas corridas seguintes.

Maximilian Gunther retornou na etapa passada disputada em Roma, e após ter largado em quinto lugar, se manteve entre os dez primeiro durante boa parte da prova, quando acabou sofrendo duas punições e terminou em 19º lugar.

A melhor posição de um piloto da GEOX Dragon na temporada, foi um nono lugar de José María Lópes no ePrix de Santiago.