Fórmula E: Buemi vence o ePrix de Nova York e decisão do título é adiada

0
Foto: Fórmula E

Depois de dois anos sem vencer, o suíço Sébastien Buemi voltou ao lugar mais alto do pódio, vencendo o primeiro ePrix de Nova York deste fim de semana. Mitch Evans e Lucas di Grassi pontuam, e seguem na luta pelo título ao lado do líder Jean-Eric Vergne.

A Fórmula E viu na tarde deste sábado (13) o nono piloto diferente a vencer uma prova desta quinta temporada: foi a vez de Sébastien Buemi (Nissan e.Dams) quebrar o jejum de dois anos sem vitória, e vencer de ponta a ponta o primeiro ePrix de Nova York deste fim de semana.

“Já tinha um tempo que não vencia uma prova na Fórmula E [dois anos], estou emocionado. Com certeza dedico esta vitória ao meu chefe de equipe, que vinha sofrendo algumas criticas por conta do desempenho do time”, declarou Buemi após o término da prova, dedicando a vitória a equipe Nissan, que também venceu pela primeira vez na categoria desde que passou a substituir a Renault.

Como foi a prova

Buemi venceu de ponta a ponta, uma vez que largou na pole. Ainda assim, a prova não foi fácil, uma vez que o suíço teve que segurar a pressão de Alex Lynn (Panasonic Jaguar Racing) nas primeiras voltas.

Na parte de trás do grid, Jean-Eric Vergne (DS Techeetah) e Lucas di Grassi (Audi Sport ABT Schaeffler) perderam posições, caindo para 13º e 16º, respectivamente.

Não demorou muito para acontecer os primeiros problemas na prova: os dois carros da GEOX Dragon se envolveram em um acidente com Sam Bird (Envision Virgin Racing), e enquanto Felipe Massa (Venturi Formula E Team) conseguiu evitar a confusão e subir para 13º, Vergne quebrou o bico do carro e foi obrigado a ir para os boxes, caindo para a última posição. Bird por sua vez, foi punido com o acréscimo de dez segundos ao seu tempo total ao final da prova.

Alguns minutos depois, foi a vez do carro de Alex Lynn parar na pista, e ocasionar a entrada do safety car, que aproximou todos os carros novamente.

Melhor para Lucas di Grassi, que a esta altura já era o nono colocado, e para Vergne, que estava distante dos demais pilotos e subiu para a 16ª posição, passando a mirar o top-10.

Na relargada, Buemi se manteve a frente, suportando a pressão de Alexander Sims (BMW i Andretti Motorsport). Daniel Abt (Audi Sport ABT Schaeffler) é atacado por Antonio Félix da Costa (BMW i Andretti Motorsport) e Mitch Evans (Panasonic Jaguar Racing), e ao tentar se defender, acaba errando e perdendo diversas posições.

Com isso, Mitch Evans subiu para a terceira colocação e não demorou muito para ultrapassar o segundo colocado, Sims. O britânico da Panasonic Jaguar racing chegou a esboçar alguns ataques para cima de Buemi, mas não conseguiu nenhuma chance para tentar uma ultrapassagem.

Em sua prova de recuperação, Di Grassi foi subindo de posições, até chegar a qinta colocação. Já Vergne conseguiu chegar a nona colocação e ainda cravou a volta mais rápida, porém, tudo foi abaixo no inicio da última volta da corrida, quando ao tentar uma ultrapassagem em cima de Felipe Massa, acabou errando e batendo no brasileiro, causando um acidente que envolveu mais alguns pilotos que vinham logo atrás dos dois.

Com isso, Buemi venceu, com Evans e Da Costa completando o pódio desta primeira corrida em Nova York deste fim de semana. Com o quinto lugar, Di Grassi segue na luta pelo título, assim como Buemi e Evans, além do líder Vergne, que segue com boa vantagem na classificação em relação ao segundo colocado: 22 pontos.

Por conta do incidente com Vergne na volta final, Felipe Massa não pontuou neste sábado.

A última prova da quinta temporada da Fórmula E será disputada amanhã a tarde em Nova York, a partir das 17h.

Confira abaixo, a classificação do campeonato de pilotos:

Confira a classificação do Campeonato de Equipes: