CBVela apoia institucionalmente a Semana de Vela de Ilhabela

0
CBVela Inaugura Nova Sede na Marina da Glória. - Bicampeões olímpicos, Torben Grael e Marcelo Ferreira são homenageados em cerimônia de inauguração da nova sede. E também na assinatura da renovação do contrato do Bradesco como patrocinador máster da Confederação. - Brasil - rj - Rio de Janeiro - Marina da Glória - - www.inovafoto.com.br - id:129130

A CBVela – Confederação Brasileira de Vela – apoia mais uma vez a Semana de Vela de Ilhabela, evento náutico marcado para o período de 20 a 28 de julho. A competição reúne atletas profissionais, amadores e iniciantes na modalidade em diversas classes de oceano. Mais de 100 regatas estão programadas para esta edição. Por ter o maior número de praticantes, a vela oceânica tem, segundo a entidade, uma importância fundamental para o esporte brasileiro, ajudando a revelar futuros competidores.

“Nós temos que pensar que em primeiro lugar que a vela oceânica é a que concentra o maior número de velejadores no Brasil. É uma vela que está presente desde o Rio Grande do Sul até o Nordeste, e envolve sempre tripulações numerosas. É a porta de entrada de muitos praticantes do nosso esporte”, disse Marco Aurélio Sá Ribeiro, presidente da CBVela. ”Ilhabela é um grande centro de desenvolvimento de vela e outros esportes no Brasil. Local de competições importantes, como mundiais, Copa do Brasil e a Semana de Vela de Ilhabela, uma das mais tradicionais”.

A Semana de Vela de Ilhabela tem classes de barcos iguais, os chamados monotipos, e os diferentes, que precisam de uma equação para apontar o vencedor das regatas. Isso abre espaço para tripulantes mirins, amadores e profissionais competirem em uma mesma raia.

”Permite que a gente forneça diversão, tanto para aquele atleta que sai de uma equipe olímpica e vai para classe oceânica, que é uma competição de alta performance, e até um meio para se manter. E uma classe amadora também pode conviver com esses campeões, como Robert Scheidt, Torben Grael, e como toda nossa equipe olímpica. Poder competir em uma mesma competição com esses ídolos é algo que só o nosso esporte pode oferecer”, reforçou o representante da CBVela.

Ouça o PODCAST com a entrevista do presidente da CBVela

Marco Aurélio Sá Ribeiro já disputou a Semana de Vela de Ilhabela e espera no futuro voltar às disputas. Agora como dirigente, trabalha para colocar a vela nacional em um patamar de nível internacional. O Brasil é uma das referências nas classes olímpicas, ganhando medalhas seguidamente desde Atlanta 1996 e a última foi o ouro de Martine Grael | Kahena Kunze (49erFx) na Rio 2016. No oceano, velejadores e barcos brasileiros já fizeram história como Torben Grael na volta ao mundo e o Wa Wa Too na Fastnet. Saiba mais sobre o troféu da Semana de Vela de Ilhabela 2018.

“Eu estive presente nas últimas quatro edições da Semana de Vela em Ilhabela. Apenas uma vez não fui desde que assumi a presidência da CBVela, porque tive uma viagem de trabalho. Então, é uma competição para encontrar todos os seus amigos e velejadores do Brasil inteiro. É um grande ponto de encontro da vela nacional. É um lugar maravilhoso para competir. É um campeonato tão disputado. Começa com a regata de Alcatrazes, que é bem disputada e longa. Então, é algo que pretendo ver, depois que deixar de ser dirigente, poder participar da parte atlética, esportiva do evento. Esse ano estarei na Semana de Vela de Ilhabela, na premiação, porque temos que prestigiar essa competição sempre”, finalizou Marco Aurélio Sá Ribeiro, presidente da CBVela.

Mais informações:
Site oficial – svilhabela.com.br
Facebook – svilhabela
Twitter – svilhabela
Instagram – svilhabela
Youtube – Semana de Vela de Ilhabela