Volvo Ocean Race: Team Alvimedica ganha pontos por ter ajudado barco encalhado

0
271
O júri da Volvo Ocean Race definiu, nesta terça-feira (30), que o Team Alvimedica foi o quarto colocado na segunda etapa da Volta ao Mundo. A mudança do resultado foi uma compensação dada à equipe turca/norte-americana por ter alterado sua rota para ajudar o Team Vestas Wind, barco que encalhou numa ilha do Oceano Índico no fim do mês de novembro. O tempo utilizado para prestar socorro aos companheiros de regata foi retirado e, segundo a nova contagem, o Team Alvimedica ficou em quarto, mesmo posto do que o espanhol MAPFRE. Ambos saíram com quatro pontos perdidos.

O comandante Charles Enright se mostrou satisfeito com a decisão após a reunião das equipes em Abu Dhabi, local da largada da terceira etapa da Volvo Ocean Race. Segundo ele, sua equipe perdeu tempo e deixou de aproveitar condições favoráveis de navegação para se dirigir à zona do incidente com o Vestas. “Obviamente, nós estamos muito satisfeitos com a decisão. Mas vale dizer que só percorremos 20% da Volvo Ocean Race e temos muito a fazer. É bom ter o ponto, mas é um pequeno passo em uma grande jornada”.

O júri teve participação direta da ISAF – Federação Internacional de Vela – e foi presidido por Bernard Bonneau.

A classificação final da segunda etapa, entre a África do Sul e os Emirados Árabes Unidos, ficou na ordem a seguir: Team Brunel, Abu Dhabi Ocean Racing, Dongfeng Race Team, MAPFRE, Team Alvimedica e Team SCA. O Team Vestas Wind abandou a perna.

Neste sábado (3), os barcos disputam a regata In-port de Abu Dhabi. No dia seguinte, a flotilha parte para Sanya, na China, para a terceira etapa da Volvo Ocean Race.
Classificação atualizada:

1) Team Brunel (Holanda) 4 pontos.
2) Abu Dhabi Ocean Racing (EAU) 4 pontos
3) Dongfeng Race Team (China) 4 pontos
4) Team Alvimedica (Turquia/EUA) 9 pontos
5) MAPFRE (Espanha) 11 pontos
6) Team SCA (Suécia) pontos