Toronto 2015: Triatleta Eduardo Lass tenta neste domingo vaga no Pan-Americano

Primeiros colocados da prova em Monterey, no México, garantem vaga do país no evento no Canadá

0
430

O triatleta Eduardo Lass tem uma missão neste domingo (7), em Monterrey, no México: classificar o Brasil para os Jogos Pan-Americanos de Toronto-2015. Considerado uma das revelações do Brasil na modalidade, o atleta paranaense está confiante em cruzar a linha de chegada do Festival Olímpico de Triathlon entre os líderes. A regra diz que apenas os dois primeiros colocados do masculino e feminino garantem as vagas para os seus países.

A prova mexicana será na distância olímpica, ou seja, 1.500 m de natação, 40 quilômetros de ciclismo e 10 quilômetros de corrida. Além dos 50 adversários da América, Eduardo Lass terá o calor mexicano acima de 30 graus para lidar. “Acredito que o calor será uma das partes a serem superadas durante a prova. Além disso, os atletas mais veteranos deverão impor um ritmo forte lá na frente. Mas estou bem preparado e confiante para fazer uma ótima prova”, disse o atleta de 22 anos, beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

A última prova de Eduardo Lass foi a Copa do Mundo de Triathlon na China, no final de julho. Após mais de um mês de treinos, o atleta intensificou os treinos de corrida. “Fiz treinos mais específicos na corrida. E, nessas duas últimas semanas que antecederam a prova, também estou priorizando a natação, que promete ser forte”.

Além de Eduardo Lass, a elite brasileira no México terá Diogo Sclebin e Iuri Vinuto. No feminino, as candidatas são Luisa Baptista e Priscila Rocha.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.