Home Tags Posts tagged with "thiago pereira"

thiago pereira

Durante um evento especial na noite de terça-feira (13/06) em São Paulo, a SWIM CHANNEL realizou um pré-lançamento da edição#28. Seguindo a nova linha editorial do conceito “revista-livro“, que tem como objetivo trabalhar com conteúdo atemporal e explorar ao máximo um assunto específico, o tema da revista foi Thiago Pereira. Através de oito matérias diferentes, escritas pela equipe da SWIM CHANNEL, a publicação abordou vários momentos da carreira de Thiago, além de listar todos os seus principais resultados ao longo da vitoriosa carreira. A edição traz ainda uma entrevista exclusiva com o medalhista olímpico.

A festa de lançamento aconteceu no B.A.R. Bar Arte e Restaurante e contou com a presença de diversos nadadores e personalidades da natação e esporte nacional, além do próprio Thiago que assinou alguns exemplares e fez um breve discurso de agradecimento para os convidados falando sobre revista.

A capa da edição #28 é assinada pelo diretor de arte da SWIM CHANNEL, Klaus Bernhoeft e a imagem é de autoria do fotógrafo Gabriel Félix. Outras fotos de Satiro Sodré, da SSPress, recheiam a edição.

Entre os assuntos que o leitor vai encontrar na SWIM CHANNEL estão uma entrevista exclusiva com o medalhista olímpico, um histórico com todos os resultados e tempos da carreira de Thiago, a vitoriosa campanha da medalha olímpica em Londres-2012, o recorde de pódios pan-americanos e muito mais. As revistas já estão disponíveis para venda através do site oficial da SWIM CHANNEL.

O medalhista olímpico Thiago Pereira anunciou, nesta quarta-feira (29), durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, seu adeus da natação após mais de 15 anos como atleta profissional. O nadador de Volta Redonda (RJ) é o maior vencedor da modalidade na história do Brasil, com medalhas em todos os principais eventos nacionais e internacionais da natação. A prata olímpica em Londres 2012, o recorde de pódios em Jogos Pan-Americanos – com 23 medalhas, três medalhas em mundiais de longa, além das inúmeras conquistas locais falam por si só.

”Me sinto realizado. Ás vezes com 15, 16 anos a gente não sabe onde vai chegar, mas hoje olho para trás e bate aquela sensação de que realmente valeu a pena. A gente abre mão de muita coisa, encontros familiares, festas e na maioria das vezes a gente não chega lá. O esporte é uma carreira dura e difícil, então a pergunta é: Por que fazemos isso? Por que praticamos todos os dias essa emoção que é viver os centésimos entre o toque na placa e o olhar no placar, que nos separa de um sonho. São as melhores sensações do mundo. Isso sem falar nas amizades construídas durante todo esse período, não só no Brasil mas em todo o mundo. Antes de mais nada me sinto muito feliz pois sei que fiz o meu melhor. Agora estou disposto para enfrentar os próximos desafios e que venham as batalhas”, disse o nadador.

Fora das piscinas, Thiago Pereira tem uma atuação destacada, sendo vice-presidente da comissão de atletas da FINA (Federação Internacional de Natação), integrante do comitê da ODEPA (entidade que administra o esporte na América) e pioneiro na realização de clínicas de natação de alto-rendimento. O medalhista olímpico lembra ainda que se aposenta das competições e não da natação.

”A natação vai ser minha vida pra sempre. Meu objetivo a partir de agora será contribuir para o fomento da natação competitiva. Algumas coisas já estão acontecendo, como o Thiago Pereira Swim Camp e o Troféu Thiago Pereira. Venho também me preparando para dar palestras. Além disso, pretendo levar a mensagem de que nadar salva vidas. Muitas das pessoas não sabem, mas, o Brasil é o terceiro país com o maior número de mortes por afogamento, ficando atrás do Japão e da Rússia. Por isso, vou seguir trabalhando forte para ajudar meu país à diminuir esse índice”

A trajetória

O nadador mais completo da história da natação brasileira começou sua carreira em Volta Redonda, sua cidade natal, defendendo o Clube dos Funcionários. Sempre incentivado pela mãe Rose Vilela, o garoto disputou em 1998 seu primeiro campeonato oficial com um bronze nos 100 m livre (1min11). Em 2002, já defendendo o Minas Tênis Clube, Thiago obteve suas primeiras medalhas no Troféu Maria Lenk, antigamente chamado de Troféu Brasil. Prata nos 200 m medley (2min06s33), 400 m medley (4min33s06) e 200 m peito (2min18s84). Em 2003, o atleta faturou seu primeiro título nacional absoluto: ouro nos 400 medley (4min24s74). Ele nunca mais perdeu a prova que anos mais tarde seria a da prata olímpica!

A sua primeira participação em Jogos Pan-Americanos foi em Santo Domingo 2003 com duas das 23 medalhas que ganhou. A estreia de Thiago Pereira em Mundiais de longa foi em Barcelona 2003. Um ano depois, ele se classificou pra olimpíada de Atenas 2004, chegando até a Rio 2016 em todas as finais dos 200 m medley. Thiago foi campeão mundial piscina curta em Indianápolis 2006 nos 200 medley.

Mas foi a prata olímpica em Londres 2012, batendo nada mais nada menos que Michael Phelps, o momento mais importante de sua carreira. ”Foi a realização de um sonho, uma medalha que tanto merecia saiu em 2012 naquele 400 m medley, a prova mais difícil de todas”.

Thiago Pereira nadou pela última vez no Troféu José Finkel 2016 na piscina do Clube Internacional de Santos, mas foi na final olímpica da Rio 2016 que o atleta fechou sua trajetória de sucesso na modalidade. Foi contra o maior atleta olímpico de todos os tempos, Michael Phelps, que o brasileiro rivalizou até a última virada. Ele confessa que ouvir os gritos de Vai, Thiago durante os 200 m medley da Rio 2016 foi um dos momentos mais emocionantes de sua carreira.

As conquistas de Thiago Pereira

* 724 medalhas somadas de 1998 à 2016
* Maior vencedor brasileiro e sul-americano de provas da Copa do Mundo da FINA (38 vitórias)
* 12º maior vencedor de provas na Copa do Mundo da FINA (38 vitórias)
* Rei da Copa do Mundo de 2010 e único latino americano a conquistar o título
* Brasileiro com o maior número de vitórias (12) em provas de Grand Prixs dos Estados Unidos
* Maior medalhista brasileiro em competições internacionais – 34 medalhas entre Mundiais (piscinas Curta e Longa), Jogos Olímpicos, Jogos Pan-Americanos e Pan Pacífico
* Maior medalhista da história dos Jogos Pan-Americanos entre todos esportes e países (23 medalhas)
* Segundo maior medalhista de ouro da história dos Jogos Pan Americanos atrás apenas do ginasta cubano Erick Lopez – 15 medalhas de ouro.
* Por duas vezes o maior medalhista brasileiro em Jogos Pan-Americanos com o recorde de 8 medalhas numa mesma edição, no Rio 2007 e em Guadalajara 2011.
* Único brasileiro finalista olímpico quatro vezes na mesma prova (200 m medley).
* Nadador brasileiro com mais finais individuais olímpicas (6 finais).
* Maior vencedor da história de uma mesma prova no Troféu Maria Lenk, os 400 medley por 13 anos consecutivos.
* Único nadador brasileiro medalhista em campeonatos nacionais absolutos nos quatro estilos.
* Segundo maior vencedor da natação no Prêmio Brasil Olímpico (três vezes).
* Bicampeão do Prêmio Brasil Olímpico como melhor atleta do ano.
* Swimmer of the Year pela Swimming World Magazine em 2007.
* Recordista mundial 100 medley em piscina curta em 2007.

Se você está em dúvida, abaixo relacionamos 10 bons motivos para você fazer a sua inscrição no Thiago Pereira Swim Camp terceira edição de 15 a 21 de janeiro em São Paulo.

10) O local
p1apbh8u7f20i15441fnt1hc11su04

O Centro Paralímpico Brasileiro é o melhor complexo esportivo do país. Uma piscina de 50 metros com 10 raias, outra de 25 metros com 6 raias, blocos de partida Myrtha e o revolucionário sistema de luzes para ajuste de ritmo no fundo da piscina.

09) O programa

unknown-17

Baseado no programa de Swim Camps nos Estados Unidos, o Thiago Pereira Swim Camp trouxe para o Brasil um programa diferenciado, oferecendo treinamento individualizado e específico para o início de temporada, foco na parte técnica, trabalho aeróbico e fundamentos. Tudo isso em alto astral num ambiente divertido e de grande motivação.

08) O staff

unknown-9

Coach Alex Pussieldi comanda uma equipe qualificada de profissionais com o grupo de atletas sendo dividido em equipes de acordo com a idade e nível técnico. Para um melhor serviço, uma média de 10 atletas para cada profissional do programa oportunizando um trabalho ainda mais específico.

07) A família

unknown-15

Thiago Pereira Swim Camp traz uma proposta de integrar a família em torno do esporte. Abrimos e fechamos o evento reunindo os pais para palestras educadoras na formação dos atletas. Todo este esforço sem esta integração não estaria completo.

06) A oportunidade

unknown-13

Pela primeira vez no Brasil, nadadores paralímpicos e convencionais participarão de um programa combinado. Divididos de acordo com suas habilidades e nível de performance, o TPSC3 traz um avanço na inclusão do esporte como grande legado da experiência do Rio 2016.

05) As avaliações

unknown-12

O Thiago Pereira Swim Camp oferece avaliações individualizadas feitas pelo nosso biomecânico Samie Elias que analisa os nados e fundamentos dos atletas com a utilização do sistema Aquanex realizando uma reunião com cada atleta ao final do programa na indicação de educativos e exercícios para correção de suas técnicas.

04) O período

unknown-11

Início de ano, isso mesmo, oportunidade para os ajustes técnicos, começar a temporada de forma adequada, nadando corretamente e fortalecido para encarar este 2017 fazendo o melhor ano de sua carreira. Por conta do período, o programa é focado na correção dos nados e fundamentos e em cargas progressivas adequadas para o início da temporada.

03) As palestras

unknown-8

Campers e pais vão ter a oportunidade de assistir profissionais integrados com a carreira e a preparação de Thiago Pereira no seu treinamento olímpico. Diariamente um convidado estará apresentando detalhes do trabalho feito com Thiago.

02) O Troféu Thiago Pereira

thumbnail_14-jpg

Thiago Pereira é sinônimo de medley, assim, o nosso programa é focado em desenvolver todos os quatro nados. Aproveitando o início de temporada as palestras e treinamento vai oportunizar a todos participantes o desenvolvimento da técnica adequada. No encerramento do camp, realizamos o Troféu Thiago Pereira onde todos os nadadores irão competir nos quatro nados.

01) Thiago Pereira

unknown-2

O maior medalhista panamericano da história, atleta medalhista olímpico, Thiago Pereira é a atração principal do programa. Ele atua diretamente com todos os campers, todos os dias ele participa de atividades determinadas, seja em treinamento, em palestras, em apresentações. É uma experiência única!

Inscrições seguem abertas no site www.thiagopereiraswimcamp.com.br e você pode pagar o Camp em até 12 vezes.

 

Há muito espaço para se explorar na natação
Olá amigos leitores do LANCE! Volto a escrever no Espaço dos Campeões, uma coluna que pude colaborar durante todo ciclo olímpico da Rio 2016 com informações sobre a natação e minha preparação para este que foi um dos eventos mais importantes da minha carreira. Quem me acompanha nas redes sociais sabe que adoro dar dicas e passar um pouco do que aprendi nessas décadas como atleta profissional. Muitas vezes sou questionado como faço uma virada mais eficaz, como consigo uma saída de bloco mais rápida, como executar da melhor forma um estilo.
…É fundamental para evolução de qualquer atleta, seja ele profissional ou amador, buscar conhecimento! Estamos em um momento especial pra isso. Em 2015, com a ajuda de uma equipe de especialistas na modalidade liderados pelo coach Alex Pussieldi, desenvolvi minha primeira clínica de natação, os chamados swim camps – febre nos verões dos Estados Unidos.Temos tudo para formar campeões no futuro e saber que de alguma forma eu estou contribuindo para isso é muito motivador.
A terceira edição do Thiago Pereira Swim Camp acontecerá em janeiro de 2017, de 15 a 21, no Centro Paralímpico Brasileiro. Entre as várias novidade teremos a participação de nadadores paralímpicos e convencionais no mesmo Swim Camp e, pela primeira vez no Brasil, participando juntos da mesma competição: a primeira edição do Troféu Thiago Pereira. O evento que acontece no dia 21 de janeiro é aberto a nadadores federados ou não, de todas as classes, os quais nadarão todos os estilos. Além da premiação por prova, serão reconhecidos os nadadores que tiverem a melhor soma dos quatro tempos por categoria. Quem sabe em 2020 não tenha um coleguinha de raia nadando comigo honrando a bandeira do Brasil?
Estamos em um período de renovação e decisões importantes que irão definir os rumos da modalidade para Tóquio 2020. É um momento de ouvir todas as partes e buscar o melhor pra todos. Como venho dizendo, eu vou definir ano a ano meus objetivos para o próximo ciclo olímpico.
Recentemente estive no Canadá para uma reunião da FINA e torcer para os brasileiros no Mundial de Curta. Como vice-presidente da Comissão de Atletas, tive a oportunidade de passar um pouco da minha experiência olímpica e discutir com todos os executivos da entidade medidas importantes para fazer com que a natação e os esportes aquáticos evoluam.
É isso, pessoal. Em breve voltamos aqui pra falar mais de natação e aproveito, mais uma vez, para convidá-los a nadar comigo em janeiro, na cidade de São Paulo. Feliz Natal e um Feliz 2017. #VaiThiago

O medalhista olímpico Thiago Pereira anuncia a realização da terceira edição de sua clínica de natação, entre os dias 15 e 21 de janeiro de 2017, no Centro Paralímpico, localizado em São Paulo (SP). A novidade da temporada 2017 do Thiago Pereira Swim Camp será o troféu, que leva o nome do atleta, no último dia de atividades. A dinâmica da competição visa incentivar o nado dos 4 estilos, principalmente nesta fase em que a especialização pode acabar prejudicando o desempenho do nadador. Os 400 jovens que se inscreverem terão seus tempos somados nos quatro tipos de nado e o nadador mais completo leva o título.

”Cada ano vamos aperfeiçoado mais o Swim Camp e levando conhecimento de natação e aprendizado aos jovens nadadores, o futuro da nossa modalidade. Clínicas como essa são importantes para a formação dos atletas na base, fazendo diferença quando se tornarem profissionais. Fico muito feliz em poder fazer história ajudando essas crianças passando um pouco do que vivenciei e treinei nessas décadas como atleta”, disse Thiago Pereira.

O Thiago Pereira Swim Camp desembarca pela primeira vez em São Paulo – as outras duas edições foram no Rio de Janeiro (RJ). Em 2017, a clínica receberá também para-atletas, que serão selecionados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), um dos organizadores do evento.

”Os inscritos serão impactados com o melhor da natação internacional. Os profissionais escalados e o próprio Thiago Pereira têm experiência para passar o melhor da modalidade aos jovens, que serão divididos em grupos de idade e performance”, explicou Alex Pussieldi, coordenador técnico do Thiago Pereira Swim Camp, que terá outros profissionais divididos entre treinadores, profissionais de natação, preparadores e biomecânicos. Atletas e para-atletas de 8 a 18 anos podem fazer parte do camp.

”Vamos usar a melhor estrutura esportiva do País, que é o Centro Paralímpico. É sem dúvida o maior legado dos Jogos Rio 2016”, completou Alex Pussieldi, que também é comentarista oficial de natação do Sportv.

O Swim Camp é sucesso absoluto na natação norte-americana, que é dona do maior número de conquistas olímpicas na modalidade. As atividades sempre ocorrem nas férias – assim como o TPSC – e reúnem milhares de nadadores em centenas de programas ao redor do país. As inscrições serão abertas em breve no site www.thiagopereiraswimcamp.com.br e as vagas são limitadas.

Mais informações sobre o programa você encontra no www.thiagopereiraswimcamp.com.br
Mais informações sobre Thiago Pereira no site: www.thiagopereira.com.br
Siga Thiago Pereira no Twitter: @ThiagoPereira
A página oficial do atleta no Facebook é ThiagoPereiraOficial
E veja as fotos do nadador no Instagram: @OficialThiagoPereira

Foto: Ricardo Sodré

Contatos:
Flávio Perez
flavio@thiagopereira.com.br
Tel: +5511999498035
www.onboardsports.com.br

Thiago Pereira confirmou sua intenção de nadar a Olimpíada de Tóquio 2020. E para chegar à sua quinta edição dos Jogos, a preparação começa agora, justamente após a Rio 2016. A primeira competição no calendário do medalhista olímpico será o Campeonato Brasileiro Absoluto / Taça Correios / 45º Troféu José Finkel, na semana que vem, de 12 a 17 de setembro, no Clube Internacional de Regatas, em Santos (SP). O evento vale vaga para o 13º Mundial de Piscina Curta de Windsor, no Canadá, em dezembro. ”Vamos traçar os planos para os próximos Jogos depois do Troféu José Finkel, ou seja, a partir do fim da semana que vem. A torcida de todos foi fundamental para a minha decisão de seguir para mais um ciclo olímpico”, disse Thiago Pereira. ”Até quando meu corpo aguentar e ainda estiver competitivo, vou defender o Brasil nas piscinas”.

No José Finkel, Thiago Pereira estreia na terça-feira (13) nas provas dos 100 m medley e dos 100 m borboleta. O nadador volta na sexta-feira (16) nos 200m medley masculino. Apesar de participar da seletiva para o Mundial de Curta, Thiago Pereira não irá participar dessa competição. No entanto, o atleta quer ganhar mais medalhas no Mundial de piscina longa. ”Indo até 2020, eu com certeza vou nadar as competições principais do ciclo olímpico, como os Mundiais de 2017 e 2019 e os Jogos Pan-Americanos”.

Thiago Pereira tem 30 anos e é natural de Volta Redonda (RJ). É dono de 23 medalhas pan-americanas, um recorde histórico. São quatro olimpíadas na carreira do nadador. Em Londres-2012, o atleta se tornou vice campeão olímpico na prova dos 400 m medley. O medalhista olímpico também é vice-presidente da Comissão de Atletas da FINA – Federação Internacional de Natação – e integrante das Comissões de Atletas do COB – Comitê Olímpico Brasileiro – e da Odepa – Organização Desportiva Pan-Americana. Thiago é patrocinado por Correios, Speedo, P&G e Minas Tênis Clube.

Foto: Satiro Sodré / SSPress

Thiago Pereira fez, neste domingo (05), sua última prova antes da Rio 2016. O atleta do Fiat Minas Tênis Clube fechou o ciclo de competições com a medalha de ouro nos 200 m medley do Grand Prix de Santa Clara, nos Estados Unidos. O brasileiro nadou sua principal prova em 1min57s77 e de quebra fez seu melhor tempo este ano, mesmo estando numa fase ‘pesada’ de treinos, onde os tempos mais baixos são menos comuns. Para se ter uma ideia, na seletiva olímpica – Troféu Maria Lenk – de abril, Thiago Pereira fez 1min57s91.

“Não esperava nadar tão bem nesta fase de treinamento, gostei muito da prova e do resultado. Agora está chegando a Rio 2016 e aproveito o momento para convidar a todos a acompanhar a olimpíada na minha casa”.

As parciais de Thiago Pereira nos 200 m medley do GP de Santa Clara foram: 25s21 no borboleta, 29s55 no costas, 33s87 no peito e fechou o crawl com 29s14.

O atleta também nadou outras provas no GP de Santa Clara. Nos 100 m peito (1min02s02), o brasileiro fez o melhor tempo da carreira. Thiago também caiu na água para os 100 m costas (55s29), ficando em quarto lugar.

Recordes

O resultado em Santa Clara isolou Thiago Pereira na liderança entre os brasileiros que mais venceram em GPs dos Estados Unidos. Agora são 13 medalhas de ouro. Ao todo, o atleta de Volta Redonda (RJ) tem 25 medalhas, sendo duas de prata e dez de bronze. Foram 16 participações e 70 provas nadadas. Seu melhor desempenho foi nos 200 m medley, com oito medalhas de ouro.

E o atleta tem mais recordes pelo mundo. Thiago Pereira é o maior medalhista internacional do Brasil, levando em conta os eventos de primeira linha como mundiais, olimpíadas e pans. Ele tem uma medalha de prata nas olimpíadas de Londres, três pódios em mundias de piscina longa e 23 medalhas pan-americanas.

O medalhista dos Jogos de 2012 nos 400 m medley vai para sua quarta participação em olimpíadas – Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e agora Rio 2016. O atleta cairá na água apenas nos 200 m medley no Parque Olímpico da Barra da Tijuca.
Thiago Pereira é patrocinado pelos Correios, Speedo International Ltd e P&G. O nadador defende o Minas Tênis Clube, tem 30 anos e é natural de Volta Redonda (RJ). É dono de 23 medalhas pan-americanas, um recorde histórico. Em Londres-2012, o atleta conquistou a medalha de prata na prova dos 400 m medley.

O medalhista olímpico também é vice-presidente da Comissão de Atletas da FINA – Federação Internacional de Natação – e integrante das Comissões de Atletas do COB – Comitê Olímpico Brasileiro – e da Odepa – Organização Desportiva Pan-Americana.

Olá leitores do LANCE! Antes de escrever sobre a fase final de preparação para a Rio 2016 e a conquista da vaga para minha quarta olimpíada, eu não posso deixar de falar sobre a chegada da tocha olímpica ao Brasil e a oportunidade de ter conduzido o símbolo dos Jogos Olímpicos dentro do meu próprio país. Uma honra e emoção indescritível! Com certeza uma injeção de estímulo pra essa reta final de preparação. Nós atletas nos preparamos em todo esse ciclo como nunca. Vocês podem ter certeza de que vamos lutar muito, vamos nadar muito, correr muito, jogar muito. Vamos brigar até a última gota de suor por cada milésimo de segundo,por cada centímetro, por cada esforço a mais necessário para alcançarmos o melhor resultado para o nosso Brasil. Antes de mais nada, acho que precisamos voltar a ter orgulho da nossa bandeira, voltar a ter esperança no nosso país e sentir a força do verde e amarelo dentro de nós.

Vamos lembrar de tudo o que Ayrton Senna fez, do orgulho que ele tinha da nossa bandeira, de vestir o nosso uniforme e lutar até o fim pelo Brasil. Acho que essa vai ser a grande mensagem que vai ficar para quem estiver presente nos Jogos e para aqueles que estiverem assistindo e torcendo. Aliás, sendo o assunto torcida, quero aproveitar a oportunidade e convocar a todos que não puderem estar presentes no Rio que assistam e torçam de onde estiverem. Vale a energia positiva de todos e sentir essa vibração fará sim a diferença.

Escrevo essa coluna de Flagstaff nos EUA, o conhecido “treinamento em altitude”. Parte da seleção fará um camp por aqui visando melhorar o desempenho e aprimorar a performance. Sempre digo que falta pouco tempo, mas ainda falta muito treino, preparação e muita dedicação até lá. Em 80 dias muita coisa acontece e no alto rendimento cada braçada faz diferença. Falando nisso, hora de ir pra água!! Não esqueçam de treinar os gritos também porque Rio 2016 está mais perto do que nunca… Até o mês que vem e #vaithiago #vaibrasil!