Home Tags Posts tagged with "Skate Run"

Skate Run

Leia a coluna do Espaço dos Campeões escrita por  Dárcio França, sócio-diretor da agência Youp e um dos organizadores da Skate Run
Olá Leitores do LANCE! Atualmente, o Brasil tem cerca de 8,5 milhões de skatistas de todas as idades e praticantes de diversas modalidades. Somos o segundo maior mercado do planeta, atrás apenas dos Estados Unidos. Quando se trata de profissionais, somos uma potencia com destaque nas principais modalidade, tanto masculino quanto feminino. Esse público é dinâmico e sempre antenado em novidades. Gerar coisas novas é o segredo do sucesso. Em 2013 foi criada a Skate Run, que logo em sua primeira edição contou com a participação de mais de 4 mil competidores e aproximadamente 5 mil espectadores prestigiando o evento. Hoje esse número deve aumentar. Vamos expandir o Skate Run para outras cidades.
A ideia é agregar skatistas de todas as modalidades, ambos os sexos, de todas as idades e níveis técnicos, principalmente para aqueles que nunca participaram de um evento. Por isso, a regra é simples: fazer o menor tempo possível os 8km da prova. Todos participantes tem suas marcas cronometradas por chip.
Assim a Skate Run ficou reconhecida como maior corrida de skate do mundo.
Mas além da competição, ou melhor, a grande maioria está lá pra se divertir também. Acompanhado da namorada ou namorado, com o pai ou a mãe, com o filho ou filha, com os avôs, cachorro, papagaio, pode tudo, só não vale skate a motor.
Esse tipo de competição democrática  ajuda a propagar o skate para quem ainda não conhece, pois possibilita, de forma simples, a participação de quem quiser, basta querer.  Com o sucesso comprovado pelas 3 edições realizadas em São Paulo, o evento deve expandir, levando a prova para outras cidades e grandes centros urbanos, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, entre outras cidades, oferecendo assim uma nova opção aos skatistas dos quatro cantos do país. E ainda, mantendo a tradição da prova na capital paulista e se tornar a “São Silvestre” do skate, o grande encontro entre todos os praticantes do Brasil e mesmo de outros países. Estamos trabalhando essa ideia junto com a comunidade do skate, queremos que o mundo todo ande de skate e que possamos continuar ajudando nossa modalidade a crescer e evoluir.

Se você anda ou quer andar de skate junte-se a nós! – vamos fazer com que mais pessoas possam andar de skate, se divertir com a gente, conhecer novos lugares, fazer amigos, descobrir essa diversão que não tem explicação mas que dá uma felicidadeeeeeeee!!!
Compartilhe conosco o seu momento com o skate, poste um vídeo, foto ou texto com a#TamoJuntoSkateRun
Vamos mostrar para quem não sabe, como faz bem andar de skate!

Skate Run, maior corrida de skate do mundo, decidiu inovar. A competição, que ocorre neste domingo (25) e será novamente um dos destaques da Virada Esportiva, terá um percurso inédito na sua terceira edição. Sai de cena alguns dos principais pontos do centro histórico de São Paulo, como o elevado Costa e Silva (o Minhocão) e o Estádio do Pacaembu, e entra no plano de fundo o Parque do Ibirapuera, uma das mais importantes áreas de lazer da capital paulista, e a Avenida Rubem Berta, ao lado do famoso corredor norte-sul, uma das grandes vias da cidade. A largada está marcada para as 7h em frente ao portão 10 do parque.

“Desde o início a nossa ideia era fazer a prova no Ibirapuera, grande reduto de skatistas e amantes da natureza. Graças ao sucesso das duas primeiras edições alcançamos mais essa conquista. O parque tem tudo a ver com a proposta da Skate Run que é promover a união de todas as gerações em prol da saúde e da qualidade de vida, e tenho certeza que teremos um evento ainda melhor e histórico para o skate nacional”, afirma Fernando Amaral, o Bhathmann, pentacampeão de downhill e um dos idealizadores da prova.

Assim como as edições anteriores, a prova terá percursos de 8km para profissionais e amadores, além de um trajeto de 3km para aqueles nunca participaram de uma competição ou apenas querem “dar um rolê” com a família e amigos. Os participantes irão contar com uma infra-estrutura de ponta, com postos de hidratação, equipe médica para atendimento emergencial, segurança em todo o trajeto, além do apoio da Arena Skate Run & Fun, montada dentro do Parque, ao lado do Museu Afro Brasil, com a melhor pista de street e mini-ramp desmontável do Brasil e muitas atividades antes, durante e após o evento.

“A principal vantagem de estar no Ibirapuera é que lá poderemos acomodar melhor os skatistas, seus familiares, amigos, uma vez que a largada e chegada serão no mesmo local, o que facilita muito a logística e também favorece um melhor acompanhamento da prova. Como a corrida é muito rápida, optamos por oferecer mais atividades para a galera interagir e ainda fazer com que as pessoas tenham mais contato com a cultura e o mundo do skate”, finaliza Bhathmann

História

No primeiro ano da corrida, em 2013, a prova bateu a incrível marca de mais de 4 mil inscritos e uma média de 6 mil participantes. Ano passado foram registradas 5.645 inscrições e no dia da prova, mesmo com chuva, cerca de 8 mil pessoas prestigiaram o evento.

Credenciamento de Imprensa

Os interessados em cobrir a maior corrida de skate do mundo, Skate Run 2015, deverão enviar um e-mail paraandressa@onboardsports.com.br, com nome completo, telefone para contato e veículo que representa até sexta-feira (23).

A Skate Run é uma realização da Confederação Brasileira de Esportes Radicais, com apoio do Ministério do Esporte através da Lei de Incentivo ao Esporte, Prefeitura Municipal de São Paulo por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Recreação e patrocinado por Riachuelo. A comercialização é da XYZ. #mantenhaOimpulso

Mais informações na página oficial do evento: www.skaterun.com.br
Siga também nas redes sociais:
facebook.com/skaterun
@skaterunoficial para twitter e instagram

A Skate Run, maior corrida de skate do mundo, está marcada para o dia 25 de outubro nas ruas e avenidas de São Paulo, mais uma vez durante o fim de semana da Virada Esportiva. A grande novidade é o novo percurso. A largada do evento, que atraiu mais de 6 mil pessoas no ano passado, dessa vez será na Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – na frente do Portão 10 do Parque Ibirapuera. As distâncias foram confirmadas em 8 km para os atletas profissionais e também amadores e 3 km para quem quiser curtir a experiência de participar da Skate Run 2015. O percurso passará pela Av. Rubem Berta, um dos principais corredores da cidade de São Paulo.

O processo de inscrição é gratuito e obrigatório, e pode ser feito no site oficial do evento em www.skaterun.com.br . Vale lembra que o uso do capacete é obrigatório em todos os percursos. Tanto os atletas mais rápidos do grupo de profissionais quanto da categoria amador receberão premiações.

Outra novidade será a arena Skate run & fun que será montada dentro do Parque Ibirapuera ao lado do museu Afro Brasil nos dias 24 (das 9h às 17h) e 25 (das 9h -15h).

Neste espaço, os skatistas irão encontrar a melhor pista de street e mini-ramp desmontável do Brasil. Para utilizar essas pistas, os participantes precisam apenas preencher um formulário e se divertir. As sessões serão divididas por baterias e será considerada a ordem de chegada de cada participante.

História

Realizado pela primeira vez em 2013, o evento atraiu 4.072 inscritos com uma média de 6.000 participantes. A prova fez parte da Virada Esportiva da cidade de São Paulo, em setembro daquele ano, e foi considerada um dos destaques da atração.

No ano passado, a Skate Run também ocorreu em setembro, durante a Virada Esportiva, e registrou 5.645 inscrições. Mesmo com o dia chuvoso, 6.000 pessoas estiveram presentes.

O skate

Uma pesquisa divulgada no ano passado pela SGI (Sporting Good Inteligences) Europe, publicação sediada na França, constatou que o skate é o esporte que mais cresce no mundo e o segundo mais praticado no Brasil, movimentando anualmente R$ 1 bilhão em território nacional.

De acordo com o levantamento, 73% dos praticantes são homens e o restante é composto pelo público feminino. Além disso, 42% dos adeptos são das classes A e B, enquanto que os demais são oriundos das classes C, D e E. E esta variedade e alcance do skate no país pode ser constatada com o Skate Run 2015, considerada a maior corrida de skate do mundo, que chega à terceira edição com números que comprovam este crescimento e interesse do público.

A Skate Run é uma realização da Confederação Brasileira de Esportes Radicais com apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Recreação. #mantenhaOimpulso

Mais informações na página oficial do evento: www.skaterun.com.br
Siga também nas redes sociais:
facebook.com/skaterun
@skaterunoficial para twitter e instagram

Maior corrida de skate do mundo, a Skate Run 2014 foi destaque no programa Zona de Impacto, do canal SporTv, exibido na segunda-feira (20/10). Fernandinho “Bathmann” Amaral contou um pouco de sua história no downhill e de onde surgiu a ideia de criar a Skate Run.

Confira a matéria completa no link

http://sportv.globo.com/videos/zona-de-impacto//t/ultimos/v/lenda-do-skate-nacional-fernandinho-batman-conta-um-pouco-da-historia-do-downhill/3710183/

A matéria do programa Zona de Impacto será reprisada nesta quarta-feira (22/10), às 6h00 e 19h50 no Sportv 3 e às 23h15 no Sportv 1.

skaterun014

Fenômeno. Nem a chuva nem o frio foram capazes de acabar com a alegria e a disposição dos skatistas que participaram neste domingo (21) da Skate Run 2014. Mais de 8 mil fãs e praticantes mostraram a verdadeira paixão pela modalidade ao encarar o percurso de 8 e 3 quilômetros pelas ruas molhadas do centro de São Paulo. O cenário foi totalmente democrático: feras do skate, como Sandro Dias, muitas meninas, famílias inteiras e as crianças.

“Esse é o verdadeiro espírito do skate. Andar pelo simples prazer de curtir o rolê e estar com a família e os amigos. Tivemos mais de 8 mil inscritos e mesmo com a chuva atingimos um número bem próximo de participantes que o ano anterior. Isso mostra que a corrida é um sucesso e temos ainda muito espaço para crescer”, destacou Fernando Amaral, o Bathmann, pentacampeão de downhill e um dos criadores do evento.

Por questão de segurança, a competição ocorreu apenas entre os atletas profissionais. Mesmo assim, os amadores marcaram o seu tempo nos percursos de 8 e 3k.

“Os skatistas de São Paulo deram uma demonstração de que amam verdadeiramente o Skate. Choveu muito, desde a madrugada, e mesmo assim milhares vieram para rua. Nós transformamos a Skate Run em um grande passeio e todos participaram com muita alegria e muita disciplina, entendendo que as medidas tomadas foram para preservá-los, mantendo a segurança e integridade de todos”, destacou Celso Jatene, secretario municipal de Esportes de São Paulo.

Os vencedores entre os profissionais

A paranaense Georgia Kalena Bontorin foi o principal destaque de 2014. Aos 17 anos, foi a primeira mulher a cruzar a linha de chegada em 30min04. A jovem foi seguida por Reine dos Santos Oliveira – 31min04, segunda colocada, e Laura de Carvalho Alli Wilke – 35min04, terceira.

“Pratico há 5 anos e no começo minha família não me apoiava. Quem ficava do meu lado eram mais meus amigos. Mas, graças ao skate já conheci vários países e não penso em largar. Essa vitória não é só minha, mas do skate em si, demonstrando que as mulheres estão conquistando seu espaço e podem ajudar a alavancar ainda mais a modalidade”, disse aGeorgia Bontorin, que é vice-campeã mundial de Speed.

E a briga entre os profissionais do masculino foi intensa. A diferença entre o primeiro e o décimo colocado foi de apenas 1min40s. E quem brilhou foi Bruno de Araújo Miyamoto, o Japa, que terminou a prova em 19min10s.

“Foi a vitória do skate e do esporte. Liberar 8k para praticar o skate é para ser comemorado. Demorou pra gente ter um evento como esse. Estou bastante emocionado por ter feito história e me tornar campeão brasileiro de push”, disse Japa, que agora terá um desafio e tanto pela frente: descer um corrimão de 15 degraus em Goiania (GO) .

Victor Pereira Salazar e Jonas Richter, completaram o pódio em segundo – 19min12s – e terceiro – 19min32s, respectivamente.

“O percurso foi bem técnico, exigindo resistência e força, além de habilidade dos skatistas. A chuva dificultou um pouco nas curvas e tivemos que reduzir um pouco no final”, comentou o vice-campeão da Skate Run 2014, Vitor Salazar.

Depoimentos:

Skate Run mais uma vez cumpriu com seu objetivo de unir as tribos, promover a participação e fomentar a prática, independente do sexo e idade. O engenheiro Marcio Dicroce, por exemplo, fez questão de trazer a filha Valentina, de 6 anos. “Ela anda desde os 4 anos, se joga e adora fazer downhill lá no Museu do Ipiranga. Deixei meu skate no carro e vim para apoiá-la”.

Já Denise Felipe começou aos 40 anos e ressalta que o skate se mostrou uma excelente oportunidade para unir a família. “Aprendi por conta dos filhos e do marido. Fui no embalo e incentivo a todos porque é uma atividade esportiva que nos mantém unidos”, afirmou Denise Felipe, mãe de Pedro e Enzo de Abreu, casada com Gian.

As gêmeas Rebeca e Talita Sobral lembram que tiveram que romper diversas barreiras culturais para seguir na modalidade. “Fazemos parte de um grupo de jovens da igreja e para a maioria da éramos o ‘capeta’. Sofríamos muito preconceito, muitos falavam que skatista era tudo ‘maloqueiro’, vândalo. Mas a paixão pelo esporte segue falando mais alto e estamos aqui, mais felizes do que nunca. Nós quebramos paradigmas”, lembrou Rebeca, que é professora de artes e tem 22 anos.

Skate Run é uma realização da Confederação Brasileira de Esportes Radicais com apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Recreação. #euvoudeskate

Os números comprovam. O skate está se consolidando cada dia mais no cotidiano dos brasileiros. Presente no País desde 1960, a modalidade já soma mais de 4 milhões de praticantes, de acordo com dados da Confederação Brasileira de Skate (CBSK). Só na cidade de São Paulo, principal metrópole do Brasil, são mais de 400 mil pessoas mostrando que o skate não é apenas uma atividade física ou modinha, e sim uma alternativa para mobilidade urbana.

O crescimento constante, principalmente nos grande centros urbanos, justificou inclusive a criação de uma corrida exclusiva para os fãs e adeptos: A Skate Run.

A prova contou com a participação de mais de 4 mil pessoas na edição de abertura, em 2013, e com isso foi considerada o maior evento do mundo na modalidade. O sucesso na primeira corrida garantiu a realização da Skate Run 2014, marcada para este domingo (21), junto com a Virada Esportiva na capital paulista.

“Em 2013 fizemos história e vamos repetir o sucesso em 2014. Mais de 10 mil participantes são esperados no evento. Tenho certeza de que a turma do skate de outros estados virá a São Paulo andar conosco”, afirma Edson Scander, vice-presidente da CBSK.

Segundo dados da pesquisa Datafolha, realizada em dezembro de 2009, a maior parte dos domicílios que possuem praticante de skate estão nas regiões sul e sudeste. A pratica está mais difundida nas regiões metropolitanas. Além disso, também foi possível avaliar o perfil de quem anda. A idade média é de 16 anos e foi constatado que a prática tem início muito cedo, já que 25% dos praticantes têm até 10 anos. Isso reforça que afinidade da modalidade com a juventude. Mas um dado interessante é que 42% dos praticantes situam-se nas camadas mais favorecidas (classes AB). As classes DE representam apenas 8% dos entrevistados.

“A ampliação da divulgação do skate na mídia, especialmente na TV, seja pela transmissão de campeonatos em canais seja por propagandas, certamente ajudou com que a modalidade fosse mais aceita pela sociedade, consequentemente, abrindo espaço para a popularização”, ressalta Fernando Amaral, o Bathmann, hexacampeão brasileiro de skate, um dos responsáveis pela criação e organização da Skate Run 2014.

A Skate Run 2014

Com largada no Estádio do Pacaembu, a Skate Run 2014 espera reunir mais de 10 mil participantes. Os inscritos serão divididos em dois pelotões: Profissionais (8k – homens e mulheres filiados junto a CBSK), Amadores (8 km – homens e mulheres acima de 14 anos) e Passeio (3k – pais e filhos, iniciantes ou quem quer apenas dar um “rolê”). Menores acima de 14 anos devem apresentar a autorização dos pais ou responsável para participar. Já menores de 13 anos, deverão estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

A Skate Run é uma realização da Confederação Brasileira de Esportes Radicais com apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Recreação. #euvoudeskate

A mobilidade urbana certamente é um dos temas mais discutidos mais na capital paulista. Afinal, com quase 12 milhões de habitantes, a cidade anseia urgentemente por alternativas ao caos do trânsito e a má qualidade do transporte público. Disposta a colaborar para transformar a realidade dos transportes em São Paulo, a organização da Skate Run 2014, a maior corrida de skate do mundo, está fomentando a modalidade como uma opção viável e sustentável para a população.

“Além de se tratar de um meio de transporte não poluente e ser um equipamento fácil de ser transportado, possibilitando também que a pessoa ande de ônibus, trem e metrô em atrapalhar os demais cidadãos, o skate ainda promove o esporte e a qualidade de vida, incentivando as pessoas a irem ao trabalho se exercitando”, destaca Fernando Amaral, o Bhathmann, hexacampeão brasileiro de skate, um dos responsáveis pela criação e organização da Skate Run2014, marcada para próximo domingo (21), durante a Virada Esportiva, em São Paulo (SP).

Somente em São Paulo são mais de 400 mil praticantes. O sucesso da Skate Run 2013, que contou com a participação de mais de 4 mil competidores e aproximadamente 5 mil espectadores, demonstra que, mesmo com muitas calçadas, ruas e espaços públicos que necessitam de manutenção, a modalidade tem espaço para crescer e, quem sabe, contribuir para uma mudança de hábito dos cidadãos.

“O objetivo da Skate Run é unir as tribos, fazer com que as pessoas compartilhem ideias, estilos e, assim, desenhem um futuro melhor. Por isso, tanto a nova como a antiga geração canalizam esforços para mudar a realidade dos grandes centros urbanos e fazer com que a sociedade cresça de forma ordenada e equilibrada”, ressalta Bhathmann.

A Skate Run 2014

Com largada no Estádio do Pacaembu, a Skate Run 2014 espera reunir mais de 10 mil participantes. Os inscritos serão divididos em dois pelotões: Profissionais (8k – homens e mulheres filiados junto a CBSK), Amadores (8 km – homens e mulheres acima de 14 anos) e Passeio (3k – pais e filhos, iniciantes ou quem quer apenas dar um “rolê”). Menores acima de 14 anos devem apresentar a autorização dos pais ou responsável para participar. Já menores de 13 anos, deverão estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

Credenciamento de Imprensa

Os interessados em cobrir a maior corrida de skate do mundo, Skate Run 2014, deverão enviar um e-mail para andressa@onboardsports.com.br, com nome completo, telefone para contato e veículo que representa até sexta-feira (19).

A Skate Run é uma realização da Confederação Brasileira de Esportes Radicais com apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Recreação. #euvoudeskate

Olhando superficialmente, skate e corrida de rua parecem duas modalidades que não se assemelham em nada. Grande engano. “Para aprender o skate e as manobras, o praticante deve entrar num modo de superação constante, que envolve a luta contra o tempo, além do controle físico e psicológico. Isso ajuda na persistência e na determinação. Na corrida são ativados basicamente os mesmos aspectos”, afirma Fernando Amaral, o Bhathmann, hexacampeão brasileiro de skate.

Domingo (21), durante a Virada Esportiva, mais de 10 mil pessoas irão participar da Skate Run, maior corrida de skate do planeta. A prova será em São Paulo (SP) com largada no Estádio do Pacaembu, assim como outras corridas de rua.

Assim como a corrida de rua, cujo número de praticantes e eventos cresce exponencialmente, o skate também vive um momento de ascensão. Aproveitando a oportunidade, desde 2013 os praticantes têm acesso à uma experiência única e diferenciada, principalmente aqueles que nunca participaram de uma competição. A Skate Run, prova de 3 e 8 quilômetros para skatistas amadores e profissionais, tem como objetivo unir as tribos e demonstrar que o skate é uma alternativa concreta de lazer e atividade física para a população.

Outra característica bastante comum é que ambas as modalidades são acessíveis e democráticas. Pessoas de ambos os sexos e de todas as idades podem praticar, e também não é preciso um alto investimento em equipamentos. Claro que o skate para o praticante é fundamental, porém existem modelos simples e baratos para qualquer interessado, da mesma forma que um bom par de tênis para os corredores. Para iniciar, basta um “impulso”, seja com ou sem rodinhas.

“Ainda que o skate esteja associado a juventude, é comum encontrar praticantes com 50 anos de idade, conhecidos no meio como integrantes da “Geração do Skate”, pioneiros na modalidade, com seus filhos e netos fazendo manobras. Ou seja, é um ambiente extremamente familiar”, ressalta Bhathmann.

No ano passado, logo em sua edição de estreia, a prova contou com a participação de mais de 4 mil competidores e aproximadamente 5 mil espectadores prestigiando o evento. Em 2014, o evento, marcado para o dia 21 de setembro, junto com a Virada Esportiva, espera reunir 10 mil participantes e um público de 15 mil pessoas.

Destaque na Virada Esportiva

O secretário municipal de esportes de São Paulo, Celso Jatene, enfatizou, nesta quarta-feira (10), durante a coletiva de imprensa sobre a Virada Esportiva da capital, que a Skate Run é um dos principais destaques da programação do evento marcado para os dias 20 e 21 de setembro. “No ano passado, o prefeito Fernando Haddad ficou muito feliz com a iniciativa da primeira Skate Run. A modalidade e a prova estão totalmente alinhadas com a nossa proposta de ter uma Virada Esportiva mais participativa, que realmente faça o cidadão ir para a rua e se movimentar”, afirmou o secretário.

Como participar?

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas apenas por meio do site do evento www.skaterun.com.br até o dia 14 de setembro ou até atingir o número limite de atletas, determinado pela organização.

Todos que possuem um mínimo de experiência de skate estão convidados a participar. Os inscritos serão divididos em dois pelotões: Profissionais (8k – homens e mulheres filiados junto a CBSK), Amadores (8 km – homens e mulheres acima de 14 anos) e Passeio (3k – pais e filhos, iniciantes ou quem quer apenas dar um “rolê”). Menores acima de 14 anos devem apresentar a autorização dos pais ou responsável para participar. Já menores de 13 anos, deverão estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

A Skate Run é uma realização da Confederação Brasileira de Esportes Radicais com apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Recreação. #euvoudeskate

 

Maior corrida de skate do mundo será em 21 de setembro e deverá reunir mais de 15 mil pessoas

A Galeria Olido se transformou em um ponto de encontro de personalidades do skate brasileiro e mundial. A galera tinha um propósito no centro de São Paulo: lançar a Skate Run 2014, maior corrida de skate do planeta, que ocorre durante a Virada Esportiva, no dia 21 de setembro. Foi um verdadeiro encontro de gerações, com destaque para o hexacampeão mundial Sandro Dias, que também confirmou presença na prova, com expectativa de público superior a 10 mil pessoas.

O mestre de cerimônias foi Fernando Amaral, o Bhathmann, que deu seu recado. “Se você nunca andou de skate, está na hora de andar. A Skate Run é um local para você superar seus limites”.

Sandro Dias, um dos maiores nomes do skate mundial, será um dos participantes no domingo (21). “A prova é a melhor forma de começar a andar de skate, principalmente em uma via pública com segurança e com a família. Outro fato importante é a união de todas as tribos e modalidades num só evento. É um momento especial do skate”.

A largada da Skate Run 2014 será na Praça Charles Miller – Estádio do Pacaembu, às 8h30. Serão provas de 8 e 3 quilômetros e todo mundo está convidado.

O skate serve também com alternativa de meio de transporte nas grandes cidades. Dá para pegar ônibus, metrô e trem sem atrapalhar ninguém. Estamos transformando a realidade do transporte nas metrópoles“, disse Leonardo Rodrigues, presidente da Confederação Brasileira de Esportes Radiciais.

Skate Run 2014 está em sua segunda edição e logo na estreia já demonstrou todo seu potencial. Em 2013, a prova contou com a participação de mais de 4 mil competidores e aproximadamente 5 mil espectadores prestigiando o evento. Em 2014, a expectativa é reunir 10 mil participantes.

Como participar?

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas apenas por meio do site do evento(www.skaterun.com.br) até o dia 14 de setembro ou até atingir o número limite de atletas, determinado pela organização do evento.

Todos que possuem um mínimo de experiência de skate estão convidados a participar. Os inscritos serão divididos em dois pelotões: Profissionais (8k – homens e mulheres filiados junto a CBSK), Amadores (8 km – homens e mulheres acima de 14 anos) e Passeio (3k – pais e filhos, iniciantes ou quem quer apenas dar um “rolê”). Menores acima de 14 anos devem apresentar a autorização dos pais ou responsável para participar. Já menores de 13 anos, deverão estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

A Skate Run é uma realização da Confederação Brasileira de Esportes Radicais com apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Recreação. #euvoudeskate

Mais informações na página oficial do evento: www.skaterun.com.br
Siga também nas redes sociais:
facebook.com/skaterun
@skaterunoficial para twitter e instagram