Home Tags Posts tagged with "SalveSport"

SalveSport

Na década de 1980, a seleção brasileira de futsal fez história ao vencer o primeiro mundial da modalidade, organizado pela extinta FIFUSA (Federação Internacional de Futebol de Salão), e ainda sagrar-se bicampeã do torneio 1985. Trinta anos depois, a equipe nacional quer acabar com o jejum de títulos no XI Mundial da Bielorrússia, organizado pela Associação Mundial de Futsal (AMF), que ocorre entre os dias 17 e 25 de abril. Mas a tarefa não será nada fácil, já que a principal adversária é a falta de recursos para bancar a ida do time ao torneio.

“Infelizmente a maioria não vive do esporte e também não tem condições de investir muito dinheiro. O que mais precisamos é o valor da passagem aérea, calculado em aproximadamente R$ 50.000,00 para 12 atletas e seis integrantes da comissão técnica. A hospedagem e alimentação o país sede irá arcar, desde que o time passe da primeira fase. Assim nosso buget é de aproximadamente R$ 65 mil”, explica Nivaldo Ciriaco, diretor de base e preparador de goleiros da seleção.

Pra não deixar o Brasil de fora do Mundial, a Confederação Nacional de Futebol de Salão (CNSF) decidiu aderir a famosa “vaquinha online”. O projeto está inscrito na SalveSport.com, site de financiamento esportivo coletivo. A contrapartida para quem quiser ajudar vai desde produtos autografados pela equipe brasileira, como camisa e bola, até espaços publicitários no mais novo canal de TV online da CNFS.

“O Brasil foi terceiro colocado nos Jogos mundiais de 2013 na Colômbia e conta com atletas que tem uma média de idade de 25 anos de idade, uma fase boa de rendimento. A taça pode até não vir, mas o importante é não deixar de participar e continuar fazendo com que o país figure entre os melhores do mundo na modalidade”, ressalta Ciriaco.

Como participar ? A ação chamada também de “vaquinha pela internet” nada mais é que um patrocínio em pequenas cotas. Para participar da SalveSport, o autor precisa apenas publicar de maneira gratuita sua ideia e qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com os projetos. Além da contribuição com valores pré-definidos, existe a opção de doação livre. Em todos os casos, a pessoa pode optar pela participação anônima, que pode fazer a ação via cartão de crédito, débito ou transferência bancária. Cada campanha dura 25 dias, podendo chegar a 40.

O valor arrecadado do projeto é repassado aos autores, somente se a quantia mínima solicitada for atingida. Se isso não acontecer até o fim da campanha no site, o dinheiro não será cobrado dos colaboradores, que podem fazer a ação via cartão de crédito ou débito.

Todas as colaborações e contrapartidas serão efetivadas somente se o projeto alcançar o valor mínimo requerido, ou seja, no caso de que a ideia seja salva. Em qualquer das situações, os autores detêm 100% dos direitos autorais de seus projetos.

Para os idealizadores da SalveSport, esta não poderia ser uma plataforma de outro tema. Os fundadores da iniciativa acreditam que o esporte disciplina, educa, socializa e, assim, encontraram um caminho que pudesse viabilizar essa questão e ajudar grandes iniciativas a saírem do papel e trazerem benefícios sociais, culturais e tecnológicos.

SERF II

Como muitos brasileiros, Luciano Douglas viu no futebol uma forma de escapar da marginalidade e buscar um futuro melhor. Quando criança fez da escolinha da Sociedade Esportiva do Riacho Fundo II (SERF II), no Distrito Federal, sua segunda casa e hoje, aos 24 anos, retribui a oportunidade tirando cerca de 200 jovens da periferia de Brasília e colocando para jogar futsal. O projeto, realizado em parceria com a SERF II desde 2009, proporciona treinos durante os três períodos do dia para adolescentes acima de 12 anos em quadras públicas do Riacho Fundo. Agora Luciano procura financiamento para formação e manutenção de uma equipe competitiva para disputar os principais campeonatos de base do DF e do Brasil.

“O Riacho Fundo é uma cidade satélite bastante humilde, nunca tivemos um projeto profissional e a maioria das crianças jamais teve a chance de jogar um torneio de alto nível. Quando eu era criança tive essa oportunidade no campo, me ajudou muito a crescer como pessoa e gostaria que eles também pudessem ter essa vivência”, conta Luciano, que trabalha como vigilante e utiliza uma parte de seu salário para manter o núcleo.

O custo para manter uma equipe durante 12 meses está avaliado em aproximadamente 67 mil reais, contemplando materiais esportivos de qualidade, remuneração adequada para as equipes técnicas e operacionais, além da logística para disputar os campeonatos. Para viabilizar esse projeto, Luciano contou com apoio da Fauzi Marketing Esportivo, que recomendou como forma de financiamento a famosa “vaquinha online” da SalveSport, site de financiamento coletivo de projetos esportivos.

“A internet hoje é primordial e atinge pessoas de todo o Brasil, não apenas da nossa região. Isso nos trouxe esperança para garantir a continuidade de um projeto importante, que proporciona não apenas atividade esportiva para a juventude, mas também a participação em campeonatos bem estruturados e que podem revelar talentos, abrindo uma porta para esse jovens no futuro”, explica o candango.

Como participar ? A ação chamada também de “vaquinha pela internet” nada mais é que um patrocínio em pequenas cotas. Para participar da SalveSport, o autor precisa apenas publicar de maneira gratuita sua ideia e qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com os projetos. Além da contribuição com valores pré-definidos, existe a opção de doação livre. Em todos os casos, a pessoa pode optar pela participação anônima, que pode fazer a ação via cartão de crédito, débito ou transferência bancária. Cada campanha dura 25 dias, podendo chegar a 40.

O valor arrecadado do projeto é repassado aos autores, somente se a quantia mínima solicitada for atingida. Se isso não acontecer até o fim da campanha no site, o dinheiro não será cobrado dos colaboradores, que podem fazer a ação via cartão de crédito ou débito.

Todas as colaborações e contrapartidas serão efetivadas somente se o projeto alcançar o valor mínimo requerido, ou seja, no caso de que a ideia seja salva. Em qualquer das situações, os autores detêm 100% dos direitos autorais de seus projetos.

Para os idealizadores da SalveSport, esta não poderia ser uma plataforma de outro tema. Os fundadores da iniciativa acreditam que o esporte disciplina, educa, socializa e, assim, encontraram um caminho que pudesse viabilizar essa questão e ajudar grandes iniciativas a saírem do papel e trazerem benefícios sociais, culturais e tecnológicos.

Um “crowdfunding” só de esporte no Brasil!

Se você tem uma ótima ideia e, qualquer que seja ela, está relacionada com esporte ou ainda gostaria de apoiar projetos interessantes, você está no lugar certo!

Pode apostar, a SalveSport ajuda a bancar sonhos.

Acesse: www.salvesport.com e participe!
Mais informações pelo e-mail salvesport@salvesport.com ou pelo telefone (11) 3042-8811
Skype: salvesport

Site de financiamento coletivo esportivo será uma das plataformas apresentadas no CoCidade - Festival de Iniciativas Colaborativas

O financiamento coletivo se mostra uma excelente plataforma para desenvolvimento e materialização de novos e mais diversos projetos. No que diz respeito ao âmbito digital, a SalveSport aproveitou a oportunidade e é hoje uma referência no segmento de projetos esportivos online incentivados. Seu sucesso e pioneirismo poderão ser conhecidos a fundo no inédito CoCidade – Festival de Iniciativas Colaborativas, que ocorre entre os dias 8 e 18 de setembro em quatro diferentes locais de São Paulo.

“É uma grande satisfação participar e contribuir neste que é o primeiro encontro para discussão e compartilhamento de experiências sobre financiamento coletivo”, destaca Débora Graner, diretora da SalveSport“A rápida evolução da tecnologia, em especial das redes sociais e de aplicativos interativos, está permitindo e facilitando cada vez mais o desenvolvimento de novas plataformas de trabalho e relacionamento. Com isso, as iniciativas colaborativas estão ganhando espaço e caindo nas graças dos internautas”.

SalveSport fez a vaquinha online de projetos de bastante sucesso, como o da pesquisadora Kátia Rubio sobre os atletas olímpicos do País. Outro destaque foi a campanha para a triatleta Cíntia Tobar, que conseguiu verba para uma bike nova após ser roubada.

CoCidade

O objetivo do Festival é disseminar e compartilhar experiências sobre o colaborativismo. A programação de 10 dias envolve uma série de atividades como shows, oficinas, intervenções e debates, facilitando articulações entre produtores, transformadores, projetos, espaços e interessados no assunto. A programação completa e os locais do evento podem ser encontrados no site http://www.cocidade.com.br/.

Um “crowdfunding” só de esporte no Brasil!

Se você tem uma ótima ideia e, qualquer que seja ela, está relacionada com esporte ou ainda gostaria de apoiar projetos interessantes, você está no lugar certo!

Pode apostar, a SalveSport ajuda a bancar sonhos.

Acesse: www.salvesport.com e participe!
Mais informações pelo e-mail salvesport@salvesport.com ou pelo telefone (11) 3042-8811
Skype: salvesport

Tetracampeã nacional, a baiana Elaine Barreto busca no crowdfunding recursos para defender o Brasil no exterior

A pequena Elaine Barreto tem apenas 11 anos de idade, mas já tem metas bem ousadas. Tetracampeã brasileira de Karatê na categoria infantil, a atleta doo infantil pretende ganhar uma medalha de ouro no Campeonato Mundial da modalidade, marcado para outubro na Argentina. Para isso, a jovem baiana, com ajuda de sua família, decidiu recorrer aocrowdfunding, a famosa vaquinha online, para realizar seu sonho de defender as cores o Brasil no exterior e quem sabe conquistar um título mundial. O projeto está inscrito na SalveSport.com, site de financiamento esportivo coletivo.

“Já fizemos uma vez a vaquinha e deu certo em 2013. Como nossa família tem recursos escassos e ela não tem nenhum patrocínio, foi a melhor alternativa que encontramos para suprir os custos de passagem, translado, hospedagem e alimentação”, explica a mãe Louise Costa de Santana, que destaca o potencial da filha, eleita em 2010 e 2013 a melhor atleta do ano pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) e pela Federação Baiana de Karatê Esportivo Educacional. “Em sete anos de prática, ela já foi várias vezes campeã regional, estadual e brasileira. O título internacional é o único que a Elaine ainda não tem”.

Graduada faixa-preta 1º Dan, a menina prodígio de Salvador espera se tornar atleta profissional e quem sabe motivar outros jovens a acreditar no esporte, sem claro deixar de lado os estudos.“Para mim existem três coisas mais importantes na minha vida. Em primeiro lugar, minha família, o pilar de onde tudo começou. Em segundo, os meus estudos, porque sem eles não terei futuro. Em terceiro, o karatê, uma arte que amo e faço com orgulho e dedicação, e sobre os olhares do mestre”, afirma a jovem Elaine Barreto.

Como participar ?- A ação chamada também de “vaquinha pela internet” nada mais é que um patrocínio em pequenas cotas. Para participar da SalveSport, o autor precisa apenas publicar de maneira gratuita sua ideia e qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com os projetos. Além da contribuição com valores pré-definidos, existe a opção de doação livre. Em todos os casos, a pessoa pode optar pela participação anônima, que pode fazer a ação via cartão de crédito, débito ou transferência bancária. Cada campanha dura 25 dias, podendo chegar a 40.

O valor arrecadado do projeto é repassado aos autores, somente se a quantia mínima solicitada for atingida. Se isso não acontecer até o fim da campanha no site, o dinheiro não será cobrado dos colaboradores, que podem fazer a ação via cartão de crédito ou débito.

Todas as colaborações e contrapartidas serão efetivadas somente se o projeto alcançar o valor mínimo requerido, ou seja, no caso de que a ideia seja salva. Em qualquer das situações, os autores detêm 100% dos direitos autorais de seus projetos.

Para os idealizadores da SalveSport, esta não poderia ser uma plataforma de outro tema. Os fundadores da iniciativa acreditam que o esporte disciplina, educa, socializa e, assim, encontraram um caminho que pudesse viabilizar essa questão e ajudar grandes iniciativas a saírem do papel e trazerem benefícios sociais, culturais e tecnológicos.

Um “crowdfunding” só de esporte no Brasil!

Se você tem uma ótima ideia e, qualquer que seja ela, está relacionada com esporte ou ainda gostaria de apoiar projetos interessantes, você está no lugar certo!

Pode apostar, a SalveSport ajuda a bancar sonhos.

Acesse: www.salvesport.com e participe!
Mais informações pelo e-mail salvesport@salvesport.com ou pelo telefone (11) 3042-8811
Skype: salvesport

Paranaense Thiago Soares Abicht entra na moda do crowdfunding para poder participar de desafio no ano que vem

Participar do Ironman, principal prova do triathlon mundial, é um verdadeiro desafio, que exige preparação, foco, disciplina e investimento. Afinal, trata-se de um percurso de 3.8 quilômetros de natação, 180 quilômetros de ciclismo e 42 quilômetros de corrida. Assim, o paranaense Thiago Soares Abicht recorreu à SalveSport, site de financiamento coletivo de projetos esportivos, que promove a famosa “vaquinha online”, o crowndfunding, para ter uma bicicleta apropriada para participar do evento no Brasil.

Sua maior dificuldade está na falta de financiamento para conseguir uma bike. Como os custos para compra do equipamento são bastante elevados, variando de R$ 3.000,00 a R$ 9.000,00, o atleta de 34 anos treina e disputa competições com uma bicicleta de ciclismo adaptada. “A ideia do projeto surgiu ao verificar que não temos no Brasil modelos de financiamento ou consórcio para compra de bicicletas, desta forma o parcelamento máximo que conseguimos é de 12 vezes, o que acaba deixando os valores das prestações muito elevados. Vi no financiamento coletivo a oportunidade de contar com o apoio de todos para o início da realização de um sonho”, afirmou o triatleta de Ponta Grossa, que espera arrecadar R$ 8.000,00 dos patrocinadores anônimos.

Thiago Soares Abicht lembra que uma bicicleta normal, exige e desgasta mais os atletas nos 180 quilômetros, prejudicando a transição para a maratona. Por isso, a aquisição de uma bike apropriada é fundamental para que o atleta realize uma boa prova. “Infelizmente os custos envolvidos neste esporte que tanto amo ainda são bastante elevados, desde preços de inscrições e passando por suplementação, vestuário e equipamentos específicos para a realização das provas. Mas o triathlon para mim é mais do que uma meta é um estilo de vida. Por isso, desistir não está nos meus planos”, ressaltou o tecnólogo ambiental.

Atualmente o triathlon é praticado por mais de 1 milhão de pessoas em todo o mundo. A modalidade surgiu em 1974, na cidade de San Diego (Califórnia), nos Estados Unidos, mas foi no Havaí que teve início o Ironman, prova mais intensa e badalada da modalidade. O triathlon desembarcou em território brasileiro em 1981 e a primeira competição oficial ocorreu no Rio de Janeiro, em 1983. O esporte passou a integrar o programa olímpico nos Jogos de Sidney-2000, com um percurso de 1.500 metros de natação, 40 quilômetros de ciclismo e 10 quilômetros de corrida.

Como participar – A ação chamada também de “vaquinha pela internet” nada mais é que um patrocínio em pequenas cotas. Para participar da SalveSport, o autor precisa apenas publicar de maneira gratuita sua ideia e qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com os projetos. Além da contribuição com valores pré-definidos, existe a opção de doação livre. Em todos os casos, a pessoa pode optar pela participação anônima. Cada campanha dura 25 dias, podendo chegar a 40.

O valor arrecadado do projeto é repassado aos autores, somente se a quantia mínima solicitada for atingida. Se isso não acontecer até o fim da campanha no site, o dinheiro não será cobrado dos colaboradores, que podem fazer a ação via cartão de crédito ou débito.

Todas as colaborações e contrapartidas serão efetivadas somente se o projeto alcançar o valor mínimo requerido, ou seja, no caso de que a ideia seja salva. Em qualquer das situações, os autores detêm 100% dos direitos autorais de seus projetos.

Para os idealizadores da SalveSport, esta não poderia ser uma plataforma de outro tema. Os fundadores da iniciativa acreditam que o esporte disciplina, educa, socializa e, assim, encontraram um caminho que pudesse viabilizar essa questão e ajudar grandes iniciativas a saírem do papel e trazerem benefícios sociais, culturais e tecnológicos.

Um “crowdfunding” só de esporte no Brasil!

Se você tem uma ótima ideia e, qualquer que seja ela, está relacionada com esporte ou ainda gostaria de apoiar projetos interessantes, você está no lugar certo!

Pode apostar, a SalveSport ajuda a bancar sonhos.

Acesse: www.salvesport.com e participe!
Mais informações pelo e-mail salvesport@salvesport.com ou pelo telefone (11) 3042-8811
Skype: salvesport

Fãs de futebol querem ampliar o acervo do futebol brasileiro, principalmente de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco

O futebol sempre proporcionou recordações marcantes na vida dos brasileiros. Muitos filmes, documentários e reportagens ilustram as mais diversas histórias do esporte no País. A paixão pelo futebol levou seis amigos, que residem no Distrito Federal, a buscar história dos hinos dos quatro grandes times do Rio de Janeiro. O grupo analisou uma série de vídeos sobre os clubes cariocas e percebeu uma lacuna na filmografia, ou seja, pouco conteúdo sobre Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco.

Com objetivo contribuir para o extenso acervo do futebol brasileiro, os amigos decidiram encabeçar a produção de um curta/média-metragem sobre o tema. Para viabilizar o projeto, a equipe apostou no chamado crowdfunding, a famosa vaquinha online, e encontrou na SalveSport, site de financiamento coletivo esportivo, o suporte e apoio necessário para a empreitada.

“Achamos que seria uma opção interessante e como se trata de um filme, acreditamos que seja mais fácil do pessoal se engajar”, explica Pedro Azevedo, um dos idealizadores do projeto.

A equipe é formada por um cineasta, um historiador, um antropólogo, um editor e um roteirista, além de um cartunista e diretor de arte, todos formados em universidades públicas do Rio de Janeiro. Porém, para concluir o projeto, também será necessário agregar outros parceiros e profissionais. Nos últimos três meses, o grupo já resgatou várias imagens históricas e estão sendo incluídos depoimentos de autores, jogadores, torcedores.

“Todo o acervo que possuímos ainda está pendente de edição. Um dos objetivos do financiamento é colocar em funcionamento um equipamento adequado, pois temos muitos vídeos antigos em formatos bem diferentes dos utilizados atualmente”, afirma Pedro.

O documentário será lançado em DVD, entretanto alguns trechos serão disponibilizados gratuitamente pelo Youtube. Apaixonados ou não por futebol que desejarem colaborar com o projeto, receberão como contrapartida a inclusão no nome no site do documentário e, dependendo do valor da doação, um mês de assinatura em uma locadora online, além de cópias autografadas do DVD.

Como participar – A ação chamada também de “vaquinha pela internet” nada mais é que um patrocínio em pequenas cotas. Para participar da SalveSport, o autor precisa apenas publicar de maneira gratuita sua ideia e qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com os projetos. Além da contribuição com valores pré-definidos, existe a opção de doação livre. Em todos os casos, a pessoa pode optar pela participação anônima. Cada campanha dura 25 dias, podendo chegar a 40.

O valor arrecadado do projeto é repassado aos autores, somente se a quantia mínima solicitada for atingida. Se isso não acontecer até o fim da campanha no site, o dinheiro não será cobrado dos colaboradores, que podem fazer a ação via cartão de crédito ou débito.

Todas as colaborações e contrapartidas serão efetivadas somente se o projeto alcançar o valor mínimo requerido, ou seja, no caso de que a ideia seja salva. Em qualquer das situações, os autores detêm 100% dos direitos autorais de seus projetos.

Para os idealizadores da SalveSport, esta não poderia ser uma plataforma de outro tema. Os fundadores da iniciativa acreditam que o esporte disciplina, educa, socializa e, assim, encontraram um caminho que pudesse viabilizar essa questão e ajudar grandes iniciativas a saírem do papel e trazerem benefícios sociais, culturais e tecnológicos.

Um “crowdfunding” só de esporte no Brasil!

Se você tem uma ótima ideia e, qualquer que seja ela, está relacionada com esporte ou ainda gostaria de apoiar projetos interessantes, você está no lugar certo!

Pode apostar, a SalveSport ajuda a bancar sonhos.

Acesse: www.salvesport.com e participe!
Mais informações pelo e-mail salvesport@salvesport.com ou pelo telefone (11) 3042-8811
Skype: salvesport

Presença garantida nas arquibancadas dos principais eventos esportivos mundiais, como os Jogos Olímpicos e quatro Copas do Mundo da FIFA, Bola Sete , animador profissional de torcida, agora quer aumentar a energia da torcida brasileira durante o Mundial de futebol no País. Para isso, Roberto Sant`Ana, nome de batismo do promoter, está promovendo ocrowdfunding, a famosa vaquinha pela internet, com apoio da SalveSport , site de financiamento coletivo esportivo. O valor arrecadado irá custear o transporte do animador para os jogos do Brasil na Copa. Caso a quantia acumulada supere a necessidade será possível levar mais gente da equipe de eventos formada por Bola Sete para os jogos.

A Copa tem um significado especial na vida de Bola Sete. No Mundial de 1994, ele viajou aos Estados Unidos para torcer pela seleção e resolveu animar a torcida brasileira. Acabou sendo descoberto e foi contratado para fazer a festa nos jogos. Depois disso, acabou se profissionalizando. “Foi a Copa da minha vida. Um momento marcante e indescritível. Agora, depois de 20 anos, significa muito pra mim fazer parte dessa grande festa no Brasil. Estamos jogando em casa, temos que mostrar ao mundo toda essa alegria e calor do povo brasileiro”, explica o torcedor.

Bola Sete lembra ainda que seu trabalho contribui bastante para agregar valor às marcas atreladas à competição. “Por meio de coreografias, hinos e música, a torcida se energiza e até influencia os jogadores em campo. A difusão desses momentos de emoção e alegria apresenta retornos institucionais intangíveis e imensuráveis para o patrocinador”, afirma torcedor, que dará uma contrapartida a todos que doarem um valor no site da SalveSport .

Como participar ? A ação chamada também de “vaquinha pela internet” nada mais é que um patrocínio em pequenas cotas. Para participar da SalveSport, o autor precisa apenas publicar de maneira gratuita sua ideia e qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com os projetos. Além da contribuição com valores pré-definidos, existe a opção de doação livre. Em todos os casos, a pessoa pode optar pela participação anônima. Cada campanha dura 25 dias, podendo chegar a 40.

O valor arrecadado do projeto é repassado aos autores, somente se a quantia mínima solicitada for atingida. Se isso não acontecer até o fim da campanha no site, o dinheiro não será cobrado dos colaboradores, que podem fazer a ação via cartão de crédito ou débito.

Todas as colaborações e contrapartidas serão efetivadas somente se o projeto alcançar o valor mínimo requerido, ou seja, no caso de que a ideia seja salva. Em qualquer das situações, os autores detêm 100% dos direitos autorais de seus projetos.

Para os idealizadores da SalveSport, esta não poderia ser uma plataforma de outro tema. Os fundadores da iniciativa acreditam que o esporte disciplina, educa, socializa e, assim, encontraram um caminho que pudesse viabilizar essa questão e ajudar grandes iniciativas a saírem do papel e trazerem benefícios sociais, culturais e tecnológicos.

Um “crowdfunding” só de esporte no Brasil!

Se você tem uma ótima ideia e, qualquer que seja ela, está relacionada com esporte ou ainda gostaria de apoiar projetos interessantes, você está no lugar certo!

Pode apostar, a SalveSport ajuda a bancar sonhos.

Acesse: www.salvesport.com e participe!
Mais informações pelo e-mail salvesport@salvesport.com ou pelo telefone (11) 3042-8811
Skype: salvesport


O Guerra Galáctica Brazilian Jiu-Jitsu será um dos principais eventos da modalidade na temporada de 2014. A SalveSport ajuda a divulgar e a produzir a competição, marcada para os dias 6 e 27 de Setembro, em Teresópolis, no Rio de Janeiro. A competição contará com os principais atletas do País e terá homenagens aos ídolos do BJJ, como a família Gracie, cerimônia de abertura com banda marcial e apresentação de projetos sociais. Os duelos serão divididos em dois dias. As primeiras lutas, que servem com seletivas, ocorrem em 6 de setembro. As finais estão marcadas para 27 de setembro. Além da competição absoluto, serão realizados 7 desafios entre atletas profissionais durante o evento.

Guerra Galáctica Brazilian Jiu-Jitsu será um dos principais eventos da modalidade na temporada de 2014. Marcado para setembro, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, a competição contará com os principais atletas do País e terá homenagens aos ídolos do BJJ, como a família Gracie, cerimônia de abertura com banda marcial e apresentação de projetos sociais. Os duelos serão divididos em dois dias. As primeiras lutas, que servem com seletivas, ocorrem em 6 de setembro. As finais estão marcadas para 27 de setembro. Além da competição absoluto, serão realizados 7 desafios entre atletas profissionais no encontro.

SalveSport, site de financiamento coletivo esportivo, apoia o projeto captando recursos e fazendo a famosa vaquinha pela internet. Os ‘patrocinadores’ virtuais, dependendo do investimento, terão direito à camisetas, patchs para kimono, ingressos ou outros produtos relacionados ao evento.

“Inspirado em famosos desenhos dos anos 90 como Os Cavaleiros do Zodíaco, o Guerra Galáctica BJJ será um Fight Show no estilo dos grandes eventos atuais de MMA, porém na modalidade esportiva 100% Brasileira mais respeitada no mundo, o Brazilian Jiu-Jitsu. O campeonato é de nível internacional e, com o crowdfunding da SalveSport, todos podem fazer parte dele”, contou o organizador Rodrigo di Blazio Santos.“Imagine agora um ginásio lotado de fãs de Jiu-Jitsu, com lanternas de led na mão, ouvindo o hino nacional ser tocado por uma Banda Marcial, com a presença ilustre de integrantes da família Gracie, mestres formados por Oswaldo Fadda, Monir, Mestre Deo e muitos outros para assistir os combates? Você pode ser o grande colaborador para a realização deste campeonato”.

“Os combates serão em arenas exclusivas inspiradas na guerra galáctica do anime Saint Seiya – Cavaleiros do Zodíaco, e serão homenageados grandes mestres, professores e ex-atletas que muito contribuíram para a formação do esporte”, disse Rodrigo di Blazio Santos, organizador do Guerra Galáctica Brazilian Jiu-Jitsu.

Como participar – A ação chamada também de “vaquinha pela internet” nada mais é que um patrocínio em pequenas cotas. Para participar da SalveSport, o autor precisa apenas publicar de maneira gratuita sua ideia e qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com os projetos. Além da contribuição com valores pré-definidos, existe a opção de doação livre. Em todos os casos, a pessoa pode optar pela participação anônima. Cada campanha dura 25 dias, podendo chegar a 40.

O valor arrecadado do projeto é repassado aos autores, somente se a quantia mínima solicitada for atingida. Se isso não acontecer até o fim da campanha no site, o dinheiro não será cobrado dos colaboradores, que podem fazer a ação via cartão de crédito ou débito.

Todas as colaborações e contrapartidas serão efetivadas somente se o projeto alcançar o valor mínimo requerido, ou seja, no caso de que a ideia seja salva. Em qualquer das situações, os autores detêm 100% dos direitos autorais de seus projetos.

Para os idealizadores da SalveSport, esta não poderia ser uma plataforma de outro tema. Os fundadores da iniciativa acreditam que o esporte disciplina, educa, socializa e, assim, encontraram um caminho que pudesse viabilizar essa questão e ajudar grandes iniciativas a saírem do papel e trazerem benefícios sociais, culturais e tecnológicos.

Um “crowdfunding” só de esporte no Brasil!

Se você tem uma ótima ideia e, qualquer que seja ela, está relacionada com esporte ou ainda gostaria de apoiar projetos interessantes, você está no lugar certo!

Pode apostar, a SalveSport ajuda a bancar sonhos.

Acesse: www.salvesport.com e participe!
Mais informações pelo e-mail salvesport@salvesport.com ou pelo telefone (11) 3042-8811
Skype: salvesport

Roberto Arneiro se juntou à SalveSport, crowdfunding só de esporte no Brasil, para defender o País em competição da Ilha da Madeira

O paulistano Roberto Arneiro pede ajuda aos amigos corredores para realizar um sonho: defender o Brasil na Madeira Mountain Island Ultra Trail, ultramaratona de 115 km, na Ilha da Madeira, arquipélago de bandeira portuguesa. A super corrida de montanha, uma das mais difíceis do paneta, está marcada para o dia 10 de abril e o atleta de 52 anos corre contra o tempo para buscar fundos para sua participação. Uma solução foi inscrever seu projeto na SalveSport, crowdfunding ou vaquinha pela internet especializada em esporte. A campanha termina na próxima sexta-feira (14) e o valor total da viagem custa, no mínimo, R$ 4.710. Quase 70% já foram doados por amigos, fãs e admiradores anônimos. Roberto Arneiro dará recompensas a todos que participarem.

“Desistir não está na minha lista e vou vencer mais esse obstáculo nos metros finais contando com a ajuda dos amigos na internet com a SalveSport. Como resultado desse novo desafio que estou me propondo a enfrentar, além de outros que já superei, estarei provando a mim mesmo e aos demais, que é possível superar limites, com foco, determinação e ação, pois entendo que o impossível é aquilo que ainda não foi tentado. Pretendo inspirar pessoas a acreditarem em sua força interior para atingirem seus objetivos”, disse Roberto Arneiro.

A ultramaratona nas montanhas da Ilha da Madeira é uma travessia que exige treino, concentração e força de vontade. Mais de 60% dos atletas a percorrem com tempos superiores a 24h. “Faço muito treino de volume para provas como essa. Desta vez não foi diferente. Sempre faço mais de 30 km por dia”, disse o ultramaratonista, que já participou da Jungle Marathon, prova de três dias pela Amazônia.

Como participar – A ação chamada também de “vaquinha pela internet” nada mais é que um patrocínio em pequenas cotas. Para participar da SalveSport, o autor precisa apenas publicar de maneira gratuita sua ideia e qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com os projetos. Além da contribuição com valores pré-definidos, existe a opção de doação livre. Em todos os casos, a pessoa pode optar pela participação anônima. Cada campanha dura 25 dias, podendo chegar a 40.

O valor arrecadado do projeto é repassado aos autores, somente se a quantia mínima solicitada for atingida. Se isso não acontecer até o fim da campanha no site, o dinheiro não será cobrado dos colaboradores, que podem fazer a ação via cartão de crédito ou débito.

Todas as colaborações e contrapartidas serão efetivadas somente se o projeto alcançar o valor mínimo requerido, ou seja, no caso de que a ideia seja salva. Em qualquer das situações, os autores detêm 100% dos direitos autorais de seus projetos.

Para os idealizadores da SalveSport, esta não poderia ser uma plataforma de outro tema. Os fundadores da iniciativa acreditam que o esporte disciplina, educa, socializa e, assim, encontraram um caminho que pudesse viabilizar essa questão e ajudar grandes iniciativas a saírem do papel e trazerem benefícios sociais, culturais e tecnológicos.

Um “crowdfunding” só de esporte no Brasil!

Se você tem uma ótima ideia e, qualquer que seja ela, está relacionada com esporte ou ainda gostaria de apoiar projetos interessantes, você está no lugar certo!

Pode apostar, a SalveSport ajuda a bancar sonhos.

Acesse: www.salvesport.com e participe!
Mais informações pelo e-mail salvesport@salvesport.com ou pelo telefone (11) 3042-8811
Skype: salvesport

Contatos de imprensa:
Flávio Perez – Mtb.: 45562
Tel: 55 11 9-99498035
flavio@onboardsports.net
imprensa@salvesport.com