Home Tags Posts tagged with "Sailing"

Sailing

As inscrições para a 44ª edição da Semana de Vela de Ilhabela começam a ser recebidas nesta quarta-feira (10) pelo site oficial da regata – www.svilhabela.com.br. O grande encontro anual da modalidade será de 7 a 15 de julho, no litoral norte de São Paulo (SP). O evento terá participações de atletas olímpicos, amadores e da comunidade de Ilhabela, que todos os anos recebe mais de 1.000 competidores. Na área esportiva, serão nove classes de barcos em disputa. Fora da água, a organização terá uma Race Village, nos mesmos moldes de grandes competições internacionais, com atrações para todos que estiverem na ilha nas férias de julho.

”Os participantes serão impactados desde a chegada na ilha. No YCI e na Race Village (Vila da Regata), a gente está programando uma interação maior entre os velejadores. Além das disputas, em uma das raias mais técnicas do país, os competidores e seus acompanhantes terão muitas opções de entretenimento ao longo do evento. Shows, cursos e palestras estão na lista de opções. Após as provas, a Semana de Vela de Ilhabela será uma grande confraternização entre quem faz a modalidade acontecer”, disse Cuca Sodré, organizador da edição número 44 da regata.

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente no site oficial. O acesso ao sistema estará disponível até o dia 2 de julho. Os valores podem ser consultados em www.svilhabela.com.br. A organização dará desconto para as tripulações de veleiros nas poitas do Yacht Club de Ilhabela e barcos que ficarem em seus clubes ou amarras próprias. Haverá redução no valor para as tripulações de veleiros que tenham participado da 1ª. Etapa do Campeonato Sul-Americano da classe ORC e IRC.

Levando em consideração a edição passada, a Semana de Vela de Ilhabela é um sucesso de público. Foram 136 barcos de 13 classes diferentes na disputa, entre eles equipes do Uruguai, Argentina e Chile. As regatas também serão válidas pelo Campeonato Sul-Americano das classes ORC, IRC e Campeonatos Brasileiros das classes C30 e BRA-RGS.

Foto: Edu Grigaits|Balaio

A 44ª edição da Semana de Vela de Ilhabela será disputada de 7 a 15 de julho no litoral norte de São Paulo (SP). Apontada como uma das mais importantes do mundo por reunir centenas de velejadores, medalhistas olímpicos e barcos de vários tamanhos e classes, a regata é um grande encontro anual da modalidade. Os resultados esportivos se misturam com a tradicional festa após as provas no Yacht Club de Ilhabela (YCI) e também no Race Village, que será montado pela prefeitura local no centro da cidade. O objetivo da comissão organizadora da regata – com experiência em mega-eventos internacionais – é fazer uma interação entre atletas, comunidade de Ilhabela e os fãs da modalidade.

”As grandes regatas internacionais e semanas de vela como Volta ao Mundo, America’s Cup e Copa del Rey colocam o público dentro do evento, dando chance para os fãs se aproximarem dos seus ídolos, dos barcos e de tudo que ocorre. Em julho, quem estiver em Ilhabela vai vivenciar a Semana de Vela. O envolvimento do poder público local será fundamental nessa experiência”, explicou Carlos Eduardo Souza e Silva, diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela.

Nomes de peso do esporte como os campeões olímpicos Torben Grael e Robert Scheidt, se juntam nas regatas à árbitros internacionais da Rio 2016, por exemplo. Sem contar quem coloca a mão na massa com experiência em outras regatas internacionais. ”A Semana de Vela de Ilhabela segue entre as mais importantes do mundo. Ao lado de eventos como a Heineken Regatta no Caribe, Copa do Rey, na Espanha, que aliam técnica com o prazer de velejar. O que faz o sucesso de um evento é o equilíbrio entre estes fatores”, disse o árbitro internacional de vela, Nelson Ilha, com participação em seis olimpíadas.

A Semana de Vela de Ilhabela é única por proporcionar uma infinidade de situações com diversos tipos de percurso, condições de vento, corrente e dar chance para os amadores medirem esforços com profissionais e olímpicos. Na edição passada, 136 barcos de 13 classes diferentes estiveram presentes, entre eles equipes do Uruguai, Argentina e Chile.

Após dois dias da quebra do mastro do barco MAPFRE durante treinamento em Sanxenxo, a equipe de terra local já trabalha com um prazo para que a embarcação esteja pronta novamente para as atividades. Segundo os integrantes da equipe de terra da campanha espanhola, os velejadores devem assumir novamente do barco em 15 de abril. Eles estão a caminho de Lisboa, local do The Boatyard da Volvo Ocean Race, para os reparos no mastro. O chefe de turno do MAPFRE Pablo Arrarte explicou o processo. “Necessitamos da ajuda da Volvo e de seus três técnicos para revisar todo o material e tentar buscar uma resposta a todo que passou”.

“Todas as reparações do casco, mastro, quilhas, timão, etc.. serão feita em Portugal. Vamos trabalhar pra dia 15 ter o primeiro treino”, explicou Arrarte.

Nick Bice, diretor técnico e desenvolvedor da classe Volvo Open 65, Neil Cox, responsável pelos trabalhos no boatyard Fernando Sales, responsável pelos mastros, estiveram no local para analisar. ”É uma situação ruim, de desgosto, pois não era isso que esperávamos. Não tivemos um problema tão importante na edição passada”, escreveu Fernando Sales.

Sales explicou que a equipe adiantou o calendário de operações para atender o time espanhol.  “Vamos trabalhar para voltar antes do possível. Vamos dar prioridade absoluta”.

A 12a edição da Transat Jacques Vabre começou, na manhã deste domingo (25), com a participação de 42 barcos divididos em quatro classes. Os modernos veleiros da Class40, Multi50, IMOCA e Ultime partiram da francesa Le Havre para uma aventura de 10 mil quilômetros com destino a Itajaí, em Santa Catarina. A prova é disputada em duplas e terá a estreia de uma equipe brasileira: Eduardo Penido e Renato Araújo formam a parceria a bordo do barco ZETRA, que compete contra outros 13 veleiros da Class40. ”A nossa vantagem é que, de todos os barcos da Transat Jacques Vabre, a gente é a única equipe que vai pra casa e não precisa voltar para seus países quando a regata acabar”, brincou o campeão olímpico Eduardo Penido.

Os barcos partiram da baía de Paul Vatine nas primeiras horas da manhã do domingo, com os termômetros marcando 10 graus. A largada foi dada às 13h30 (10h30 Horário de Brasília) com ventos fracos e muita corrente, o que atrasou a entrada da flotilha no Canal da Mancha. Depois de um percurso entre boias, os barcos iniciaram a viagem ao Brasil. O Zetra de Edu Penido e Renato Araújo oscilou bastante variando entre sétimo e décimo segundo nas primeiras horas de prova. ”A ansiedade é grande, pois não é uma prova simples de ser feita. Primeiro objetivo é passar esse trecho mais difícil no Golfo de Biscaia e depois poupar o barco para tentar chegar inteiro em Itajaí”, contou Renato Araújo.

Cada classe terá seu vencedor. Como os veleiros são praticamente iguais, a regra diz que quem chegar em primeiro será o vencedor. Os Ultime devem completar o percurso em até 11 dias, os IMOCAS e os Multi50 em até 20 dias e os Class40 de 20 a 30 dias.

Sobre a TJV2015

A regata, que é disputada em duplas, larga sempre da cidade portuária de Le Havre, na Normandia, com destino a um país produtor de café, característica que lhe rendeu o apelido de “Rota do Café”. Já tendo passado por cidades como Cartagena (Colômbia), Puerto Limon (Costa Rica) e Salvador (BA) em 11 edições, essa será a segunda vez que a competição terá a cidade catarinense como chegada. Em 2013, a regata reuniu mais de 590 mil visitantes nas duas Vilas da Regata (Le Havre e Itajaí).

Mais informações no site www.transat-jacques-vabre.com/br
Facebook: https://www.facebook.com/Transat.Jacques.Vabre
Twitter: https://twitter.com/TransatJV_br

Ouro em Moscou 80, Eduardo Penido comanda barco 100% brasileiro na maior regata transatlântica do mundo. Parceiro dele é Renato Araújo, um engenheiro de Belo Horizonte (MG) que apostou na campanha da Transat Jacques Vabre

A regata Transat Jacques Vabre, principal travessia transatlântica do mundo, começa neste domingo (25) com a participação inédita de uma equipe 100% brasileira. O barco Zetra terá a bordo a dupla formada pelo campeão olímpico Eduardo Penido e o empresário Renato Araújo. Eles e mais 41 veleiros de alto desempenho partem de Le Havre, na França, com destino a Itajaí (SC) para um percurso de 10 mil quilômetros pelo Atlântico.

”O Brasil precisa de exemplos e a campanha do Zetra pode motivar mais velejadores a fazer desafios complicados como a Transat Jacques Vabre. Temos muitas pessoas que se interessam na modalidade e potenciais apoiadores. Espero que a gente consiga ajudar a mudar esse paradigma”, disse Renato Araújo. ”A responsabilidade é grande por ser a primeira equipe brasileira na história da Transat Jacques Vabre”.

Após sua medalha de ouro olímpica em Moscou 1980, ao lado de Marcos Soares na classe 470, Eduardo Penido aproveitou todas as oportunidades para hoje se tornar uma referência na modalidade. O carioca participou das principais campanhas, como a do Brasil 1 na Volvo Ocean Race em 2005/06.

”Sempre tive vontade de participar da Transat Jacques Vabre. Até consegui um barco da Class40 no Brasil, mas o projeto não foi viabilizado. Tinha a ideia, mas a realidade era distante. Com a chegada do Renato Araújo, tudo mudou. Eu não esperava que isso pudesse ocorrer”, contou Eduardo Penido.

A campanha na Transat Jacques Vabre é uma principais da história da vela nacional, uma das modalidades mais vitoriosas. “Depois do veleiro Brasil 1 [primeiro barco brasileiro que disputou a regata de volta ao mundo], a dupla fará o projeto mais impactante da vela oceânica brasileira”, disse o medalhista olímpico Lars Grael.

A regata

A Transat Jacques Vabre está em sua edição de número 12 e terá quatro tipos de barco divididos entre monocascos e multicascos. Por ordem de tamanho, a Class40 (veleiros de 40 pés) contará com 14 duplas, a Multi50 (50 pés) terá 4, a IMOCA (60 pés) terá 20 e a Ultime (barcos de até 102 pés) outras quatro duplas. Ao todo, serão 84 velejadores ao longo da mais extensa travessia transatlântica.

“As condições de navegação serão complicadas até a chegada a Espanha. As correntes mudam a todo o momento e são muito fortes. As vezes é preciso se aproximar da costa para conseguir andar. Quando digo beirar a costa é quase raspar a quilha na areia. Isso numa competição eleve o risco. Depois do Canal da Mancha, o próximo desafio é passar pelo Golfo de Gascoigne, que sempre é muito traiçoeiro. Depois do mar de Portugal até o Brasil, o clima melhora e as condições também. Esperamos fazer a prova em até 25 dias”, finalizou Renato Araújo.

A Transat Jacques Vabre, regata que é disputada em duplas, larga sempre da cidade portuária de Le Havre, na Normandia, com destino a um país produtor de café, característica que lhe rendeu o apelido de “Rota do Café”. Já tendo passado por cidades como Cartagena (Colômbia), Puerto Limon (Costa Rica) e Salvador (BA) em 11 edições, essa será a segunda vez que a competição terá a cidade catarinense como chegada. Em 2013, a regata reuniu mais de 590 mil visitantes nas duas Vilas da Regata (Le Havre e Itajaí).

Mais informações no site www.transat-jacques-vabre.com/br
Facebook: https://www.facebook.com/Transat.Jacques.Vabre
Twitter: https://twitter.com/TransatJV_br

A largada da Transat Jacques Vabre, maior travessia transatlântica do mundo, será neste domingo (25) e terá a participação de 42 barcos em quatro classes. Entre os veleiros escalados para o desafio de 10 mil quilômetros está o brasileiro Zetra, comandado por Eduardo Penido e Renato Araújo. A dupla, a primeira da história do País, compete na Class40, uma das mais populares na vela oceânica francesa. A equipe brasileira terá 13 adversários na luta pelo título da categoria dos monocascos de 40 pés.

”Já corremos contra muitos dos adversários em maio. Acho que tem uns cinco barcos que podem ganhar são barcos novos e as tripulações são bastante experientes. Nós entramos pra brigar, mas somos novatos!”, disse Edu Penido, campeão olímpico em Moscou 80.

Os barcos da Class40 serão os seguintes: Bretagne – Crédit Mutuel Élite, Carac Advanced Energies, Club 103, Concise 2, Creno Moustache Solidaire, Eärendil, Groupe Setin, Le Conservateur, SNBSM Espoir Compétition, Solidaires En Peloton ARSEP, Team Concise, Teamwork 40, V and B e Zetra

Para chegar em primeiro em Itajaí (SC), a dupla Edu Penido e Renato Araújo sabe que precisa ganhar entrosamento durante a regata, já que tiveram pouco tempo para treinar e apenas na Normandy Channel Race, ocorrida em maio. O Zetra ficou em 11º lugar na prova.

O barco é o mesmo que venceu a edição passada, agora batizado de Zetra. Os franceses do GDF SUEZ, comandados por Sébastien Rogues e Fabien Delahaye, conquistaram o título da Class40 da Transat Jacques Vabre 2013 sem perder a liderança desde a largada. A equipe cruzou a linha de chegada em Itajaí (SC) após 20 dias, 21 horas e 45 minutos de regata.

Transat Jacques Vabre: a maior travessia do Atlântico

Em 25 de outubro, na França, largarão quatro classes divididas entre monocascos e multicascos. Por ordem de tamanho, a Class40 (veleiros de 40 pés) contará com 14 duplas, a Multi50 (50 pés) terá 4, a IMOCA (60 pés) terá 20 e a Ultime (barcos de até 102 pés) outras quatro duplas. Ao todo, serão 84 velejadores ao longo da mais extensa travessia transatlântica.

A Transat Jacques Vabre, regata que é disputada em duplas, larga sempre da cidade portuária de Le Havre, na Normandia, com destino a um país produtor de café, característica que lhe rendeu o apelido de “Rota do Café”. Já tendo passado por cidades como Cartagena (Colômbia), Puerto Limon (Costa Rica) e Salvador (BA) em 11 edições, essa será a segunda vez que a competição terá a cidade catarinense como chegada. Em 2013, a regata reuniu mais de 590 mil visitantes nas duas Vilas da Regata (Le Havre e Itajaí).

Mais informações no site www.transat-jacques-vabre.com/br
Facebook: https://www.facebook.com/Transat.Jacques.Vabre
Twitter: https://twitter.com/TransatJV_br

O campeão olímpico Eduardo Penido se prepara para mais um desafio em sua vitoriosa carreira. Com 53 anos, o carioca lidera uma inédita campanha 100% brasileira na Transat Jacques Vabre, regata entre a França e o Brasil, considerada a maior travessia do Atlântico do mundo. A bordo do Zetra, ele e o parceiro Renato Araújo partem de Le Havre para Itajaí (SC), neste domingo (25), para um percurso superior a 10 mil quilômetros.

Especialista em regatas de oceano e travessias que duram mais de uma semana, Eduardo Penido lamenta as poucas oportunidades deste tipo de evento no Brasil. Atualmente, a Recife Noronha é a maior prova do País com 545 quilômetros de distância. A vela de oceano nacional se resume às regatas promovidas por clubes como a Semana de Vela de Ilhabela e o Circuito Rio. A Transat Jacques Vabre novamente no Brasil e um barco na regata podem aumentar, segundo ele, o interesse.

”Todo mundo quer dormir em casa, ninguém quer ir pro mar. É difícil, sem dúvida nenhuma, mas o brasileiro não tem esse espírito de aventura. É só olhar para os franceses que amam sair em regatas de longa distância”, disse Eduardo Penido. ”Todas as entidades só pensam e investem nas classes olímpicas e quem cuida das provas de oceano só faz campeonatos de clube, com poucas milhas. A maior regata que temos é a Recife Noronha, que em uma noite acaba”.

Após sua medalha de ouro olímpica em Moscou 1980, ao lado de Marcos Soares na classe 470, Eduardo Penido aproveitou todas as oportunidades para hoje se tornar uma referência na modalidade. O carioca participou das principais campanhas, como a do Brasil 1 na Volvo Ocean Race em 2005/06.

”Sempre tive vontade de participar da Transat Jacques Vabre. Até consegui um barco da Class40 no Brasil, mas o projeto não foi viabilizado. Tinha a ideia, mas a realidade era distante. Com a chegada do Renato Araújo, tudo mudou. Eu não esperava que isso pudesse ocorrer. Não é qualquer um que tem a coragem dele”, finalizou Eduardo Penido elogiando seu parceiro, que apostou na ideia e patrocinou o Zetra.

O objetivo da tripulação do Zetra é vencer a Transat Jacques Vabre logo na estreia da equipe. Os dois devem fazer o percurso em até 25 dias.

110 mil pessoas na Vila da Regata de Le Havre

A Transat Jacques Vabre é um sucesso de público na França. Em três dias de evento, a Vila da Regata de Le Havre mais de 110 mil pessoas. O local foi aberto na última sexta-feira (16). O público pode acompanhar de perto os barcos das classes 40, Multi50, Imoca e Ultimate.

Transat Jacques Vabre: a maior travessia do Atlântico

Em 25 de outubro, na França, largarão quatro classes divididas entre monocascos e multicascos. Por ordem de tamanho, a Class40 (veleiros de 40 pés) contará com 14 duplas, a Multi50 (50 pés) terá 4, a IMOCA (60 pés) terá 20 e a Ultime (barcos de até 102 pés) outras quatro duplas. Ao todo, serão 84 velejadores ao longo da mais extensa travessia transatlântica.

A Transat Jacques Vabre, regata que é disputada em duplas, larga sempre da cidade portuária de Le Havre, na Normandia, com destino a um país produtor de café, característica que lhe rendeu o apelido de “Rota do Café”. Já tendo passado por cidades como Cartagena (Colômbia), Puerto Limon (Costa Rica) e Salvador (BA) em 11 edições, essa será a segunda vez que a competição terá a cidade catarinense como chegada. Em 2013, a regata reuniu mais de 590 mil visitantes nas duas Vilas da Regata (Le Havre e Itajaí).

Mais informações no site www.transat-jacques-vabre.com/br
Facebook: https://www.facebook.com/Transat.Jacques.Vabre
Twitter: https://twitter.com/TransatJV_br

Transat Jacques Vabre será mais uma regata oceânica internacional a desembarcar no Brasil. A partir do próximo domingo (25), 42 duplas partem da francesa Le Havre com destino a Itajaí (SC) para um percurso de mais de 10 mil quilômetros. Serão 84 velejadores de 11 países na disputa! A novidade desta edição é a primeira dupla brasileira na história da regata: Eduardo Penido e Renato Araújo competem a bordo do Zetra, veleiro da Class40, uma das quatro categorias da prova. ”A responsabilidade é grande por ser a primeira equipe brasileira na história da Transat Jacques Vabre. Nosso plano é completar a regata em 20 dias ou mais ”, disse Renato Araújo.

A França é o país sede da Transat Jacques Vabre e por isso tem o maior número de atletas com 66. Ícones da vela local como François Gabart, Charles Caudrelier, Pascal Bidégorry, Jean-Luc Nélias e Thomas Coville estarão na disputa com suas duplas. Os franceses são especialistas em provas oceânicas e investem bastante em campanhas em solitário ou em equipes. ”Eu amo o mar! A emoção que a gente encontra nas regatas é o que me motiva”, disse Vicent Riou, atual campeão e integrante do PRB na classe IMOCA.

Além de França e Brasil, a regata terá representantes de Grã-Bretanha, Estados Unidos, Espanha, Canadá, Hungria, Suíça, África do Sul, Itália e Austrália. Os barcos devem chegar na cidade de Itajaí a partir da primeira semana de novembro. O município de Santa Catarina também recebeu a Volvo Ocean Race em abril de 2015.

Outras curiosidades

O velejador suíço Alan Roura (Club 103)é o mais novo da regata com apenas 22 anos.
O mais velho é o húngaro Nándor Fa (Spirit of Hungary) com 62 anos.
A média geral de idade dos velejadores é de 42 anos.
94% são homens e 6% são mulheres.
A única dupla feminina será formada pela sul-africana Phillippa Hutton-Squire e pela britânica Pip Hare (Concise 2).
O recordista de participação é o francês Marc Guillemont (MACSF) que vai para sua décima Transat Jacques Vabre.

Transat Jacques Vabre: a maior travessia do Atlântico

Em 25 de outubro, na França, largarão quatro classes divididas entre monocascos e multicascos. Por ordem de tamanho, a Class40 (veleiros de 40 pés) contará com 14 duplas, a Multi50 (50 pés) terá 4, a IMOCA (60 pés) terá 20 e a Ultime (barcos de até 102 pés) outras quatro duplas. Ao todo, serão 84 velejadores ao longo da mais extensa travessia transatlântica.

A Transat Jacques Vabre, regata que é disputada em duplas, larga sempre da cidade portuária de Le Havre, na Normandia, com destino a um país produtor de café, característica que lhe rendeu o apelido de “Rota do Café”. Já tendo passado por cidades como Cartagena (Colômbia), Puerto Limon (Costa Rica) e Salvador (BA) em 11 edições, essa será a segunda vez que a competição terá a cidade catarinense como chegada. Em 2013, a regata reuniu mais de 590 mil visitantes nas duas Vilas da Regata (Le Havre e Itajaí).

Mais informações no site www.transat-jacques-vabre.com/br
Facebook: https://www.facebook.com/Transat.Jacques.Vabre
Twitter: https://twitter.com/TransatJV_br

Travessia de mais de 10 mil quilômetros começa no domingo (25) e terá a participação de 42 barcos com destino a Itajaí (SC)

A Transat Jacques Vabre é considerada a maior travessia transatlântica do mundo e reúne os principais velejadores de oceano da Europa e outros ícones da modalidade, como o campeão olímpico brasileiro Eduardo Penido. No domingo (25), a prova entre a França e o Brasil começa com a participação de 42 barcos e terá mais de 10 mil quilômetros de distância. Os modernos veleiros das categorias Class40 (40 pés), Multi50 (50 pés), IMOCA (60 pés) e Ultime (barcos de até 102 pés) partem de Le Havre com destino a Itajaí (SC).

A Transat Jacques Vabre, regata que é disputada em duplas, larga sempre da cidade portuária de Le Havre, na Normandia, com destino a um país produtor de café, característica que lhe rendeu o apelido de “Rota do Café”. Já tendo passado por cidades como Cartagena (Colômbia), Puerto Limon (Costa Rica) e Salvador (BA) em 11 edições, essa será a segunda vez que a competição terá a cidade catarinense como chegada. Em 2013, a regata reuniu mais de 590 mil visitantes nas duas Vilas da Regata (Le Havre e Itajaí).

Como acompanhar a TRANSAT JACQUES VABRE 2015

SITE OFICIAL – www.transat-jacques-vabre.com
Na página, você encontra conteúdo da Transat Jacques Vabre em Francês, Inglês e Português atualizado ao longo de toda a competição. Na área reservada à imprensa, você ainda terá acesso ao conteúdo completo: fotos, releases, vídeos, áudios e avisos.

REDES SOCIAIS
Facebook (Português, inglês e francês):
https://www.facebook.com/Transat.Jacques.Vabre

Twitter em português: @TransatJV_br
Twitter em inglês: @TransatJV
Twitter em francês: @TransatJV_fr

Dailymotion (Canal de vídeos): http://www.dailymotion.com/TransatJacquesVabre

Instagram: http://instagram.com/TransatJacquesVabre

LARGADAS
Domingo, 25 de outubro de 2015
Barcos de imprensa estarão disponíveis para os profissionais interessados. Para solicitar uma vaga, entre em contato diretamente com o serviço de imprensa até 24 de outubro, às 11h.
Caso você chegue depois dessa data, por favor, contate-nos previamente sobre a sua chegada em Le Havre pelo e-mail: relation.presse@tjv2015.org.
Na página oficial, o mapa cartográfico atualizará a posição das equipes a cada 3 minutos durante as 30 primeiras milhas depois da largada.

ACOMPANHE AS CHEGADAS
Barcos de imprensa estarão disponíveis para os profissionais interessados. Para solicitar uma vaga, entre em contato diretamente com o serviço de imprensa assim que chegar à Vila da Regata em Itajaí ou pelo e-mail: relation.presse@tjv2015.org.
Na página oficial, o mapa cartográfico atualizará a posição das equipes a cada 3 minutos a partir das 50 milhas antes de cruzarem a linha de chegada.

HORÁRIOS DAS TRANSMISSÕES A BORDO
(Hora francesa – UTC-3h para o Brasil)
05h15 – Contato com os líderes de cada classe
10h00-12h00 – Contato com os líderes e com metade da frota em disputa
Os áudios serão divulgados, diariamente, a partir das 12h30 (hora francesa) e poderão ser baixados na Área de Imprensa na página oficial da regata. Além disso, você receberá (caso habilite esta opção) um alerta diário por e-mail sempre ao meio-dia para avisar que os arquivos serão disponibilizados.

CARTOGRAFIA E POSICIONAMENTO DOS BARCOS
Para acompanhar os competidores, um mapa interativo gerenciado pela Addviso dará a localização de cada barco com novas informações sobre o desempenho de cada equipe a cada 30 minutos. A classificação geral será atualizada a cada 4 horas, sempre às 0h, 4h, 8h, 12h, 16h e 20h.

ANÁLISES METEOROLÓGICAS
A Météo France é parceira da Transat Jacques Vabre 2015 e fará análises cotidianas que poderão ser acompanhadas na página oficial da regata.

PRODUÇÃO DE VÍDEO
A produção de conteúdo em vídeo é feita pela Sea Events, responsável pela captação, edição e transmissão das imagens durante toda a Transat Jacques Vabre 2015, de 22 de outubro a 20 de novembro.
O material produzido ficará disponível aos veículos de comunicação no servidor de vídeo. Para ter acesso, informe se você quer ou não receber os alertas de envio de imagem no momento em que fizer a sua inscrição.

PRODUÇÃO FOTOGRÁFICA
A Agência DPPI Meia é responsável pela produção fotográfica da Transat Jacques Vabre 2015. Todas as fotos, em alta definição, estarão disponíveis na página oficial da regata.