Home Tags Posts tagged with "rio2016"

rio2016

Neste domingo (3), o México receberá uma verdadeira “invasão” brasileira. Nada menos do que 43 atletas participam do Campeonato Pan-Americano de Triathlon. Uma das promessas do País na modalidade, o jovem Eduardo Lass (Tradener) espera aproveitar a experiência de outras provas disputadas na cidade de Monterrey para se destacar e colocar o Brasil no pódio da categoria Sub-23.

“Já tive a oportunidade de competir lá duas vezes, uma como júnior e outra no ano passado como elite. É preciso prestar muita atenção na parte da hidratação, pois largaremos ás 11h da manhã e o calor lá será forte. Além disso, se posicionar bem durante a natação, que ocorre num lago artificial que mais parece uma piscina gigante, pode dar uma grande vantagem para obter um resultado expressivo”, conta o paranaense de 23 anos, beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Participam da competição os melhores triatletas do continente e com os Jogos de Toronto se aproximando, a disputa no México promete servir também como teste e avaliação dos brasileiros para a convocação da equipe que irá representar o País no Canadá. Desta forma, Eduardo Lass (Tradener) sabe que a responsabilidade aumenta, assim como a concorrência. “Será uma prova muito forte. Mas vamos com força total e pensamento positivo para superar os limites e concretizar os objetivos”, ressalta o 3º Sargento da FAB.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016. O atleta é patrocinado pela Tradener.

Eduardo Lass (Tradener) concluiu, nesta quinta-feira (12), o primeiro desafio da temporada 2015. A jovem revelação do triathlon brasileiro se formou 3º Sargento da Força Aérea Brasileira. Agora o paranaense de 23 anos terá a responsabilidade de defender as cores do Brasil e da FAB em diversos torneios esportivos nacionais e internacionais.

“É uma honra e ao mesmo tempo uma grande conquista fazer parte da FAB. Isso certamente me auxiliará no triathlon, não só pela estabilidade que posso ter à longo prazo, como também pela boa estrutura de treinos que a sede da Comissão de Desportos da Aeronáutica, no Rio de Janeiro, oferece”, exaltou o triatleta, que sonha em participar dos Jogos Olímpicos do Rio-2016.

A seleção de atletas de alto rendimento para as tropas militares envolve avaliação do currículo, ranking nacional e provas internacionais em uma das modalidades esportivas disponibilizadas pelos Comandos Regionais, além de testes físicos e exames de saúde bem criteriosos.

“Foram dias bem puxados. Enfrentamos treinos físicos, instruções teóricas e aprendemos os principais valores do militarismo, como lealdade, honra, honestidade e coragem”, explicou Lass, que pretende buscar uma vaga nos Jogos Mundiais Militares, de 9 a 12 de outubro, em Mungyeong na Coréia. “O Brasil, acima de tudo!”

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016. O atleta é patrocinado pela Tradener.

World Cup Jiayuguan ITU

Em todos os esportes, uma Copa do Mundo é uma oportunidade única de adquirir experiência. Afinal, participam do evento os melhores atletas da atualidade. No triathlon, não é diferente, mas para o jovem Eduardo Lass, de apenas 22 anos, também é um momento estratégico. Focado em participar dos Jogos Olímpicos de 2016, o triatleta, considerado uma das revelações da modalidade no Brasil, aproveitou a sua segunda Copa do Mundo, disputada neste sábado (26), em Jiayuguan, na China, para se acostumar cada vez mais com o alto nível dos atletas estrangeiros.

“O nível é muito alto, mas pra mim é uma grande oportunidade para me desenvolver e crescer como profissional. Fiquei na 46ª colocação na classificação geral, porém saio satisfeito com meu tempo e minha técnica, que está melhorando, e também por continuar somando pontos no ranking olímpico. Meu é chegar nos Jogos de 2016 e vou lutar até o fim para ir”, comenta o triatleta, que encerrou a prova em 1h54min00 e também fala sobre sua evolução na prova.

“Fiz uma boa natação saindo no grupo da frente. Na bike, procurei imprimir sempre um ritmo forte para não distanciar dos líderes. Na corrida, por ser em altitude, sai pra correr progressivo, controlando na primeira parte e forçando no final. A tática deu certo mas, o como o nível é muito alto, a competitividade também aumenta”, explica o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

embarque Mex-Eua 2

Neste semana, Eduardo Lass dá mais um passo rumo a Olimpíada de 2016. De malas prontas para a China, o jovem, considerado uma das revelações do triathlon brasileiro, encara mais uma etapa da Copa do Mundo da modalidade de olho nos pontos que pode somar no ranking olímpico para os Jogos no Rio de Janeiro. A Jiayuguan ITU Triathlon World Cup, marcada para o próximo domingo, 26 de julho, terá as tradicionais distâncias de 1.500 de natação, 40 quilômetros no ciclismo e 10.000 m de corrida e contará com a presença de grandes atletas do triathlon mundial.

“Minhas maiores adversidades nessa prova serão a altitude, a grande diferença de fuso horário e o calor. Mas estou pronto para dar tudo, realizar uma boa prova e somar pontos importantes no ranking”, afirma o atleta de 22 anos, beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

brasileiro

Há pouco mais de um mês, Eduardo Lass viveu uma verdadeira maratona ao encarar três grandes provas internacionais de triathlon no continente norte-americano. E quem acreditava que o cansaço fosse ser um inimigo do jovem no retorno ao Brasil, pode ver neste domingo (6), que isso está longe de cogitação. Na disputa da Heróis do Triathlon, em Caiobá, o triatleta conquistou a medalha de prata, com o tempo de 1h54min47.

“Certamente fico feliz pelo pódio, mas principalmente por saber que estou no ritmo certo para alcançar minhas metas. Em breve encaro mais uma etapa da Copa do Mundo de Triathlon e essa preparação é fundamental para voltar com mais um bom resultado”, afirma o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

eduardo

Após enfrentar três grandes provas internacionais de triathlon no continente norte-americano, Eduardo Lass volta as pistas do Brasil e o retorno não poderia ser em lugar melhor. No Paraná, sua terra natal, o jovem de 22 anos disputa no próximo domingo, 6 de julho, a Heróis do Triathlon, uma nova série de provas realizadas em Caiobá.

“Depois de um tempo fora do país, competindo e treinando, vai ser bom voltar a competir em casa. Apesar de participar dessa prova só para manter o ritmo de treino, será bom para me manter competitivo”, destaca o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

No fim do mês, o triatleta embarca para a China para disputa demais uma etapa da Copa do Mundo de Triathlon.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

Triathlon ITU

Antes de encarar sua primeira Copa do Mundo de Triahlon, Eduardo Lass sabia que tinha que se preparar para superar seus limites. Ao decidir participar do tradicional Huatulco ITU Triathlon World Cup, uma das mais difíceis e desafiadoras da modalidade, o triatleta reforçou seu treino durante vários meses e ainda passou por um pequeno intensivo em duas provas na América do Norte. Neste domingo (15), o jovem de 22 anos foi ao extremo, porém acabou vencido pelo forte calor e pela subida íngreme no ciclismo.

“Em 10 anos de Triathlon, sem dúvida, essa foi a prova mais dura até agora. Ainda na segunda volta da natação, comecei a fadigar um pouco e sentir o calor da água e do ambiente. Mas ao subir na bike notei que realmente tinha um grande obstáculo pela frente. A subida era muito pior do que eu imaginava. Mesmo assim, insisti e segui firme, disposto a terminar a prova”, destacou o atleta, que acabou sendo eliminado pouco antes de iniciar a última volta no ciclismo. “Na minha sétima volta de ciclismo, o primeiro pelotão nos alcançou. Conforme a regra, quando se toma uma volta no ciclismo, o atleta é obrigado a parar e sair da prova. Então tive que encerrar minha participação na minha primeira Copa do Mundo”, explicou o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Mesmo não concluindo a prova, Eduardo Lass destacou o grande aprendizado, tanto no percurso, como no ambiente repleto de talentos do triathlon mundial. “Essa experiência certamente contribui para minha carreira e minha meta é trabalhar forte para chegar próximo desses caras. Me sinto muito satisfeito por ter participado e mais ainda por ter vivido todo esse clima”, finaliza.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

Huatulco-MEX

Em pouco mais de 10 anos de carreira, Eduardo Lass já enfrentou diversas provas internacionais de triathlon. Mas, no próximo domingo, 15 de junho, ele viverá uma experiência nova e única. Pela primeira vez, o jovem de 22 anos disputará uma Copa do Mundo da modalidade. A Huatulco ITU Triathlon World Cup, no México, marca a estreia do brasileiro na competição e a ansiedade não é pouca, afinal, Eduardo irá competir contra os melhores atletas em atividade na modalidade.

“Se as prova já são mais difíceis em nível internacional, na Copa do Mundo então, é ainda mais exigente. Nunca competi em Huatulco, mas estudei o percurso e conversei com pessoas que já fizeram a prova, então sei que as maiores dificuldades serão o forte calor e a grande umidade, além da extensa e íngreme subida que iremos enfrentar no ciclismo”, explica o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

A largada está marcada para as 10h45 da manhã. Serão 1.500 m de natação, 40 quilômetros no ciclismo e 10.000 m de corrida.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

lass e cavanha

A caminhada de Eduardo Lass rumos aos Jogos Olímpicos de 2016 teve início neste domingo (31) e os primeiros passos não foram nada fáceis. Diante de um sol forte e quente, o jovem de 22 anos concluiu a Dallas PACTO Triathlon Panamerican Championship, nos Estados Unidos, em 1h52min14s, alcançando o 11º lugar na categoria Sub-23, 27º colocação dentre os atletas da Elite. Só para se ter uma ideia das dificuldades da competição, dos 75 atletas inscritos, 22 não completaram a prova e três foram parar no hospital devido ao calor.

“Realmente, foi um prova sofrida. Para mim a natação foi o pior momento, a disputa estava acirrada no primeiro pelotão e acabei optando por nadar por fora e sozinho, próximo do segundo grupo. No ciclismo, tive um ritmo forte na primeira parte, mas o primeiro grupo abriu uma boa vantagem. Na corrida, a temperatura já estava mais forte, por isso, procurei sair num ritmo que conseguiria manter do começo ao final”, contou o atleta beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Mesmo com o desgaste, Eduardo Lass conseguiu conquistar seu objetivo principal que era pontuar na abertura do Ranking Olímpico para os Jogos de 2016. Agora o foco do paranaense é sua estreia em Copas do Mundo de Triathlon, marcada para o dia 15 de junho, em Huatulco, no México.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.

eduardo

Eduardo Lass compete no triathlon desde os 11 anos de idade e seu principal objetivo é disputar uma Olimpíada, de preferência já em 2016, diante da torcida brasileira. De olho nesse sonho, o paranaense inicia no próximo domingo, 31 de maio, a longa caminhada rumo ao Rio de Janeiro. O primeiro passo será dado nos Estados Unidos, no Dallas PACTO Triathlon Panamerican Championship. A prova, que contará com a presença dos alguns principais atletas da modalidade, abre o ranking Olímpico para os Jogos de 2016.

“Sem dúvida vai ser uma prova muito forte. O starlist tem está com grandes nomes e por isso é de se esperar uma competição com o coração na boca o tempo todo. É muito importante conseguir fazer uma boa performance logo no início para conquistar bons e preciosos pontos no ranking”, afirma o atleta de 22 anos, beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

Eduardo Lass começou no triathlon aos 11 anos de idade e já possui títulos importantes nas categorias de base, tais como campeão do Troféu Brasil e do Brasileiro Olímpico, além de duas medalhas de ouro e duas de prata em competições na França, em 2009, e um troféu de primeiro colocado do Challenge International Triathlon, disputado na Alemanha, também em 2009. O currículo de peso mesmo com pouca idade fez o triatleta ser considerado uma das promessas do Brasil da modalidade. Integrante da Seleção Brasileira Sub-23, o jovem tem como objetivo principal representar o Brasil já nos Jogos Olímpicos de 2016.