Samir Barel encara treino noturno de sete horas nas águas do Rio de Janeiro

0
319

Não é à toa que a travessia do Canal da Catalina faz parte do chamado “Desafio dos 7 mares”, que consiste nas maratonas aquáticas mais difíceis do mundo. O percurso de 34k entre a Ilha Santa Catalina e a costa californiana, no oeste dos Estados Unidos, possui correntezas imprevisíveis e por ser em uma área que atrai muitos tubarões, geralmente é realizado no período noturno, caminhando para o amanhecer.

Para se preparar para essa pedreira Samir Barel realiza neste sábado (7) um treino diferente e intenso. Serão sete horas nadando à noite pela orla da zona sul do Rio de Janeiro. A expectativa é nadar entre 25 e 30 quilômetros, passando pelas praias de Copacabana, onde será realizada a prova de maratona aquática dos Jogos Olímpicos do Rio2016, Ipanema e Leblon. A atividade será comandada por Renato Ribeiro da equipe Navegantes, especialista em treinamentos para atletas e equipes de alto rendimento em maratonas aquáticas. Barel foi convidado a se juntar ao grupo, que conta ainda com os Patricia Farias, Bernardo Almeida, Lucas França, Beatriz Puciareli, Carlos rosa, André Castrlucio, Gabriel Soares e Adherbal.

“É um processo muito importante para simular uma possível situação real no dia do Canal. A temperatura da água estará em torno de 19 à 20 graus, mas não será permitido o uso de neoprene, apenas sunga, touca e óculos de natação, mesmo critério exigido para a travessia nos Estados Unidos. Por serem muitas horas nadando sem pausa inclusive, a hidratação será com carboidratos líquidos e em gel, pêssego em calda (glicose), isotônico. Existe a possibilidade da entrada de uma frente fria com ressaca, isso pode deixar o mar bem mexido, dificultando ainda mais o cenário, mas estamos torcendo para tudo dar certo”, explicou o atleta de 33 anos.

Se conseguir concretizar a Travessia do Canal da Catalina, o nadador será o primeiro brasileiro a conquistar a “Tríplice Coroa das Águas Abertas”, as três provas mais duras da maratona aquática mundial, formada também pela Volta na Ilha de Manhattan, vencida por Samir em 2014, e a travessia do Canal da Mancha, realizada pelo atleta em 2015.

Samir Barel é natural de São José dos Campos (SP), mas reside em Campinas (SP), onde mantém sua base de treinamento na ELO Academia. Praticante de maratona aquática desde 2007, Barel já concluiu algumas das provas mais longas e difíceis do circuito mundial, tais como a tradicional travessia Hernadarias-Paraná, conhecida como a maratona aquática mais longa do mundo (88k), a famosa Volta na Ilha de Manhattan, nos Estados Unidos e a temida travessia do Canal da Mancha, entre a Inglaterra e a França, considerada o “Monte Everest das águas abertas”. Seu principal objetivo é divulgar a maratona aquática e mostrar os benefícios da modalidade, como possibilidade interagir com a natureza, conhecer lugares diferentes, trocar experiências com pessoas de todas as idades, superar as adversidades, além de promover a saúde e o bem estar dos praticantes.

Foto: Flavio Perez/OnboardSports