Nelson Piquet Jr, piloto da Fórmula E, escreve ao Lance!

0
92
Nelson Piquet Jr, piloto da Fórmula E, escreve ao Lance!

Piloto da Panasonic Jaguar Racing na Fórmula E escreveu ao Lance! desta terça-feira (20) sobre a próxima temporada da competição.

Por Nelson Piquet Jr- piloto da Panasonic Jaguar Racing na Fórmula E 

 Formula E temporada 2018/19

A temporada 2018/2019 da Fórmula E, que começa em dezembro, com a primeira visita da categoria à Arábia Saudita, vai ser mais competitiva, sem dúvida. O nível de pilotos vai aumentar, o número de carros vai aumentar, vão ter equipes melhores, com as entradas da BMW e da HWA.

Falar numa comparação de performance entre equipes ainda é difícil por enquanto. Falando bem realisticamente, as equipes mais fortes do ano passado continuarão fortes. Os times estão crescendo muito rapidamente, todos estão investindo e evoluindo numa velocidade incrível.

No ano passado, nós tínhamos de 30 a 40 pessoas trabalhando nesse momento do ano, e, exatamente agora, já temos 80, crescendo numa média de duas a três pessoas por mês. A Fórmula E está exigindo muita gente especializada em software. A exigência é por muitos profissionais para escrever código, o que faz a diferença.

A nossa equipe Panasonic Jaguar Racing faz tudo em casa, câmbio, motor, software, diferentemente de outras equipes, que terceirizam muita coisa. Mas não tem certo ou errado, mas é mais econômico. Houve um trabalho muito intenso desde o fim da última temporada, e a dedicação de todos os profissionais foi incrível.

A categoria está crescendo rapidamente, Williams e a Jaguar estão investindo bastante, mas as coisas vão começar a tomar uma dimensão interessante na categoria, com a entrada de  montadoras como a BMW, que vem forte, e a Mercedes, e eles não vão entrar para brincar, podem ter certeza.

Todo mundo achou que a Fórmula E seria uma categoria um pouco mais barata, mas posso dizer que está indo em direção à F1, com uma aerodinâmica um pouco mais parecida. Mas as corridas são mais disputadas porque você consegue andar mais perto do outro, as pistas de rua exigem mais do piloto do que do carro.

Para este princípio de temporada, deveremos estar no mínimo no meio do pelotão, mas o nosso objetivo é ficar perto dos cinco primeiros colocados em todas as provas. Com um altíssimo nível da Fórmula E, não será nada fácil!

Abs.