Nadador Samir Barel ajuda atleta que passava mal em GP da Macedônia de Maratona Aquática

0
439

Atitude de campeão. É assim que os atletas que disputaram a sexta etapa do Grand Prix de Maratona Aquática da FINA, realizada neste sábado (23), na Macedônia, descreveram o gesto do brasileiro Samir Barel ao final da prova no lago Ohrid. O nadador poderia muito bem ter aumentado o ritmo e brigado para se manter no Top 10 do GP, mas, nas últimas horas de prova, decidiu parar para ajudar a espanhola Esther Nuñez Morera, que passava mal, a completar os 33 quilômetros de percurso.

“Consegui me manter com o pelotão principal até 2 horas de prova, um pouco além do esperado. Estava me sentindo muito bem, mas optei por administrar o ritmo para poder terminar bem a prova. Com 4h30 de prova estava próximo do pelotão feminino e vi a Esther passando muito mal, com náuseas. Conversei com ela e propus que fossemos juntos até o final. Fomos num ritmo bem lento, mas como não havia ninguém próximo para alcançarmos e ninguém que pudesse nos alcançar vindo de trás, acabamos conseguindo cruzar a linha de chegada na 16ª e 17ª colocação na classificação geral”, contou o atleta de 31 anos, que terminou em 13º lugar no masculino, mas saiu de alma lavada das águas da Macedônia.

“Meu corpo já não respondia mais e eu fiquei com muito medo de ficar inconsciente. Foi quando o Samir se aproximou e ofereceu-se para nadar junto comigo. Disse para ele várias vezes para seguir, mas ele insistiu em falar ‘nadamos juntos’. Terminei em 4º lugar no feminino e sigo somando pontos no ranking. Não tenho palavras para agradecê-lo”, afirmou Esther Nuñes.

O atleta Samir Barel fala mais sobre o ocorrido: “Estou muito feliz, não só pelo resultado, que estava dentro do esperado, mas principalmente por ter ajudado uma atleta de altíssimo nível a completar uma prova na qual ela possivelmente desistiria. Espírito esportivo muitas vezes é muito mais gratificante que qualquer título”, ressalta o nadador beneficiado pela Lei de Incentivo ao Esporte.

O nadador permanece na Europa para disputa da sétima e última etapa do GP da FINA em 2014, marcada para o dia 7 de setembro. O brasileiro já havia participado de todas as etapas do circuito, com exceção da quinta etapa, disputada no Lago Magog, no Canadá. Sua meta é colocar o Brasil no Top 10 do Grand Prix.

Samir Barel é natural de São José dos Campos (SP), mas reside em Campinas (SP), onde mantém sua base de treinamento na ELO Academia. Praticante de maratona aquática desde 2007, Barel já foi campeão e recordista brasileiro nas provas 50 e 100 m livre e 200 m medley no final da década de 1990. É o atual líder do Circuito Paulista de Maratona Aquática, tendo vencido as cinco etapas, e recentemente subiu ao topo do pódio nas duas primeiras etapas da Copa do Brasil de Maratona Aquática.