Leal e SADA Cruzeiro buscam o tricampeonato da Copa Brasil de Vôlei

0
62
BETIM / MINAS GERAIS / BRASIL (23.10.2016) - Mundial de Clubes 2016 de Volei Masculino - Final entre Sada Cruzeiro e Zenit Kazan, no ginasio Divino Braga, em Betim. Foto: Agencia i7 / Sada Cruzeiro

Equipe mineira disputa semifinal da competição contra o SESC RJ, nesta quinta-feira (25)

O atacante Yoandy Leal está motivado em ajudar o SADA Cruzeiro a conquistar o título da Copa Brasil de Vôlei pela terceira vez na história. A equipe mineira enfrenta o SESC RJ, nesta quinta-feira (25), pela semifinal do evento. A partida será às 19h, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), e terá transmissão do Sportv. A outra semifinal será entre Sesi-SP x EMS Taubaté Funvic.

Leal esteve nas duas conquistas do SADA Cruzeiro, em 2014 e 2016. O objetivo é levar novamente a taça da Copa Brasil para Belo Horizonte (MG). ”Vamos brigar pelo título, mas a gente espera uma partida difícil. Nos últimos duelos entre SADA Cruzeiro e SESC RJ, o resultado foi pro tie-break. Nosso time tem que melhorar muito no passe e no saque principalmente”, disse Yoandy Leal.

”Não tem mais jogo fácil no vôlei brasileiro. Todos os times que disputam a Superliga têm qualidades e jogadores que fazem a diferença”.

Na Superliga

Depois da terceira rodada do returno, no último final de semana, o SADA Cruzeiro continua como atual líder da Superliga 2017/2018  masculina. O ponteiro Leal é o quarto maior pontuador do campeonato até agora, com 214 pontos feitos em 50 sets disputados.

No último confronto, realizado na noite de sábado (20) contra o Maringá, o atleta de 29 anos teve um aproveitamento de 77% e ajudou sua equipe na 12ª vitória no campeonato nacional. O Cruzeiro está com 37 pontos, seguido do SESC RJ, que tem 36 e ocupa a segunda posição no ranking classificatório. Em 14 jogos disputados, a equipe tem 12 vitórias e apenas duas derrotas.

O time volta a jogar no ginásio de Contagem no dia 31 de janeiro, quarta-feira, às 20h, contra o Canoas.

Foto: Agência i7/Sada Cruzeiro.