Juraci Moreira escreve para o LANCE! sobre o triathlon. Leia na íntegra

0
326
Amigos leitores do L! Desde que me aposentei como atleta olímpico em 2014 venho me dedicando a fomentar a modalidade por meio do modelo de Escolinhas de Triathlon, que a meu ver são fundamentais para formar novos atletas, que serão destaques nas próximas olimpíadas. As crianças e adolescentes que fazem parte do projeto piloto, que foi desenvolvidos na minha cidade natal, em Curitiba, no Paraná, têm todos o acesso, material e professores especializados para praticarem essa modalidade. É totalmente gratuito e os resultados já foram expressivos em menos de dois anos de atividade.
A Escolinha de Triathlon Formando Campeões conta com 35 atletas entre 11 e 15 anos, e como eu disse, alguns nomes já brilham em suas categorias e vejo alguns atletas com grande esperança de avançarem no esporte até as seleções nacionais. Uma dessas crianças é a Gabrielle Lemes, campeã brasileira da categoria até 14 anos.
Se um projeto com 35 atletas em uma única cidade já se mostra importante para o desenvolvimento do esporte, imagina se estendido para mais estados. Reflitam este cálculo muito simples: uma escolinha com 35 alunos x 27 estados = 945 crianças potenciais triatletas olímpicos. Estou sendo bem humilde neste cálculo colocando somente 35 alunos por estado, esse número pode muito facilmente dobrar, triplicar com um trabalho sério sendo realizado, assim como no Paraná.
Porém isso está longe de se tornar realidade, hoje o que temos são iniciativas individuais que conseguem com muito esforço colocar em prática suas escolinhas. Será que estou sonhando? Será que isto é inviável? Não, não é, basta boa vontade de nossos dirigentes e a participação de todos neste processo, entidades esportivas, familiares, treinadores, poder público e a iniciativa privada. Juntos teremos com facilidade estas escolinhas espalhadas pelo Brasil. Temos material humano da melhor qualidade, seja de atletas como de treinadores, este é um pequeno passo que pode ser o começo de tudo, do desenvolvimento do triathlon a ponto de um dia sermos uma nação reconhecida por formar triatletas vitoriosos e um dia ainda termos um campeão olímpico na modalidade.
Obrigado ao LANCE! pela oportunidade e feliz 2017 a todos.