Jaguar I-PACE eTrophy: Marion Barnaby faz avaliação da primeira etapa

0

Diretora da categoria, Marion Barnaby avaliou a primeira etapa realizada em Ad Diriyah, e comentou sobre o futuro da competição.

Criada como uma categoria de suporte a Fórmula E, a Jaguar I-PACE eTROPHY teve a sua corrida inaugural em Ad Diriyah, na Arabia Saudita, em Dezembro do ano passado.

Diretora da primeira competição de carris de turismo totalmente elétricos, Marion Barnaby comentou sobre a corrida inaugural da categoria.

“A primeira etapa da Jaguar I-PACE eTROPHY foi importante por várias razões – é o primeiro carro de produção totalmente elétrico a se tornar uma série de suporte da Fórmula E. A corrida inaugural ocorreu na Arábia Saudita; foi a primeira vez que eles abrigaram uma corrida, e também a primeira vez que as mulheres foram autorizadas a correr no país. Há avanços que foram feitos na pista e que estão levando ao desenvolvimento dos carros de produção da Jaguar. No processo, a mudança está acontecendo longe da pista, e fazer parte desses momentos é realmente especial”, comentou Barnaby.

A corrida inaugural realizada em Ad Diriyah ocorreu com pista molhada, e o primeiro piloto a conquistar uma vitória na competição foi o neo-zelandês Simon Evans, irmão mais velho de Mitch Evans, piloto da Panasonic Jaguar Racing na Fórmula E.

Porém, o time brasileiro chamou a atenção, com Sérgio Jimenez conquistando a segunda colocação após ultrapassar o norte americano Bryan Sellers a duas voltas do fim, e com o quarto lugar de Cacá Bueno.

“Nesta fase inicial da temporada, é difícil sugerir quem serão os destaque do campeonato, já que as condições para a primeira corrida não eram ideais e a falta de voltas classificatórias deu apenas uma ideia do que os pilotos são capazes de fazer. Outros pilotos devem ser observados, como a  Katherine Legge e Brian Sellers, que foram bem na prova inaugural e podem ser fortes candidatos no decorrer da temporada.”

“A equipe brasileira mostrou um potencial incrível, registrando um segundo lugar (com Sérgio Jimenez). Considerando a pista molhada e o tempo gasto com a familiarização com os veículos, a equipe pode aprender muito com a experiência da corrida. Um ponto chave para todas as equipes foi a quantidade de tempo que eles conseguiram para se familiarizar com os veículos da Jaguar I-PACE eTROPHY, para se preparar para as corridas. O desafio será manter isso em cada etapa, mas temos certeza de que veremos provas cada vez mais competitivas à medida que a série de suporte continua”, completou a Diretora.

Marion Barnaby também destacou o VIP Driver, um carro onde a cada etapa, um piloto diferente será convidado pela categoria para disputar a prova. Em Ad Diriyah, foi a britânica Alice Powell.

“Um aspecto incrivelmente único da I-PACE  ETROPY que será fascinante é o VIP Driver, que fornece um novo elemento para cada corrida e permite que as pessoas vejam novos rostos em cada prova, e experimentem um novo elemento dinâmico no qual a competição é pioneira. A primeira corrida foi uma prova desta experiência, com a piloto VIP Alice Powell largando em sétimo, e terminando em quinto lugar”, destacou Marion Barnaby.

Sobre possíveis mudanças na Jaguar I-PACE eTROPHY, Marion Barnaby revelou que no momento, não pesna em mudanças no que diz respeito ao formatos das provas.

“Neste estágio, não haverá alterações no formato de corrida. Vamos precisar de mais provas para entender completamente o lado operacional da corrida, mas estamos interessados em explorar algumas melhorias tecnológicas, à medida que aprendemos mais sobre os carros”, completou.

Confira abaixo o calendário completo da primeira temporada da Jaguar I-PACE eTROPHY.