Brasileiro se contunde em regata e diminui funções a bordo

0

O velejador Renato Araújo, integrante do barco Zetra, machucou o joelho esquerdo e foi obrigado a acionar a equipe médica da Transat Jacques Vabre comandada pelo francês Jean-Yves Chauve. Desde a última quinta-feira (5), o brasileiro sentiu um inchaço na rótula. No contato com o médico, a solução foi tomar um medicamento e repousar. A equipe segue em sexto lugar na Class40 da Transat Jacques Vabre.

”Foi um escorregão no píer ainda em Le Havre, dois dias antes da largada da regata. Eu até tinha esquecido da queda, mas dois dias atrás começou a inchar e fui obrigado a acionar o médico. O Eduardo Penido está fazendo quase tudo a bordo, pois estou em repouso. Fico mais no cockpit. O bom é que passamos por uma região que é preciso fazer poucas manobras, ficamos o dia inteiro com o mesmo conjunto de velas”, disse Renato Araújo.

O Zetra se aproxima de Cabo Verde. Depois, o barco deve pegar a chamada calmaria dos Doldrums, uma região sem vento nas proximidades da Linha do Equador. ”Desde que a gente saiu das Ilhas Canárias tudo foi bom pra gente. A escolha pelo lado Leste foi acertada”, finalizou Renato Araújo.