Brasileiro de Skate Feminino bate recorde mundial de participantes

0
147

O Campeonato Brasileiro de Skate Feminino 2016 pode entrar no livro Guinness Book of Records como evento com maior número de skatistas juntas no planeta. A organização recebeu 75 inscrições de atletas do todo País nesse domingo (20), na pista do Parque da Juventude Cittá di Maróstica, em São Bernardo do Campo (SP). Crianças, adolescentes, amadoras e profissionais deram show de manobras em busca do troféu nacional.

”Para o skate brasileiro isso é uma grande vitória. É um marco entrar na história mundial. Para nós mulheres então é sem palavras, sem explicação, pois bater um recorde numa modalidade que era antes predominantemente masculina só mostra realmente que a mulher tem toda a força e potencial de fazer tudo que o homem faz!”, disse Renata Paschini, organizadora do evento, que reuniu meninas dos estados de Amazonas, Maranhão, Ceará, Minas Gerais, Sergipe, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O vice-presidente da Confederação Brasileira de Skate, Edson Scander, disse que o mercado do skate feminino está em franco crescimento. ”Há um potencial econômico individual muito grande. Uma força feminina que está crescendo muito esses anos conseguindo vencer barreiras preconceitos. Então a tendência é só crescer”.

A skatista Pâmela Rosa foi a grande destaque do Brasileiro Feminino. A atleta, um dos maiores nomes da modalidade no mundo, venceu na categoria profissional. Karen Feitosa ficou em segundo e Jessica Florêncio em terceiro. ”Fico muito contente em ver que o skate feminino no Brasil está crescendo”, disse a campeã.

”Vamos ver se a galera abre os olhos pra ver que a gente está correndo atrás dos nossos sonhos e quem sabe com esse evento a gente consiga mais coisas”, contou Jessica Florêncio, skatista com experiência internacional. Na categoria Amador, a vencedora foi Lais Prado. Já na Master, a campeã foi Georgia Fuzer.

Nova geração

Rayssa Leal, conhecida como Fadinha do Skate por causa de um vídeo que viralizou na Internet, levou o título do Infantil. A pequena de Imperatriz (MA) levou o público ao delírio com sua habilidade e carisma. Ela e as outras pequenas – Virginia Águas, Victoria Bassi e Nathaly da Silva – mostraram que a modalidade tem sua renovação. Os pais das crianças estavam presentes do começo ao fim. ”É o sonho que ela quer, a gente vai fazendo o possível e impossível pra poder levar ela nos campeonatos, além de poder estar andando com ela”, disse o pai de Rayssa, Aroldo Oliveira.

A gaúcha Ariadne Silveira foi a campeã na categoria Feminino 2, que contou com 32 skatistas. Ela veio com seu pai, Cristian Silveira de Gravataí (RS) para se tornar vencedora. ”O crescimento dela é incrível. A Ariadne tem 14 anos e na Olimpíada de Tóquio 2020 vai ter 18. Tenho fé nisso só vamos deixar pra ela pra evitar algum tipo de pressão”, disse o pai orgulhoso da façanha da filha.

O Campeonato Brasileiro de Street Skate Feminino 2016 foi uma realização da AFSK – Associação Feminina de Skate e CBSk – Confederação Brasileira de Skate, conta com apoio da Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo, oficialização da Federação Paulista de Skate, divulgação do Campeonatos de Skate, Cem por cento Skate, Divas Skateras, Efêmmera e Tribo Skate. Os apoiadores são Amee, Anarquia, Anti Action, Aromagia, BM Jóias, Clínica itca-Reactive, Deadless, Everlong, Freedom Fog, Iron Shapes, Kemp, Libertad, Mary Jane, Narina, New Era, New Skate, Niggli, Qix, Ratus, Santa Monica, Six Girls, The House, Traxart e Vanzer.