ABB Fórmula E: Saiba tudo que rolou no E-Prix da Cidade do México 

0
79

O quinto E-Prix da temporada 2017-18 da ABB Fórmula E foi disputado neste sábado (3), no no Autódromo Hermanos Rodríguez, na Cidade do México. A prova foi vencida pelo alemão Daniel Abt (Audi Sport Abt Schaeffler), que subiu no lugar mais alto do pódio na categoria dos carros elétricos pela primeira vez.

O piloto largou em quinto lugar e conseguiu assumir a liderança na troca dos carros nos boxes. ”Foi uma vitória difícil e a parada no pit-stop foi incrível. A nossa equipe está de parabéns”, disse o alemão Daniel Abt, que teve 6.3 segundos de diferença para o segundo colocado.

O pódio teve ainda o britânico Oliver Turvey (NIO Formula E), que havia feito o segundo melhor tempo da classificação. Em terceiro terminou o suíço Sebastien Buemi (Renault e.dams). O piloto sofreu pressão nas últimas voltas do brasileiro Nelson Piquet Jr. (Panasonic Jaguar Racing).

Na hora da prova, os termômetros marcavam 27 graus na capital mexicana. A corrida teve 47 voltas de 2.092 metros cada. O circuito tem ao todo 17 curvas.

A melhor volta do E-Prix foi do brasileiro Lucas do Grassi (Audi Sport Abt Schaeffler) com 1min02s202. O piloto ganhou um ponto.

Os brasileiros

Nelson Piquet Jr. (Panasonic Jaguar Racing) largou na sétima colocação e fez uma corrida estratégica nas 47 voltas no autódromo mexicano para acabar em quarto lugar, somando 12 pontos.

Poupando mais bateria nas primeiras voltas, o piloto brasileiro guardou potência para brigar por uma melhor colocação até a parte final da prova.

Na 35ª volta, Nelson Piquet Jr. passou Jean-Eric Vergne (Techeetah) e ganhou a quarta colocação. Por pouco não pegou uma vaga no pódio do suíço Sebastien Buemi (Renault e.dams). Antes de pressionar os primeiros, o brasileiro havia passado o australiano Mitch Evans, seu companheiro na Panasonic Jaguar Racing.

Já Lucas do Grassi (Audi Sport Abt Schaeffler) fez seus primeiros pontos no campeonato chegando em nono lugar mesmo largando em 20º e último lugar. Ele somou 2 pontos pela colocação e um de bônus pela melhor volta.

”Foi uma prova fantástica. Me superei para chegar em nono após largar em último. Tive a melhor volta da prova ainda e o carro andou bem. Parabéns ao Daniel pela vitória”, disse Lucas Di Grassi. Agora o campeonato começou”.

O brasileiro teve seu melhor desempenho até agora com Audi Sport Abt Schaeffler. O piloto foi o mais rápido nos dois treinos livres da manhã de sábado – chegando a bater o recorde da pista com 1min01s158. Mas, por estar em último na tabela, foi para o Grupo 1, formado pelos pilotos com piores rankings.

Como foi o primeiro a ir para pista, o atual campeão da ABB Fórmula E não fez um bom tempo. Além disso, Lucas Di Grassi perdeu 10 posições porque a Audi Sport Abt Schaeffler foi obrigada o inversor do carro.

Di Grassi conseguiu logo na largada ganhar três posições, mas na volta 31, o brasileiro tentou ultrapassar o argentino José Maria Lopez (Dragon). Mesmo assim voltou a acelerar e terminar em nono.

Abandono do polo position e Fanboost

O sueco Felix Rosenqvist (Mahindra Racing) fez a Julius Bar Pole Position 1min01s645 e somou 3 pontos na tabela de classificação. Mas parou por aí!

O carro elétrico apagou na 15ª volta e perdeu alguns segundo parado antes de tentar retomar. O sueco abandonou de vez minutos depois. Felix Rosenqvist estava em segundo lugar no campeonato e poderia assumir a liderança se mantivesse a ponta!

Os primeiros pilotos começaram a fazer os pit-stops para troca dos carros elétricos na volta 24. O brasileiro Nelson Piquet Jr resolveu entrar mais tarde nos boxes e perdeu uma posição com essa estratégia.

O Fanboost – votação popular para dar mais potência para o piloto favorito – teve 23% dos cliques para o brasileiro Lucas Di Grassi e 22% para o suíço Sebastien Buemi.

Di Grassi usou o Fanboost na 36ª volta e ganhou mais posições!

Abandonaram a prova no México, o sueco Felix Rosenqvist e o alemão Nick Heidfeld, ambos da Mahindra Racing, por problemas no carro. O francês Nico Prost (Renault e.dams) saiu após um toque com Sam Bird (DS Virgin Racing).

Os valores arrecadados com a venda dos ingressos foram doados para ajudar a reconstrução da Cidade do México, que sofreu com um terremoto em setembro de 2017.

Agora é no Uruguai!

A próxima etapa da ABB Fórmula E será a CBMM Niobium Punta del Este E-Prix, no Uruguai, no próximo dia 17 de março. Na sequência serão Roma (14/04), Paris (28/04), Berlim (19/05), Zurich (10/06) e Nova Iorque (14 e 15/07).

As provas anteriores foram vencidas por

Hong Kong (02/12) – Sam Bird (DS Virgin Racing)
Hong Kong (03/12) – Felix Rosenqvist (Mahindra Racing)
Marrakesh (13/01) – Felix Rosenqvist (Mahindra Racing)
Santiago (03/02) – Jean-Eric Vergne (Techeetah)

Classificação geral

O francês Jean-Eric Vergne (Techeetah) segue na liderança com 81 pontos após o quinto lugar no México. Na sequência aparecem Félix Rosenqvist (Mahindra Racing), com 69 pontos e o britânico Sam Bird (DS Virgin Racing) com 61 pontos. Em quarto está Sebastien Buemi (Renault e.dams) com 52 e Nelson Piquet Jr com 45. Daniel Abt pulou pra sexto com 37 pontos.

No campeonato dos construtores, a liderança permanece com a Techeetah 99 pontos. Em seguida, temos a Mahindra Racing com 90 pontos e a Panasonic Jaguar Racing com 74.