ABB Formula E: Jean-Eric Vergne vence o ePrix de Sanya

0
Divulgação/Fórmula E

Em uma corrida onde os primeiros colocados andaram juntos do inicio ao fim, o francês Jean-Eric Vergne soube escolher o momento certo para atacar o britânico Oliver Rowland, assumir a liderança e se manter na ponta até a bandeirada, para conquistar sua primeira vitória na quinta temporada da ABB Formula E.

Atual campeão da Fórmula E, Jean-Eric Vergne ainda não havia vencido nesta temporada do mundial de carros elétricos. Mas isso mudou neste sábado (23), onde o piloto francês da DS Techeetah soube atacar no momento certo para assumir a ponta e vencer a corrida, se tornando o sexto piloto a vencer neste campeonato, em seis provas disputadas.

“Fazia tempo que não vencia uma prova. estou muito feliz, é muito bom vencer pela primeira vez pela DS, a nova parceira da Techeetah, e vou dedicar essa vitória ao Charlie Whiting”, comentou o piloto francês, dedicando sua vitória ao diretor de corrida da F1 que faleceu na semana passada, na Austrália.

Com o britânico Oliver Rowland (Nissan e.Dams) largando na pole position, poucas alterações aconteceram na largada, com os seis primeiros se mantendo nas primeiras posições.

O único piloto que teve azar na largada foi o brasileiro Felipe Nasr (GEOX Dragon): o carro da equipe americana ficou parado durante a largada e mesmo após ter conseguido largar, seguiu lento e acabou se retirando da prova.

Na segunda volta, foi a vez do carro do então líder do campeonato, o britânico Sam Bird (Envision Virgin Racing), apresentar problemas e obrigar o piloto a abandonar a corrida.

A primeira metade da prova foi marcada pelo forte ritmo do britânico Oliver Rowland, seguido de perto pelos cinco pilotos seguintes: Jean-Eric Vergne (DS Techeetah), Antonio Felix da Costa (BMW i Andretti Motorsport), Daniel Abt (Audi Sport ABT Schaeffler), Alexander Sims (BMW i Andretti Motorsport) e André Lotterer (DS Techeetah).

Restando vinte minutos para o término da prova, Jean-Eric Vergne escolheu o momento certo para arriscar a ultrapassagem para cima de Oliver Rowland e assumir a liderança da prova.

Na volta seguinte, o safety car foi para a pista por conta de Alexander Sims, que acabou espremido por André Lotterer no muro e abandonou. Na mesma volta, o brasileiro Nelson Piquet Jr que vinha realizando uma boa prova de recuperação, bateu no muro de proteção, danificando a suspensão dianteira e também se retirou da prova.

Aos doze minutos, o carro de Alexander Sims continuava em uma posição perigosa na pista, e a prova foi paralisada.

Quando voltaram a pista, todos os pilotos usaram o Modo de Ataque, e com isso, Lucas di Grassi se aproveitou da situação para ultrapassar o holandês Robin Frijns (Envision Virgin Racing) e assumir a sexta colocação.

Na penúltima volta, Robin Frijns acertou a traseira do carro de Lucas di Grassi, tirando o brasileiro da prova. Com bandeira amarela por todo o circuito, Jean-Eric Vergne recebeu a bandeirada do ePrix de Sanya, garantindo a vitória da equipe da casa, a chinesa DS Techeetah.

Completaram o pódio, Oliver Rowland e o português Antonio Félix da Costa, que é o novo líder do campeonato com 62 pontos.

Nenhum dos brasileiros marcaram pontos no ePrix de Sanya, e apenas Felipe Massa conseguiu terminar a prova de forma discreta, na 10ª posição.

A próxima etapa da Fórmula E será o ePrix de Roma, no dia 13 de abril.

Classificação do Mundial de Pilotos após seis etapas:

1º Antônio Félix da Costa (POR) – BMW i Andretti Motorsport: 62 pontos

2º Jêromé D’Ambrósio (BEL) – Mahindra Racing: 59 pontos

3º Jean-Eric Vergne (FRA) – DS Techeetah: 54 pontos

4º Sam Bird (GBR) – Envision Virgin Racing: 54 pontos

5º Edoardo Mortara (SUI) – Venturi Formula E Team: 53 pontos

6º Lucas di Grassi (BRA) – Audi Sport ABT Schaeffler: 52 pontos

7º Daniel Abt (ALE) – Audi Sport ABT Schaeffler: 44 pontos

8º Robin Frijns (HOL) – Envision Virgin Racing: 43 pontos

9º André Lotterer (ALE) – DS Techeetah: 41 pontos

10º Mitch Evans (NZL) – Panasonic Jaguar Racing: 36 pontos

11º Pascal Wehrlein (ALE) – Mahindra Racing: 34 pontos

12º Oliver Rowland (GBR) – Nissan e.Dams: 27 pontos

13º Sébastien Buemi (SUI) – Nissan e.Dams: 23 pontos

14º Alexander Sims (GBR) – BMW i Andretti Motorsport: 18 pontos

15º Felipe Massa (BRA) – Venturi Formula E Team: 14 pontos

16º Oliver Turvey (GBR) – NIO Formula E Team: 06 pontos

17º Gary Paffety (GBR) – HWA Racelab: 04 pontos

18º Stoffel Vandoorne (BEL) – HWA Racelab: 03 pontos

19º José Maria López (ARG) – GEOX Dragon: 02 pontos

20º Nelson Piquet Jr. (BRA) – Panasonic Jaguar Racing: 01 ponto

 

Classificação Mundial de Construtores após cinco etapas:

1º Envision Virgin Racing (GBR) – 97 pontos

2º Audi Sport ABT Schaeffler (ALE) – 96 pontos

3º DS Techeetah (CHI) – 95 pontos

4º Mahindra Racing (IND) – 93 pontos

5º BMW i Andretti Motorsport (EUA) – 80 pontos

6º Venturi Formula E Team (MON) – 67 pontos

7º Nissan e.Dams (JAP) – 50 pontos

8º Panasonic Jaguar Racing (GBR) – 37 pontos

9º HWA Racelab (ALE) – 07 pontos

10º NIO Formula E Team (GBR) – 06 pontos

11º GEOX Dragon (EUA) – 02 pontos