Semana de Vela de Ilhabela, um dos maiores encontros esportivos do mundo

0
215

A 44ª edição da Semana de Vela de Ilhabela será disputada de 7 a 15 de julho no litoral norte de São Paulo (SP). Apontada como uma das mais importantes do mundo por reunir centenas de velejadores, medalhistas olímpicos e barcos de vários tamanhos e classes, a regata é um grande encontro anual da modalidade. Os resultados esportivos se misturam com a tradicional festa após as provas no Yacht Club de Ilhabela (YCI) e também no Race Village, que será montado pela prefeitura local no centro da cidade. O objetivo da comissão organizadora da regata – com experiência em mega-eventos internacionais – é fazer uma interação entre atletas, comunidade de Ilhabela e os fãs da modalidade.

”As grandes regatas internacionais e semanas de vela como Volta ao Mundo, America’s Cup e Copa del Rey colocam o público dentro do evento, dando chance para os fãs se aproximarem dos seus ídolos, dos barcos e de tudo que ocorre. Em julho, quem estiver em Ilhabela vai vivenciar a Semana de Vela. O envolvimento do poder público local será fundamental nessa experiência”, explicou Carlos Eduardo Souza e Silva, diretor de vela do Yacht Club de Ilhabela.

Nomes de peso do esporte como os campeões olímpicos Torben Grael e Robert Scheidt, se juntam nas regatas à árbitros internacionais da Rio 2016, por exemplo. Sem contar quem coloca a mão na massa com experiência em outras regatas internacionais. ”A Semana de Vela de Ilhabela segue entre as mais importantes do mundo. Ao lado de eventos como a Heineken Regatta no Caribe, Copa do Rey, na Espanha, que aliam técnica com o prazer de velejar. O que faz o sucesso de um evento é o equilíbrio entre estes fatores”, disse o árbitro internacional de vela, Nelson Ilha, com participação em seis olimpíadas.

A Semana de Vela de Ilhabela é única por proporcionar uma infinidade de situações com diversos tipos de percurso, condições de vento, corrente e dar chance para os amadores medirem esforços com profissionais e olímpicos. Na edição passada, 136 barcos de 13 classes diferentes estiveram presentes, entre eles equipes do Uruguai, Argentina e Chile.